Tag Archives: SEaD

Conselho Pleno da Andifes mobiliza reitores para ações com foco na pandemia da Covid-19 e apresenta projetos de internacionalização

Logo da Andifes

Reitora marcou presença na 140ª Reunião Extraordinária do Conselho Pleno da da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Divulgação)

A Reitora Ana Beatriz de Oliveira participou, no dia 8 de abril, da 140ª Reunião Extraordinária do Conselho Pleno da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que teve como temas principais a análise do momento atual da pandemia da Covid-19, a apresentação de projetos com foco em internacionalização e a discussão do orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) para 2021 com a participação de membros da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC).

A Reitora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Lúcia Campos Pellanda, e a Reitora Eleita da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Ethel Leonor Noia Maciel, apresentaram os números da pandemia no Brasil e no mundo, pontuando que o Brasil não adotou de forma rápida e efetiva as medidas sanitárias adequadas para enfrentar a pandemia (distanciamento social, testagem em massa, incentivo ao uso de máscaras de proteção, entre outros), o que resultou no cenário crítico atual.

Salientaram ainda que, nos países onde as estratégias sanitárias seguiram as orientações dos órgãos mundiais de saúde, a doença já está mais controlada. Diante disso e da previsão de continuidade do cenário crítico da pandemia no Brasil nos próximos meses, ficou definido que os reitores vão criar um grupo de trabalho para atuar na comunicação unificada entre todas as IFES em prol da propagação da informação de forma eficaz, clara e baseada na ciência, para informar e conscientizar a sociedade.

“Esse movimento se faz extremamente necessário neste momento tão grave da pandemia. Na UFSCar, já estamos trabalhando nesse sentido desde o início da nossa gestão, com o plano Vencendo a Covid-19, que já está implementando medidas eficazes para controlar a pandemia dentro da Universidade”, comentou a Reitora.

No que diz respeito à internacionalização, a professora da Secretaria Geral de Educação a Distância (SEaD) e coordenadora do Rede Andifes Nacional de Especialistas em Língua Estrangeira (IsF), Denise Martins de Abreu e Lima, apresentou a proposta do Curso de Especialização em Línguas Estrangeiras para Internacionalização em Rede, voltado para a formação de professores através de projetos de extensão e cursos de especialização para oferecer a proficiência linguística em sete idiomas.

Também foi apresentado o programa de Mobilidade Internacional Virtual, Destino: Brasil, que vai oferecer cursos de diferentes temas a estudantes de graduação, a fim de gerar o fortalecimento da internacionalização, novas parcerias e implementar um modelo de trabalho em rede. Ainda nessa temática, de mobilidade e trabalho em rede, foi anunciada a ampliação do número de universidades participantes do Programa Promover Andifes. A região Sudeste poderá incluir três universidades, o que será tema de debate entre as IFES da região.

O orçamento das IFES também foi tratado na reunião. A Secretaria de Educação Superior (SESu) destacou a expectativa para a sanção da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, que deve ocorrer nesta semana, e para o prazo de trinta dias para a publicação do Decreto de Programação Orçamentária e Financeira (DPOF), que viabiliza a execução do orçamento – inclusive as emendas parlamentares destinadas em anos anteriores e os recursos descentralizados. Até que isso ocorra, as IFES seguem trabalhando com medidas de contingenciamento financeiro.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Internacionalização

UFSCar participa de projeto piloto que utiliza inteligência artificial para reduzir a evasão no Ensino Superior

Logo Pró-Reitoria de Graduação

Pró-Reitoria de Graduação coordena o projeto na UFSCar (Divulgacão)

A UFSCar, através da Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad), é uma das seis Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) que participam de um projeto piloto que utiliza inteligência artificial como ferramenta para reduzir a evasão no Ensino Superior, o “Inteligência Artificial para Auxílio de Ações que Visam à Redução da Evasão no Ensino Superior”.

O projeto foi desenvolvido pelo Centro de Excelência em Inteligência Artificial (Ceia) da Universidade Federal de Goias (UFG), em parceria com a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC). A ação inclui também as Universidades Federais de Itajubá (UNIFEI), do Pampa (UNIPAMPA), do Pará (UFPA) e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

“Com essa iniciativa, damos um passo significativo para a modernização dos nossos processos, tão necessária no momento atual em que as atividades remotas ganharam protagonismo. Essa tecnologia fará muita diferença na redução da evasão, vai nos auxiliar a identificar o que motiva esse movimento e a aprimorar processos e outros pontos que eventualmente forem identificados pelo sistema”, comenta o Pró-Reitor de Graduação da UFSCar, Daniel Leiva.

