Tag Archives: Secretaria Geral de Informática

UFSCar implementa Programa de Apoio ao Servidor em Trabalho Remoto

IMagem de teclado de computador

No momento, serão fornecidos 200 computadores portáteis e 400 câmeras, entre outros equipamentos (Banco de imagem FreePik)

A UFSCar, através da Reitoria, institui o Programa de Apoio ao Servidor da UFSCar em Trabalho Remoto que, por meio da oferta de equipamentos de tecnologia da informação aos servidores, visa dar suporte ao trabalho remoto, fornecendo as ferramentas adequadas para o exercício das atividades de trabalho.

“Com o programa, esperamos atender ao menos parte da necessidade de adequação das condições de trabalho neste cenário da pandemia, bem como a atualização tecnológica dos equipamentos para que os nossos servidores tenham ferramentas que atendam suas necessidades e contribuam para um ambiente de trabalho confortável e funcional. Infelizmente a situação orçamentária da Universidade não nos permite ir além, mas essa ação demonstra nosso reconhecimento de que a demanda é importante”, disse a Reitora, Ana Beatriz de Oliveira.

Além disso, o programa incentiva o uso de ferramentas de gestão e comunicação oficiais disponibilizadas pela Secretaria Geral de Informática (SIn), que, juntamente com a Pró-Reitoria de Administração, é responsável pela sua operacionalização. Serão disponibilizados computadores de mesa e portáteis, a atualização tecnológica de computadores institucionais e/ou pessoais por meio de upgrade de memória e/ou instalação de disco de estado sólido (SSD) e a distribuição de câmeras (webcam) e fone de ouvido para trabalho remoto e/ou presencial.

Para participar, é necessário realizar a inscrição, entre 11/10 e 18/10, pela Central de Serviços da UFSCar em “Apoio ao Trabalho Remoto”, na categoria “Tecnologia da Informação”. Podem se inscrever servidores que não tenham computadores institucionais à sua disposição; que tenham posse de computadores institucionais que estejam apresentando mau-funcionamento; que tenham posse de computadores manifestamente obsoletos (com idade superior a 5 anos de uso), sendo, neste caso, priorizada a substituição dos computadores mais antigos, e/ou que necessitem de câmeras (webcam) e fone de ouvido para trabalho remoto e/ou presencial. Confira a minuta do programa com todas as diretrizes aqui.

No momento, serão fornecidos 200 computadores portáteis, 200 discos de estado sólido, 400 câmeras e 400 fones de ouvido. Caso haja disponibilidade orçamentária suplementar, o volume de itens ofertados pode ser ampliado, mediante autorização da Pró-Reitoria de Administração.

Atenção ao cronograma:
11/10 a 18/10 – Inscrição pela Central de Serviços em “Apoio ao Trabalho Remoto”, na categoria “Tecnologia da Informação
20/10 – Divulgação da lista de inscritos
25/10 a 12/11 – Realização das vistorias técnicas nos equipamentos

Leave a Comment

Filed under Infraestrutura

Secretaria Geral de Informática (SIn) realiza migração dos sistemas da UFSCar para a serviço de nuvem

Logo da Secretaria Gerald e Informática

Secretaria Geral de Informática atua para trazer mais estabilidade, agilidade e segurança aos processos (Reprodução)

Segurança dos dados, velocidade e estabilidade dos sistemas. Estas são as vantagens do uso do sistema de nuvens, modelo de computação que armazena dados na internet por meio de um provedor na nuvem, para o qual a Secretaria Geral de Informática (SIn) está migrando todos os sistemas da UFSCar. Em Na Pauta #14, o Secretário Geral de Informática da UFSCar, Erick Melo, (do momento 52:56 ao 1:11:36) deu detalhes sobre o projeto e outras ações da SIn que estão em andamento.

A implementação do projeto, iniciada em 2019, coloca a Universidade como uma das pioneiras entre as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) a realizar a migração para a nuvem. O serviço utilizado pela UFSCar é o Amazon Web Services, que passa a ser responsável por toda a operação de infraestrutura, permitindo à equipe da SIn focar no desenvolvimento e gerenciamento dos sistemas.

A primeira fase do projeto foi responsável pela migração dos registros de arquivos da Universidade (backup). A segunda, em andamento, já inseriu na nuvem os sistemas da Central de Serviços e do Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

Os próximos a serem inseridos são o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), ProExWeb, Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA), o Repositório e todos os demais externos utilizados pela comunidade interna, bem como os da própria SIn.

