Tag Archives: triênio 2021-2023

Hospital Universitário apresenta plano de gestão para o triênio 2021-2023

Representantes da UFSCar e Eberh

A Reitora e o Superintendente do Hospital Universitário em reunião com a direção da Ebserh (Divulgação)

O Superintendente do Hospital Universitário (HU) da UFSCar, Fábio Neves, apresentou na 249ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário (ConsUni) o plano de gestão para o triênio 2021-2023. Por meio de uma administração horizontal, será norteado pela transparência e uso responsável do dinheiro público, visando o crescimento organizado e sustentável do HU, com um modelo de cuidado baseado na clínica ampliada e na gestão clínica totalmente voltado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A participação do dirigente do HU no ConsUni pode ser conferida na gravação da reunião (do momento 2:07:20 ao 2:34:57).

Na ocasião, a Reitora Ana Beatriz de Oliveira reforçou a importância da aproximação da UFSCar com o HU pelo seu fundamental papel na formação dos estudantes e no atendimento de excelência que oferece ao público, que neste momento de pandemia, tem sido fundamental no suporte à Rede Municipal de Saúde, oferecendo atendimento de excelência à comunidade.

Neste sentido, Neves destacou que o ensino, pesquisa e extensão são o principal negócio do HU e que, portanto, a gestão irá promover a articulação contínua com os gestores do SUS, da UFSCar e Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) em busca da melhoria contínua dos processos e atendimento.

“Toda a comunidade da UFSCar deve ser adequadamente acolhida pelo HU e de forma igualitária. Por isso, reforçamos que qualquer setor do Hospital é um possível cenário de ensino e está aberto para qualquer curso”, destacou Neves.

Dentre as propostas da equipe de gestão a serem colocadas em prática, está a criação de uma Câmara Técnica da UFSCar, que vai permitir a desejada aproximação entre HU e a Universidade, a partir do estabelecimento de diretrizes para políticas de gerência de ensino e pesquisa a fim de zelar pela excelência dos cenários de ensino com foco na prática baseada em evidência, transdisciplinaridade e impacto social.

Outra iniciativa é o movimento junto à Ebserh para ampliar o programa de residência médica, já solicitado à entidade, e implementar o de residência multiprofissional.

O HU também trabalha na construção do Núcleo de Educação em Saúde que vai disponibilizar cursos de capacitação e educação a distância, colocando a UFSCar no cenário de apoio a outras instituições de Ensino Superior.

Está prevista ainda a construção da Unidade de Pesquisa Clínica (UPC), que vai fazer parte de uma rede nacional da Ebserh de pesquisa clínica com cerca de quarenta hospitais, com o objetivo de gerar conhecimento e produtos inovadores entre os hospitais para o fortalecimento do SUS.

No que diz respeito a credenciamento de novos serviços, Neves explica que a curto prazo serão habilitados 25 leitos de cuidado prolongado, sendo 10 domiciliares, a habilitação da Unidade de Terapia Intensiva geral Tipo II e a oftalmológica, bem como o início das atividades do Centro de Cuidado Integrado à Mulher (CeCIM) e o centro cirúrgico para cirurgias de pequeno e médio portes.

Para o triênio, o plano diretor estratégico do HU conta com três pilares principais que são a ampliação e consolidação dos serviços assistenciais de maior complexidade, a certificação do HU como hospital de ensino e a estruturação e início das atividades da pesquisa clínica.

Neste período, também serão colocados em prática os projetos da rede Ebserh que incluem a implantação do modelo de gestão da Atenção Hospitalar e da Avaliação de Qualidade na Rede Ebserh (Selo Ebserh) e a mudança da arquitetura organizacional.

Para que os projetos sejam colocados em prática, o dirigente do HU e a Reitora realizaram uma reunião com o presidente da Ebserh, Oswaldo de Jesus Ferreira, para apresentar o estudo de viabilidade do Centro cirúrgico, da UTI, Unidade Transfusional e do laboratório do HU, com objetivo de provimento de 125 novos profissionais da saúde, e solicitar o repasse adicional de R$ 4 milhões em 2021, para as obras em execução como da UTI e enfermaria de Pediatria, unidade de Saúde Mental, entre outras.

“Apresentamos o estudo de viabilidade desses projetos que serão analisados tecnicamente pela equipe da Ebserh e do Ministério do Planejamento que nos dará o retorno após esse trâmite. Diante da robustez das propostas, estamos confiantes que conseguiremos colocá-las em prática nos próximos anos”, destacou Neves.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Saúde