Tag Archives: Pró-Reitoria de Administração

Pró-Reitoria de Administração prioriza gestão integrada e segurança alimentar no Restaurante Universitário

Kit alimentos in natura

RU oferece, aos finais de semana, kits com alimentos frescos e de qualidade (Divulgação)

A segurança alimentar tem como propósito garantir o direito de todos e todas ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, e em quantidade suficiente, a partir de práticas alimentares promotoras da saúde, que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis. É a partir dessa estratégia que a Pró-Reitoria de Administração (ProAd) tem gerido o Restaurante Universitário (RU) em todos os campi da UFSCar.

Com uma governança de olhar multidimensional e multissetorial, o gerenciamento dos RUs tem sido feito de forma integrada através de parcerias com a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE), a equipe do RU, a Secretaria de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (Sgas), a Secretaria Geral de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade (SAADE), as Diretoria de Campus, entre outras unidades.

Luiz Manoel Almeida, Pró-Reitor de Administração Adjunto, explica que esse movimento já tem ocorrido e que será oficializado nas próximas semanas com a implementação da Rede Integrada de Segurança Alimentar (RISA), estruturada em cinco áreas temáticas: Integração dos Serviços Alimentares, Agricultura Familiar, Apoio a Eventos, Nutrição e Segurança Alimentar, Relações Institucionais.

“A segurança alimentar é nossa prioridade e já estamos atuando nessa estratégia que, a partir das áreas temáticas, vai nos permitir atuar de forma multicampi, assegurando a transparência e com processos padronizados. A gestão integrada permite uma rede de apoio para as ações operacionais, de infraestrutura e de uso de espaços públicos e as de sustentabilidade, acessibilidade e diversidade”, comentou.

A atuação em cinco áreas temáticas será o diferencial nessa administração do RU, permitindo a melhoria contínua dos serviços. A área de Integração dos Serviços Alimentares, por exemplo, vai padronizar as atividades das lanchonetes, dos serviços de food trucks e dos vendedores autônomos por meio de capacitação e normativas para a realização das atividades de forma segura.

No segmento de Nutrição e Segurança Alimentar, a capacitação e treinamento dos profissionais do RU é prioridade, por isso serão realizados minicursos regulares. A ideia é que esse cursos com foco em boas práticas alimentares sejam estendidos também para a comunidade.

A Agricultura Familiar estará presente nos alimentos adquiridos pelo RU e também em espaços de comercialização permanentes acessíveis para toda a comunidade.

Um exemplo importante da atuação multissetorial é a parceria da ProAd com a ProACE no oferecimento de refeições à comunidade universitária, principalmente para os estudantes que participaram dos programas de assistência estudantil, diante do desafiador cenário da pandemia e do corte orçamentário.

Além da oferta de marmitas que acontece desde o início da pandemia, o RU oferece, aos finais de semana, os kits com alimentos in natura, composto sempre por alimentos frescos, de qualidade e variados, atendendo também aos pedidos e preferências dos estudantes. Somam-se a isso a diminuição dos preços junto aos Restaurantes Universitários e o serviço de entrega de refeições para os estudantes bolsistas que residem fora dos campi.

“Atuamos para oferecer uma alimentação balanceada, com qualidade nutricional e dos produtos, variedade na oferta de refeições, atendendo aos pedidos e sugestões dos estudantes. Além de opções vegetarianas e veganas, criamos um prato de destaque da semana. Desde que essas medidas foram adotadas, o RU tem entregue 930 refeições por dia nos quatro campi, sempre seguindo todas as medidas sanitárias impostas pela pandemia”, explicou Rita de Cássia Oliveira Sant’Ana, nutricionista responsável pela fiscalização técnica dos RUs.

Quando houver o controle da pandemia de Covid-19 e a retomada das atividades presenciais na Universidade, a gestão irá atuar para tornar os RUs espaços ainda mais acessíveis e de convivência da comunidade interna, com a realização de atividades culturais e artísticas.

Leave a Comment

Filed under Infraestrutura, Saúde

Atualização sobre a questão orçamentária da UFSCar é destaque na 249ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário

Captura de tela de reunião

Reitora, Ana Beatriz de Oliveira, contextualizou sobre o cenário orçamentário e as mobilizações realizadas para sua recomposição (Reprodução)

O cenário orçamentário da UFSCar foi o ponto central do debate da 249ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário (ConsUni), que trouxe a atualização do orçamento de 2021 a partir da aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA). Assim como nas demais Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, a situação orçamentária na UFSCar é crítica, devido aos sucessivos cortes nos últimos anos.