Erick Melo explica que o sistema em nuvem substitui o modelo clássico que utiliza um data center na SIn, com vários servidores, para guardar os dados, que, por estarem em equipamentos físicos, ficam suscetíveis a oscilações de funcionamento por eventuais falhas de energia e de acesso à rede de internet.

“Isso era um motivo de preocupação constante para a SIn, pela instabilidade e o seu impacto para toda a comunidade. A partir de um estudo técnico detalhado e treinamento de toda a equipe, criamos um departamento exclusivo para cuidar deste sistema. Além da segurança, estabilidade e velocidade, vantagens primordiais para o aprimoramento deste serviço, a tecnologia permite a mobilidade, sem custo, para qualquer outro sistema de nuvem”, destaca Melo.

Outra iniciativa da SIn referente ao aprimoramento das atividades é o projeto piloto, iniciado pelo Sistema de Apoio à Gestão Universitária Integrada (SAGUI), que possibilita formas alternativas de fazer o login nos sistemas da UFSCar pela conta Gov.br (portal unificado do Governo Federal), desburocratizando os acessos e trazendo ainda mais segurança aos dados.

Leave a Comment

Filed under Infraestrutura

100 dias de gestão: ProGrad e ProPG apresentam balanço dos principais projetos colocados em prática no início da gestão

Captura de Tela do Na Pauta

Imagem de captura de tela

Pró-Reitores e Pró-Reitores Adjuntos da ProGrad e da ProPPG durante o Na Pauta (Reprodução)

Os 100 primeiros dias de gestão da nova equipe da Administração Superior da UFSCar foram marcados por desafios, conquistas e, principalmente, pela transparência e pelo comprometimento com o programa de gestão e diálogo constante com a comunidade universitária.

O balanço desses 100 dias foi apresentado pela equipe no Na Pauta, programa semanal realizado pela equipe de Comunicação da UFSCar. Para que toda a comunidade fique por dentro do que foi apresentado, divulgamos uma série de matérias sobre as atividades das Pró-Reitorias, direção de Campus e do Hospital Universitário nestes 100 dias. Nesta, evidenciaremos as ações das Pró-Reitorias de Graduação (ProGrad) e de Pós-Graduação (ProPG).

Pró-Reitoria de Graduação
O Pró-Reitor de Graduação, Daniel Rodrigo Leiva, e a Pró-Reitora de Graduação Adjunta, Luciana Cristina Salvatti Coutinho, (a partir do minuto 9:00 até o 23:05) falaram sobre os desafios para a gradução em tempos de pandemia e detalharam algumas iniciativas da gestão como o Projeto Cheganças, o Grupo de Trabalho Interdisciplinar em Acessibilidade e a realização do XI Seminário de Ensino de Graduação.

Com relação aos desafios da graduação na pandemia, destacaram os esforços para implementar iniciativas de facilitação do ensino remoto e dos processos virtuais no âmbito do Ensino Emergencial não Presencial (ENPE). “Temos trabalhado de forma articulada com toda a equipe técnica da ProGrad, coordenações de curso e conselheiros do Conselho de Graduação para avançar na excelência da graduação”, disse Leiva.

Essa articulação também acontece com a comunidade externa, por meio da participação dos Pró-Reitores no Colégio de Pró-reitores de Graduação (Cograd) da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em um Grupo de Trabalho que tem como foco a prevenção da evasão. “Junto com a Secretaria Geral de Informática (SIn), temos atuado em um projeto piloto que vai utilizar ferramentas digitais para a prevenção e previsão da evasão”, disse.

A nova gestão retomou o Grupo de Trabalho Planejamento (GT Planejamento), que programa as novas ofertas de atividades no ensino remoto e as análises de dados do andamento do ENPE, a fim de aprimorar os novos períodos letivos.

A Pró-Reitora Adjunta falou sobre o Projeto Cheganças, em fase de desenvolvimento, voltado para os estudantes ingressantes e que tem como objetivo, mesmo que de forma remota, promover o acolhimento dos novos estudantes de forma que se sintam parte da Universidade.

Outro destaque é a consolidação do Grupo de Trabalho Interdisciplinar Acessibilidade (GTI Acessibilidade), que monitora as demandas dos estudantes autodeclarados pessoas com deficiência e trabalha para atendê-las. Uma das ações do GTI foi a criação do Portal Acessibilidade UFSCar, que disponibiliza aos docentes, estudantes e técnico-administrativos recursos e suportes para o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Com foco nos docentes, a Pró-Reitoria promoveu o 11º Seminário de Ensino de Graduação (SEGrad), evento de formação colaborativa que tem como objetivo acolher e entender as demandas dos docentes e proporcionar momentos de discussão e reflexão junto a eles. Diante dos desafios do trabalho remoto, o tema deste ano foi “Pandemia, docência e condições de trabalho do Ensino Superior”.

