UFSCar é beneficiada com mais um Programa de Eficiência Energética

Mais de 1.200 lâmpadas fluorescentes foram substituídas por LED (Foto: Tiago Santi)

A UFSCar teve um novo projeto aprovado pelo Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional e Energia Elétrica (ANEEL). Mais de 1.200 lâmpadas fluorescentes foram substituídas por LED no Campus Lagoa do Sino da UFSCar, melhorando a qualidade da iluminação e reduzindo em 18% o consumo de eletricidade.
Os equipamentos mais eficientes e econômicos foram doados pela distribuidora Elektro e instalados no edifício de Aulas Teóricas (AT) 1, nos Blocos 1, 2, 3 e 4, Biblioteca, nos Ciclos Básicos 1 e 2, no Casarão e nas Casinhas. As lâmpadas retiradas serão descartadas de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Representantes do Campus Lagoa do Sino da UFSCar devem ainda participar de uma palestra sobre conscientização do uso seguro da energia elétrica promovida pelo Programa de Eficiência Energética da Elektro voltado para Prédios Públicos.
O Programa de Eficiência Energética é regido pela ANEEL com o objetivo de promover o uso eficiente da energia elétrica em todos os setores da economia. Para isso, a Agência determina que as concessionárias de energia elétrica realizem chamadas públicas de projetos que demonstrem a importância e a viabilidade econômica de melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia com o desenvolvimento de novas tecnologias e práticas e usos racionais da energia elétrica.
As chamadas públicas de projetos abrangem os segmentos industrial, residencial (condomínios), comercial, iluminação pública e rural, poder público e serviço público disponibilizando recursos financeiros para essas classes de clientes.
A UFSCar, que vem trabalhando para reduzir o consumo de energia elétrica na Universidade e proporcionar maior sustentabilidade ambiental, tem outros 6 projetos de eficiência energética aprovados, sendo quatro no Campus São Carlos, um no Campus Araras e outro no Campus Sorocaba. Desta forma, já foi possível a substituição de 26.834 lâmpadas e luminárias por tecnologia LED e a instalação de diversas usinas solares fotovoltaicas, resultando em uma redução permanente de R$ 2 milhões na conta de luz. Na prática esta redução de consumo equivale ao uso de energia elétrica de 1.674 residências ao ano.

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Comments are closed.