O tema tem sido apresentado e compartilhado de forma transparente com a comunidade nos demais órgão colegiados, com destaque para o Conselho de Administração (CoAd) e Conselho de Assuntos Comunitários e Estudantis (CoACE), em que, além de serem apresentados os custos das atividades e o orçamento disponível, estão sendo deliberadas estratégias para enfrentar a indefinição e o enxugamento dos recursos.

A Reitora, Ana Beatriz de Oliveira, contextualizou como se deu a aprovação da LOA que resultou no corte orçamentário de 18% para as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) em 2021, alertando que, ainda sem justificativa por parte do Ministério da Educação (MEC), na UFSCar, o corte chega a 21%.

Em sua fala, Oliveira lembrou também que, do orçamento aprovado referente a despesas discricionárias e obrigatórias, 40% já foi liberado e empenhado e que, dos 60% restantes, cerca de 35% ainda permanecem bloqueados. “Diante dessa instabilidade fica difícil planejar de forma efetiva o orçamento e as ações estratégicas. Como temos falado, nosso compromisso neste momento é com a garantia do pagamento das bolsas e dos contratos que envolvem os prestadores de serviços”, disse.

A Reitora destacou o trabalho de mobilização que a gestão tem feito junto às Instituições Federais de Ensino Técnico e Superior do estado de São Paulo e a entidades externas, como a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), pela recomposição do orçamento de 2021, disponibilização imediata dos recursos aprovados na Lei Orçamentária de 2021 e liberação dos R$ 5 bilhões previstos para a Reserva de Contingência do Fundo Nacional de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (FNDCT), que, embora tenha sido publicamente anunciada pelo Ministério da Economia (ME), até o momento não foi disponibilizada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Esse movimento já resultou em reunião com parlamentares da bancada paulista no Congresso Nacional, que se somaram aos esforços dos reitores e reitoras, levando o tema ao Ministério da Educação, que se comprometeu a agendar uma reunião entre os dirigentes das instituições, parlamentares e o próprio MEC com o Ministério da Economia.

Além disso, a Reitora tem realizado encontros com parlamentares regionais em busca de apoio. “É evidente que a situação é crítica e já está impactando a Universidade e, por isso, a preocupação com uma possível inviabilidade das atividades é pertinente. Porém, reforço que estamos atuando de forma intensa para reverter esse cenário e temos avançado dando visibilidade ao tema e construindo caminhos com os parlamentares. Junto a isso, é fundamental o envolvimento de toda a comunidade universitária nesse movimento para assegurarmos o acesso e a permanência de todos e todas no Ensino Superior público, gratuito e de excelência, fundamental para a transformação social e o desenvolvimento científico e tecnológico do País”, evidenciou a Reitora.

A equipe da Pró-Reitoria de Administração (ProAd) explicou em detalhes como foi construída a previsão de orçamento da UFSCar para 2021, em especial para as verbas do Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) e para o funcionamento e manutenção das atividades da Universidade.

O orçamento total para o funcionamento e para o PNAES em 2021 é da ordem de R$ 41 milhões, sendo cerca de R$ 8 milhões para o PNAES e R$ 32 milhões para o funcionamento. Esse valor fica em média R$ 9 milhões abaixo do necessário para a Universidade custear suas atividades, orçadas na ordem de R$ 50 milhões, sendo cerca de R$ 10 milhões para o PNAES e R$ 39 milhões para as despesas fixas. O material apresentado na reunião com os detalhes das despesas e recursos pode ser conferido aqui.

Cabe ressaltar que o detalhamento das despesas ainda não contempla recursos a serem diretamente aplicados pelas Pró-Reitorias e também pelos Centros, uma vez que não há disponibilidade orçamentária neste momento. Havendo recomposição, a proposta de uso dos recursos será apresentada e deliberada pelos colegiados superiores.

Frente ao desafio imposto pelo corte de recursos, a equipe da ProAd destacou que está atuando para fazer o remanejamento dos custos, adequando-os ao orçamento disponível, a partir da readequação dos novos contratos de serviços que vão ser estabelecidos por demanda e por produtividade.

Além disso, seguindo a premissa da gestão de priorizar as pessoas, junto com a ProACE, foi possível, através do remanejamento, assegurar até o final do ano o pagamento das bolsas da ProACE e os serviços do Restaurante Universitário, priorizando a assistência aos estudantes em situação de vulnerabilidade.