Pró-Reitoria de Pós-Graduação
Em suas participações, o Pró-Reitor da ProPG Rodrigo Constante Martins e o Pró-Reitor Adjunto Luiz Eduardo Moschini (do minuto 24:20 ao 35:24) falaram sobre o início da construção de Políticas de Permanência para a Pós-Graduação, o uso dos recursos do Programa de Apoio à Pós-Graduação (ProAP) 2019-2020, a gestão do Programa de Internacionalização (PrInt-UFSCar), a gestão integrada da crise das secretarias dos Programas de Pós-Graduação, a criação do Grupo de Apoio ao Coleta CAPES, o ProPGWeb e a aprovação do Novo Regimento Geral da Pós-Graduação. “Realizamos tudo isso com base no diálogo, participação e inclusão, que são a base da proposta da nossa gestão”, disse Martins.

O Pró-Reitor evidenciou a articulação para com os programas de Pós-Graduação para garantir a execução de seus orçamentos, que estavam abaixo do esperado. Diante disso, a ProPG atuou com os coordenadores para identificar a necessidade dos recursos e, junto à Pró-Reitoria de Administração, viabilizou sua execução, que, somente em março e abril, já foi superior ao que havia sido aplicado em nove meses do ProAP em 2020.

A inclusão é prioritária na ProPG. Portanto, tem sido trabalhada, em parceria com a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE), a construção de políticas de permanência. Uma delas consistiu no lançamento de um edital inédito para promover a inclusão digital de estudantes de pós-graduação em situação de vulnerabilidade. A outra é a inclusão da Pós-Graduação no recém aprovado programa de fomento à assistência estudantil com o apoio da Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAI-UFSCar).

“A inclusão na Pós-Graduação será um dos nossos principais focos nos próximos anos. Além dessas ações que já iniciamos, vamos fortalecer os programas já existentes e criar novos para consolidar as políticas de Ações Afirmativas”, destacou o Pró-Reitor.

No escopo de uma gestão integrada, a ProPG tem trabalhado com a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGePe) na revisão dos fluxos administrativos dos programas de Pós-Graduação em busca da padronização das atividades. Além disso, a ProPG implementou um canal de diálogo e informação compartilhada entre os programas de Pós-Graduação e a ProPG, para auxiliar no preenchimento do relatório Sucupira, compartilhando boas práticas e experiências.

No Diário da Reitora é possível conhecer o balanço apresentado pelo Gabinete da Reitoria em Na Pauta #11, edição especial, que pode ser conferido na íntegra nos canais UFSCar Oficial no Facebook e YouTube.

Leave a Comment

Filed under Gestão

UFSCar participa de projeto piloto que utiliza inteligência artificial para reduzir a evasão no Ensino Superior

Logo Pró-Reitoria de Graduação

Pró-Reitoria de Graduação coordena o projeto na UFSCar (Divulgacão)

A UFSCar, através da Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad), é uma das seis Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) que participam de um projeto piloto que utiliza inteligência artificial como ferramenta para reduzir a evasão no Ensino Superior, o “Inteligência Artificial para Auxílio de Ações que Visam à Redução da Evasão no Ensino Superior”.

O projeto foi desenvolvido pelo Centro de Excelência em Inteligência Artificial (Ceia) da Universidade Federal de Goias (UFG), em parceria com a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC). A ação inclui também as Universidades Federais de Itajubá (UNIFEI), do Pampa (UNIPAMPA), do Pará (UFPA) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

“Com essa iniciativa, damos um passo significativo para a modernização dos nossos processos, tão necessária no momento atual em que as atividades remotas ganharam protagonismo. Essa tecnologia fará muita diferença na redução da evasão, vai nos auxiliar a identificar o que motiva esse movimento e a aprimorar processos e outros pontos que eventualmente forem identificados pelo sistema”, comenta o Pró-Reitor de Graduação da UFSCar, Daniel Leiva.

Com o uso de tecnologias digitais, o projeto permite identificar, com antecedência, sinais comportamentais dos estudantes que indiquem uma possível evasão e, a partir disso, orientar ações preventivas e de apoio a serem realizadas pelos professores e demais profissionais envolvidos com os estudantes.