Com o uso de tecnologias digitais, o projeto permite identificar, com antecedência, sinais comportamentais dos estudantes que indiquem uma possível evasão e, a partir disso, orientar ações preventivas e de apoio a serem realizadas pelos professores e demais profissionais envolvidos com os estudantes.

Dentre as ferramentas tecnológicas desenvolvidas pela UFG, estão a construção do modelo de inteligência artificial preditiva e a criação de assistente inteligente para comunicação com os alunos.

A partir de dados de comportamento, perfil e desempenho dos estudantes, a inteligência artificial é capaz de fazer um prognóstico do que vai acontecer em um futuro próximo, utilizando informações como notas, cursos, disciplinas, frequência, estágios, entre outras.

Com o prognóstico traçado, o assistente inteligente para comunicação é acionado e inicia um bate-papo virtual com o aluno para entender suas necessidades e problemáticas. Nesta fase experimental, participam do projeto na UFSCar os cursos de Ciência da Computação e Pedagogia do Campus São Carlos e o de Ciências Biológicas do Campus Araras.

Na UFSCar, o projeto é desenvolvido em parceria com a Secretaria Geral de Informática (SIn), que tem utilizado sua experiência interna no uso de tecnologia para redução da evasão neste projeto piloto, e coordenado pelas professoras Cleonice Maria Tomazzetti, do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas (DTPP) e Secretária Geral da Educação a Distância (SEaD), e Marcela Xavier Ribeiro, do Departamento de Computação (DC). As docentes explicam que as atividades tiveram início em 2020 com o levantamento de dados para traçar o perfil dos estudantes e os indicativos de evasão dos últimos dez anos.

“As informações dos cursos que são indicativas de evasão estarão em uma só plataforma, permitindo uma atuação ágil e precisa, pois, ao primeiro sinal de uma possível evasão, a coordenação do curso será notificada e vai entrar em contato com o estudante para entender o que está acontecendo com ele e dar o suporte necessário para que ele permaneça na Universidade. A ferramenta também irá contribuir com a melhoria contínua dos processos da Universidade em ensino, pesquisa e extensão”, explica Tomazzetti.

No momento, os dados dos cursos que participam da fase piloto na UFSCar estão sendo levantados para abastecer o sistema desenvolvido pelo Ceia, e a expectativa é que a ferramenta entre em funcionamento experimental no ano que vem.

Leave a Comment

Filed under Educação a distância, Graduação

Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad) intensifica ações para garantir a acessibilidade das pessoas com deficiência ao ensino e trabalho remoto

Logo Portal Acessibilidade

O GTI Acessibilidade trabalha na construção do Portal Acessibilidade UFSCar (Divulgação)

Com a proposta de assegurar a acessibilidade da comunidade universitária para realizar as atividades acadêmicas e do Ensino Não Presencial Emergencial (ENPE), a Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad) criou em 2020 o Grupo de Trabalho Interdisciplinar Acessibilidade (GTI Acessibilidade).

O grupo é multidisciplinar e conta com representantes de outras pró-reitorias, de todos os campi, departamentos, docentes e discentes das áreas de Ciências Humanas, Biológicas e Exatas, que realizaram um levantamento com as demandas dos estudantes autodeclarados pessoas com deficiência para identificar seus cursos, recursos, projetos e estágios, bem como as necessidades para o ENPE.

“A pandemia intensificou as ações remotas e nos mostrou como precisamos aprimorar nossas ferramentas para que todos, sem exceção, consigam realizar as tarefas para sua formação e trabalho. Com essa premissa, o GTI Acessibilidade tem levantado a demanda das áreas e desenvolvido inúmeras atividades para orientar a comunidade e criar mecanismos para garantir a acessibilidade de todos”, explica a Pró-Reitora Adjunta de Graduação, Luciana Cristina Salvatti Coutinho.

Alguns exemplos são os encontros virtuais da ProGrad com a Secretaria Geral de Educação a Distância (SEaD), com o tema “Promoção da Acessibilidade em período de atividades não presenciais”, voltado para os docentes; a formação de 21 bolsistas treinamento com foco em legislações específicas de acessibilidade, reserva de vagas, letramento digital, legendagem de vídeos, audiodescrição, entre outras.