Para evidenciar o seu comprometimento em reverter o quadro crítico de recursos, os conselheiros realizaram uma moção pela recomposição orçamentária, chamando a sociedade brasileira a se unir à luta em defesa de suas Instituições Federais de Ensino (link). As informações e reflexões sobre o orçamento discutidas na 247ª Reunião Ordinária do ConsUni podem ser conferidas no vídeo de gravação da reunião (do momento ao 49:51 ao 2:06:38).

Confira as matérias já publicadas sobre o Orçamento Anual 2021 até o momento:

Reitora se reúne com parlamentares de São Carlos e federais para apresentar gravidade do cenário orçamentário e solicitar apoio

UFSCar se une às IFES em mobilização com parlamentares da Bancada Paulista no Congresso Nacional em busca da recomposição do orçamento 2021

Informe sobre questão orçamentária marca 57ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração

Diante da falta de recursos, CoAd aprova critérios para priorização de pagamentos

CoACE aprova medidas emergenciais para assegurar ações de permanência e assistência estudantil no contexto do ENPE, da pandemia e de cortes no orçamento

ProACE apresenta estratégias para permanência estudantil no contexto de cortes de orçamento e da pandemia em reuniões com estudantes e departamentos da UFSCar

Desafios do orçamento para 2021 são apresentados na 56ª Reunião do Conselho de Administração (CoAd)

Andifes se manifesta sobre cortes de mais 18% no orçamento das universidades federais

Andifes mobiliza reitores e parlamentares pela defesa do orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Gestão

Reitora se reúne com parlamentares de São Carlos e federais para apresentar gravidade do cenário orçamentário e solicitar apoio

Um dos encontros da Reitora foi com o Deputado Federal, Carlos Zarattini

Um dos encontros da Reitora foi com o Deputado Federal, Carlos Zarattini (Analice Garcia)

A Reitora da UFSCar, Ana Beatriz de Oliveira, participou nesta sexta-feira (21/5) de encontros com diversos parlamentares para falar sobre a crítica situação orçamentária das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) em 2021, com corte de 18% no orçamento, que se agrava na UFSCar, onde a redução chega a 21%, e para solicitar o apoio para que se unam à mobilização em defesa da Educação, da Ciência e Tecnologia.

“Seguimos em articulação para recompor o orçamento aos patamares de 2020 (na ordem de R$1 bilhão para todas as IFES) para que possamos assegurar as atividades de ensino, pesquisa e extensão e os programas de assistência estudantil. Para isso, é fundamental o apoio dos parlamentares para dar visibilidade a essa luta e para que se somem aos nossos esforços, a fim de garantir o acesso e a permanência de todos e todas ao Ensino Superior público, gratuito e de excelência, fundamental para a transformação social e o desenvolvimento científico e tecnológico do País”, disse Oliveira.

Acompanhada do Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis, Djalma Ribeiro Junior, e do Pró-Reitor de Administração Adjunto, Luiz Manoel Almeida, a Reitora se reuniu com o vereador de São Carlos Djalma Nery e o deputado federal Ivan Valente, ambos do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). No encontro, os dirigentes da UFSCar detalharam o grande desafio para garantir a viabilidade dos projetos de assistência e permanência estudantil diante do corte de cerca de R$ 2 milhões de recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES), nos dois últimos anos.

Oliveira também esteve com o deputado federal Carlos Zarattini e a vereadora de Araraquara, Thainara Faria, ambos do Partido dos Trabalhadores (PT), e com a vereadora Raquel Auxiliadora, também do PT, na live semanal da parlamentar, que trouxe um panorama da situação da UFSCar.

Os parlamentares se colocaram à disposição da Universidade e se comprometeram a acompanhar o tema de perto para traçar novas estratégias em conjunto. O deputado Ivan Valente salientou que vai abordar o assunto na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados para que haja uma audiência pública sobre o tema. Além disso, se comprometeu em apoiar projetos com foco na assistência estudantil.

Zarattini destacou que assim que a Comissão de Orçamento 2021 for instituída na Câmara, da qual ele fará parte, vai pautar o assunto para ser debatido e traçar estratégias para recomposição dos recursos, sendo uma delas a articulação com o Ministério da Economia.

No dia 13/5, os reitores das IFES estiveram com a Bancada Paulista no Congresso Nacional e, fruto desses esforços, conseguiram agendar audiência com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, para a próxima terça-feira (25/5), para solicitar a elaboração de um Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN) para a recomposição do orçamento de 2021 das universidades e institutos federais e solicitar a disponibilização imediata dos recursos aprovados na Lei Orçamentária de 2021 para viabilizar a execução das atividades.