Dentre as ferramentas tecnológicas desenvolvidas pela UFG, estão a construção do modelo de inteligência artificial preditiva e a criação de assistente inteligente para comunicação com os alunos.

A partir de dados de comportamento, perfil e desempenho dos estudantes, a inteligência artificial é capaz de fazer um prognóstico do que vai acontecer em um futuro próximo, utilizando informações como notas, cursos, disciplinas, frequência, estágios, entre outras.

Com o prognóstico traçado, o assistente inteligente para comunicação é acionado e inicia um bate-papo virtual com o aluno para entender suas necessidades e problemáticas. Nesta fase experimental, participam do projeto na UFSCar os cursos de Ciência da Computação e Pedagogia do Campus São Carlos e o de Ciências Biológicas do Campus Araras.

Na UFSCar, o projeto é desenvolvido em parceria com a Secretaria Geral de Informática (SIn), que tem utilizado sua experiência interna no uso de tecnologia para redução da evasão neste projeto piloto, e coordenado pelas professoras Cleonice Maria Tomazzetti, do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas (DTPP) e Secretária Geral da Educação a Distância (SEaD), e Marcela Xavier Ribeiro, do Departamento de Computação (DC). As docentes explicam que as atividades tiveram início em 2020 com o levantamento de dados para traçar o perfil dos estudantes e os indicativos de evasão dos últimos dez anos.

“As informações dos cursos que são indicativas de evasão estarão em uma só plataforma, permitindo uma atuação ágil e precisa, pois, ao primeiro sinal de uma possível evasão, a coordenação do curso será notificada e vai entrar em contato com o estudante para entender o que está acontecendo com ele e dar o suporte necessário para que ele permaneça na Universidade. A ferramenta também irá contribuir com a melhoria contínua dos processos da Universidade em ensino, pesquisa e extensão”, explica Tomazzetti.

No momento, os dados dos cursos que participam da fase piloto na UFSCar estão sendo levantados para abastecer o sistema desenvolvido pelo Ceia, e a expectativa é que a ferramenta entre em funcionamento experimental no ano que vem.

Leave a Comment

Filed under Educação a distância, Graduação

CoG: Conselho debate processo de implantação do SIGA e destaca esforços das equipes da SIn e da ProGrad

A 58ª Reunião Ordinária do Conselho de Graduação (CoG) da UFSCar, realizada na última segunda-feira (14/3), apreciou o processo de implantação do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA).

Claudia Alvez de Souza Mello, Chefe do Departamento de Planejamento e Implantação de Sistemas (DePIS) da Secretaria Geral de Informática (SIn), e Rogério Jerônimo Gentil, do Departamento de Sistemas de Informação Administrativos da SIn, foram convidados para apresentar aos conselheiros os principais aspectos da implantação. A partir de uma retomada da história dos sistemas de gestão acadêmica da Universidade, foram destacados os problemas enfrentados com os sistemas anteriores e o processo de elaboração do SIGA, visando responder às demandas da Universidade. Em seguida, os conselheiros acompanharam as causas das dificuldades enfrentadas no início do ano e conheceram as medidas tomadas pela SIn, pela Divisão de Gestão e Registro Acadêmico (DiGRA) da Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad) e pela ProGrad como um todo, tanto para que os problemas identificados pelos usuários pudessem ser solucionados rapidamente, como para assegurar que as contribuições dos usuários integrassem a constituição do Sistema.

Foram destacados durante a reunião o enorme volume de informações processadas pelo SIGA e os desafios inerentes à implantação de novos sistemas, bem como os ganhos para a comunidade quando o processo estiver consolidado. Os conselheiros foram unânimes em destacar os esforços e parabenizar o trabalho das equipes da SIn e da DiGRA para responder aos usuários e solucionar os problemas. Eles puderam também esclarecer dúvidas sobre a utilização do Sistema e sugerir alterações para otimização do seu funcionamento.

Como a pauta da reunião não foi esgotada durante o encontro, uma segunda sessão foi marcada para esta segunda-feira (21/3), às 14 horas, no Anfiteatro da Reitoria. Na ocasião, serão apreciados os temas relativos à educação a distância, à minuta da resolução sobre o trote e ao Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

As pautas e relatos das últimas reuniões do CoG podem ser acompanhadas no Blog da Reitoria.

Comentários desativados em CoG: Conselho debate processo de implantação do SIGA e destaca esforços das equipes da SIn e da ProGrad

Filed under Conselhos, Graduação