Vencendo a Covid-19: ConsUni revê parâmetros de distanciamento mínimo nas atividades acadêmicas de graduação

Reunião Extraordinária do Conselho de Graduação

O Conselho Universitário (ConsUni), em reunião extraordinária realizada na última sexta-feira (18/3), aprovou a revisão no Plano de Retomada das Atividades Presenciais na UFSCar no que diz respeito ao distanciamento mínimo obrigatório para as atividades acadêmicas de graduação. A partir da decisão, foi retirado o distanciamento mínimo obrigatório nas atividades acadêmicas em sala de aula, porém com a recomendação de que sejam planejadas de modo a garantir o máximo distanciamento possível.

Ficou definida a manutenção do distanciamento mínimo nos espaços comuns em que há maior aglomeração de pessoas, como bibliotecas, e necessidade de retirada de máscaras, como nos restaurantes, bem como nas atividades administrativas. A íntegra da decisão pode ser conferida no site da Secretaria de Órgãos Colegiados.

A decisão de revisão do distanciamento físico foi tomada a partir de proposta elaborada pelo Grupo de Trabalho (GT) Planejamento, vinculado ao Conselho de Graduação (CoG), para retomada das atividades de ensino no formato presencial pleno para o calendário acadêmico de 2022, como determinada pela Lei nº 14.218 – que não permite a utilização do ensino não presencial, tampouco redução no número mínimo de dias letivos por período. A proposta considerou a limitação de espaços físicos para as atividades de graduação que, com a obrigatoriedade do distanciamento, seria incompatível com o retorno pleno à presencialidade. O tema foi trazido para deliberação do ConsUni pelo Comitê Gestor da Pandemia (CGP).

A Reitora, Ana Beatriz de Oliveira, fez apresentação (disponível neste link) ao Conselho caracterizando o cenário atual e recuperando o histórico de ações da Universidade, a partir da sua gestão, no enfrentamento da pandemia. “Essa mudança, diante da determinação legal de retorno ao ensino presencial, se faz necessária para garantirmos a oferta das atividades. Porém, não quer dizer que a pandemia acabou. A preocupação com o cenário epidemiológico continua, vamos direcionar nossos esforços para a manutenção da obrigatoriedade da vacina e do uso de máscara nos campi e para o uso do aplicativo Guardiões da Saúde para o acompanhamento do estado de saúde da comunidade e atuação rápida frente aos casos suspeitos e positivos de Covid-19”, disse.

“Todos precisamos estar comprometidos com o cumprimento das medidas propostas para preservar a saúde individual e coletiva da comunidade, que é o que vai permitir realizarmos as atividades presenciais em segurança”, acrescentou.

Leave a Comment

Filed under COVID-19

Comments are closed.