Leave a Comment

Filed under Gestão

Informe sobre questão orçamentária marca 57ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração

Imagem da 57ª reunião do CoAd

Dirigente compartilhou com o conselho as mobilizações concretizadas para reverter a gravidade do cenário (Reprodução)

A 57ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (CoAd) da UFSCar, realizada na última sexta-feira (14/5), foi iniciada com informes sobre a questão orçamentária. A Reitora Ana Beatriz de Oliveira recuperou o cenário de corte orçamentário enfrentado pela Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) em 2021. No sistema como um todo, o valor caiu 18% na comparação com o ano passado e, na UFSCar, o corte chega a 21%.

A dirigente compartilhou com o Conselho as mobilizações concretizadas para reverter esse cenário, com destaque para reunião realizada na última quinta-feira (13/5) com parlamentares da Bancada Paulista, solicitando apoio junto ao Ministério da Educação (MEC) para recompor o orçamento e garantir o pleno funcionamento das atividades administrativas e de ensino, pesquisa e extensão das universidades e institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia. A mensagem da Reitora sobre orçamento (do minuto 5:22 ao 25:20) pode ser conferida no vídeo da gravação da reunião.

Oliveira lembrou que do orçamento aprovado, 60% do total (referente a despesas discricionárias e obrigatórias) estava bloqueado até a manhã da última sexta-feira, quando o Ministério da Economia (ME) liberou mais um aporte desse percentual, permanecendo 35% ainda bloqueado.

“Como temos abordado frequentemente nos órgãos colegiados, o cenário é crítico pelo corte nos recursos, que se tornam ainda mais inviáveis para o custeio das despesas da Universidade no caso do retorno de parte das atividades presenciais ainda em 2021, e também pela imprevisibilidade por parte do Governo nas liberações desses valores bloqueados”, explicou Oliveira.

Ela destacou que o movimento dos reitores e reitoras pede a recomposição do orçamento das IFES para os patamares de 2020, com complementação na ordem de R$ 1 bilhão, bem como a liberação dos R$ 5 bilhões previstos no Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), que, embora publicamente anunciada pelo Ministério da Economia, até o momento não foi disponibilizada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

O CoAd realizou, a partir dessa apresentação inicial, manifestação pública sobre a gravidade da situação e pela recomposição orçamentária.

A 57ª Reunião também deliberou e aprovou itens de reestruturação organizacional. Um deles foi a alteração da nomenclatura do Departamento de Gestão de Suprimentos da ProAd para Coordenadoria de Suprimentos e Logística (CSLog), medida que possibilita adequar a forma de trabalho para que seja feita em rede e uniformizada. A mudança valoriza os processos e favorece a gestão multicampi, segundo os responsáveis pela proposta.
Foi aprovado também o relatório final elaborado pela Secretaria Geral de Informática (SIn) referente aos recursos da ANSP para expansão da cobertura da rede sem fio da UFSCar, para atingir cobertura completa da rede, em todos os prédios da instituição em todos os campi.
Outros itens incluíram homologações de adesão de profissionais aos programas de Docência Voluntária, de Professor Sênior e de Técnico-Voluntário e de novos membros a comissões e conselho e aquisição de material permanente junto à FAI.UFSCar. A documentação referente à 57ª Reunião Ordinária do CoAd está disponível na página da Secretaria dos Órgãos Colegiados (SOC).

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Gestão

100 dias de gestão: Pró-Reitoria de Administração e Hospital Universitário apresentam balanço dos projetos colocados em prática no início da gestão

Captura de Tela ProAd

Gestores da ProAd e do HU falam sobre como tem atuado frente os desafios de orçamento, no caso da ProAd, e no sanitário, no caso do HU (Reprodução)

Os 100 primeiros dias de gestão da nova equipe da Administração Superior da UFSCar foram marcados por desafios, conquistas e, principalmente, pela transparência e pelo comprometimento com o programa de gestão e diálogo constante com a comunidade universitária.

O balanço desses 100 dias foi apresentado pela equipe no “Na Pauta #11”, programa semanal realizado pela equipe de Comunicação da UFSCar. Para que toda a comunidade fique por dentro do que foi apresentado, estamos divulgando uma série de matérias sobre as atividades das Pró-Reitorias, direção de Campus e do Hospital Universitário nestes 100 dias. Nesta, evidenciaremos as ações da Pró-Reitoria de Administração (ProAd) e do Hospital Universitário (HU).

