UFSCar participa da elaboração do Plano Diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo

A UFSCar está participando da construção do Plano Diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (PDCTI), coordenada pelo Diretor Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Carlos Henrique de Brito Cruz. O Plano define diretrizes para incrementar a produção científica e tecnológica do Estado, bem como os processos de inovação, e, para isto, busca a integração de entidades públicas e privadas. O PDCTI objetiva tornar-se o vetor para a elaboração de planos e programas estratégicos de curto, médio e longo prazos, consolidando-se enquanto instrumento norteador da construção de um novo modelo de produção científica e de estímulo à inovação, em sintonia com as necessidades das economias paulista e brasileira.

A Pró-Reitora de Pesquisa da UFSCar, Heloisa Sobreiro Selistre de Araújo, integra o grupo de trabalho que se debruça sobre o tema “pesquisa acadêmica nas universidades”, responsável pelo levantamento dos dados de pesquisa acadêmica, produção científica, impacto, fomento, inovação e patentes, dentre outros temas afins, e principalmente pela proposição de ações para atingir os objetivos de longo prazo. As discussões são pautadas em estratégias para aumentar o impacto científico da Ciência feita em São Paulo e consolidar o Estado como referência em Educação Superior de qualidade, aproveitando ao máximo a experiência em pesquisa acadêmica concentrada no Estado para, inclusive, estimular outras áreas, como Educação Básica, Saúde, Políticas Públicas e Empreendedorismo. Para isso, as ações são norteadas por cinco eixos fundamentais: internacionalização, infraestrutura de pesquisa, dinamicidade de cenários facilitadores de pesquisa, valorização das carreiras de professor e pesquisador e conexões com o setor produtivo.

Araújo afirma que o grupo de trabalho compreende que o real desafio para a Ciência no Estado não é maximizar um ou outro indicador, mas aumentar a qualidade dos resultados obtidos, de modo a obter visibilidade internacional pela originalidade da contribuição ao avanço do conhecimento. Especificamente no que diz respeito à publicação de artigos científicos, a Pró-Reitora avalia que o importante desafio que é buscar maior impacto internacional vem encontrando respostas por parte da comunidade de pesquisa, como indica o aumento da colaboração internacional em pesquisa registrado nos últimos anos.

Na sua íntegra, o Plano Diretor deve propor um conjunto de ações e diretrizes para o governo do Estado, bem como promover a reflexão entre os gestores de Ciência e Tecnologia. “Uma das discussões fundamentais feitas durante esse processo é sobre a que período o PDCTI deve se referir. As mudanças na área de Ciência, Tecnologia e Inovação acontecem com grande velocidade, então precisamos planejar as ações para o futuro e saber, ao mesmo tempo, que essas ações serão repensadas no contexto que se apresentará”, avalia a Pró-Reitora.

Comentários desativados em UFSCar participa da elaboração do Plano Diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo

Filed under Pesquisa, Políticas de Educação e CTI

Comments are closed.