“A partir dessa formação, os bolsistas elaboraram e adaptaram materiais acessíveis e legendaram as vídeo-aulas para docentes, e oferecem apoio constante aos estudantes com deficiência”, explica Eliana Marques Ribeiro Cruz, coordenadora do GTI Acessibilidade e pedagoga da Coordenadoria de Acompanhamento Acadêmico e Pedagógico para Estudantes (CAAPE/ProGrad).

O GTI também trabalha na construção do Portal Acessibilidade UFSCar, a ser implementado no próximo mês, que vai disponibilizar aos docentes, estudantes e técnicos administrativos recursos e suportes para o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Para as atividades deste ano do ENPE, o GTI Acessibilidade vai concentrar esforços na elaboração de vídeos institucionais acessíveis e na adaptação de edital virtual para o ingresso de reservas de vagas para pessoas com deficiência. Além disso, vai manter os serviços já realizados para o ENPE de 2020, como o apoio acadêmico aos estudantes no que diz respeito à adaptação de materiais e organização para o estudo; legendagem de vídeo-aulas e formação sobre acessibilidade no Ensino Superior para os integrantes do grupo e para os bolsistas.

Leave a Comment

Filed under Acesso à informação, Educação a distância, Graduação

Vice-Reitor recebe o Programa Idiomas sem Fronteiras

A parceria da UFSCar com o Programa IsF é principalmente para produção de vídeos que serão utilizados nas salas virtuais. Foto: Stela Martins (AECR/UFSCar)

O Vice-Reitor Walter Libardi recebeu na quinta-feira (30) representantes do IsF da UFSCar.
O Programa IsF tem parceria com a UFSCar, principalmente com a Secretaria de Ensino à Distância (SEaD), em projetos de elaboração de materiais didáticos e recursos virtuais para o Programa. Os vice-presidentes do Programa e o parceiro externo do Canadá, visitarão a SEaD para produzir vídeos introdutórios às salas virtuais do Programa.
O parceiro externo representa a organização Languages Canada que organiza a oferta de cursos de línguas para mais de 400 universidades e cursos livres de idiomas no Canadá
O Idiomas sem Fronteiras, também conhecido como IsF, é um programa criado pelo Governo Federal com o objetivo de estimular o estudo de línguas estrangeiras entre os estudantes brasileiros. Os cursos são promovidos gratuitamente, graças à parceria estabelecida com universidades em todo o país. O programa foi pensado para dar suporte à internacionalização do corpo acadêmico brasileiro. No entanto, também são oferecidos cursos que podem auxiliar aqueles que estão iniciando seus estudos da língua inglesa.
Participaram da reunião a Secretária Geral da Secretaria Geral de Informática – Sin, Cláudia Alves de Souza Mello, Profa. Dra. Denise Abreu e Lima (UFSCar) – Presidente do Programa Idiomas sem Fronteiras, Prof. Dr. Waldenor Moraes Filho – vice-presidente de Tecnologias e Ensino de Idiomas (docente da UFU), Profa. Dra. Eliane Navarro, Departamento de Letras, Sr. Gonzalo Peralta – diretor executivo da Languages Canada, organização parceira do Programa IsF junto ao MEC.

 

Leave a Comment

Filed under Educação a distância, Idiomas, Internacionalização

CoG: Conselho debate urgência de promover iniciativas de formação e conscientização sobre a prática do plágio

Em sua 62ª Reunião Ordinária, realizada no dia 8 de agosto, o Conselho de Graduação da UFSCar (CoG) empreendeu longa discussão sobre a necessidade de se promover na Universidade iniciativas de formação e conscientização sobre a prática do plágio. A discussão foi motivada pela apresentação dos resultados de comissão que averiguou denúncia de plágio por estudante de graduação e, para além do caso específico, as pessoas presentes destacaram que há um grande desconhecimento na Instituição sobre o que é o plágio.

Outra reflexão realizada na reunião foi sobre a declaração de objeção de consciência em relação a atividades de graduação envolvendo experimentação animal. O caso específico em questão foi encaminhado para a continuidade de um diálogo mediado entre estudante e coordenação do curso, mas também neste tema o Conselho indicou a necessidade de uma reflexão aprofundada que possa subsidiar futuras decisões institucionais. O CoG também aprovou norma relativa à possibilidade de uma recuperação adicional nos cursos de graduação na modalidade de educação a distância, a partir de estudos sobre dificuldades específicas da modalidade, e iniciou debate sobre denúncias relacionadas à reposição das atividades para estudantes que participaram do movimento grevista ocorrido no primeiro semestre.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Graduação