Pró-Reitoria de Administração
A crise orçamentária e financeira, devido aos cortes e indefinições no orçamento que afetam todas as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), tem sido o grande desafio da ProAd nestes primeiros meses. Para enfrentar esse momento, a Pró-Reitoria tem atuado fortemente na gestão de crises e com uma rede interna colaborativa.

O compromisso com a transparência e com o diálogo com toda a comunidade, nestes 100 dias, tem sido colocado em prática por meio de reuniões frequentes com os departamentos e unidades e da apresentação nas reuniões do Conselho de Administração (CoAd) do cenário orçamentário e financeiro da UFSCar.

“Criamos um comitê multicampi consultivo e estabelecemos frentes de trabalho que envolvem reuniões com as empresas para a manutenção de serviços e negociações com empresas para que, neste cenário de incerteza, possamos manter os contratos com as empresas prestadoras de serviços e as bolsas da assistência estudantil. Nossa prioridade é a manutenção de vidas e empregos e é, com base nisso, que estamos tomando as decisões de forma conjunta e transparente com a comunidade”, destacou a Pró-Reitora de Administração, Edna Hércules Augusto.

Outros avanços da ProAd apresentados no programa “Na Pauta #11” (do momento 1:34:32 a 2:30:52) pela Pró-Reitora e pelo Pró-Reitor Adjunto, Luiz Manoel Almeida, foram a implementação da Rede ProAd UFSCar e do Comitê Gestor do Restaurante Universitário (RU), que vai atuar na formatação do novo contrato com base nos diferentes momentos da pandemia e de retomada presencial, na melhoria dos cardápios, na presença de alimentos da agricultura familiar e de ações de sustentabilidade e acessibilidade para transformar os RUs em espaços de convivência e integração.

Prezando pela transparência e atuação participativa, a ProAd implementou também a Comissão de Planejamento de Aquisição de Bens e Contratação de Serviços (CoPAC), que reúne representantes de diversas unidades e campi em grupos de trabalho estratégicos para a atuação em temas como gestão e fiscalização de contratos e melhoria nos fluxos internos.

Hospital Universitário
Foram muitos os avanços do Hospital Universitário (HU) nestes 100 primeiros dias, entre os quais, estão incluídos a ampliação da oferta de serviços, o fortalecimento do ensino, da pesquisa e da extensão e uma gestão focada na eficiência e sustentabilidade.

Em sua participação na edição especial do “Na Pauta” (do momento 1:28:05 a 1:34:30), o Superintende do HU, Fábio Fernandes Neves, contou sobre o importante papel do HU no suporte para a rede municipal de Saúde de São Carlos no enfrentamento da pandemia, por meio do acolhimento e tratamento de pacientes, o que foi possível a partir da ampliação de dez para 18 leitos de terapia intensiva para a Covid-19.

“O HU está empenhado em auxiliar o sistema da Saúde de São Carlos e essa ampliação é fruto do esforço e dedicação de toda equipe pela sua eficiência e competência técnica, aliadas a leitos de excelente qualidade, o que resulta nos baixos índices de mortalidade que temos alcançado “, comentou Neves.

Outro esforço da gestão do HU está na mobilização, junto ao Ministério da Educação (MEC), para conseguir 125 novos profissionais para viabilizar o projeto do Centro Cirúrgico, da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e do Laboratório e Agência Transfusional, que foram inaugurados, mas não viabilizados.

No que diz respeito ao fortalecimento do ensino, pesquisa e extensão, o HU submeteu ao MEC um pedido de uma nova residência médica em Pediatria, através de um processo seletivo da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), e aguarda a chamada para outras duas residências multiprofissionais.

O HU também está trabalhando para, ainda este ano, aderir à rede nacional de Pesquisa Clínica da Ebserh, junto a 48 hospitais que, a partir do cadastro dos pesquisadores da UFSCar, comporão um banco de dados, possibilitando pesquisa em rede nacional.

No Diário da Reitora é possível conhecer o balanço apresentado pelo Gabinete da Reitoria e pelas Pró-Reitorias de Graduação e de Pós-Graduação, de Pesquisa e de Extensão e de Gestão de Pessoas e Assuntos Comunitários e Estudantis. O “Na Pauta #11”, edição especial, pode ser conferido, na íntegra, nos canais UFSCar Oficial no Facebook e YouTube.

Leave a Comment

Filed under Infraestrutura, Saúde