Tag Archives: Plano Nacional de Assistência Estudantil

UFSCar aprova criação de programa de fomento à assistência estudantil com apoio da FAI

Fachada moradia estudantil

Programa vai possibilitar recursos para custeio de moradia e demais necessidades dos estudantes (Divulgação)

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) vai criar um novo programa de fomento à permanência estudantil, que receberá doações recursos financeiros destinados ao custeio de moradia, alimentação, transporte, dentre outras necessidades de estudantes em situação de vulnerabilidade. A iniciativa, aprovada pelo Conselho Universitário (ConsUni) em reunião no dia 1º de abril, será concretizada pela Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAI-UFSCar) e surge em um contexto de cortes nos recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) e de agravamento das condições de vulnerabilidade diante da pandemia de Covid-19.

“Desde que assumimos a gestão da UFSCar temos discutido sistematicamente a questão do direito à permanência estudantil. É nosso compromisso. Queremos garantir que todos que tenham acesso ao Ensino Superior público concluam sua formação. Não adianta democratizar a entrada sem garantir a permanência, que é um direito. Este é um momento histórico para a Instituição. Doar nesta hora de calamidade significa investir no desenvolvimento do País”, ressaltou a Reitora da UFSCar, Ana Beatriz Oliveira, na reunião do ConsUni, na qual o projeto foi aprovado por unanimidade.

Os recursos para o programa de fomento devem vir da contribuição de pessoas físicas e jurídicas. A distribuição será feita por meio de editais, com critérios e procedimentos de análise socioeconômica. A captação dos investimentos será feita pela FAI, mas um comitê no Conselho de Assuntos Comunitários e Estudantis (CoACE) da UFSCar deve ser o responsável por definir e acompanhar as ações a serem concretizadas com as doações captadas.

O Diretor Executivo da FAI, Targino de Araújo Filho, explicou que serão buscados parceiros interna e externamente à Universidade, com prospecção de empresas e convite a ex-alunos que se formaram na Universidade e agora podem apoiar quem busca concluir o Ensino Superior. “A UFSCar tem tradição em ações afirmativas e a assistência estudantil é inegociável. É um momento muito importante, em que a gente apela à solidariedade das pessoas. A solidariedade precisa vencer. Vamos trabalhar de forma transparente, com medidas de controle e acompanhamento de receitas e despesas”, garantiu Araújo Filho, que foi Reitor da UFSCar entre 2008 e 2016.

Atualmente, mais de duas mil pessoas, estudantes de graduação, recebem algum tipo de apoio da UFSCar para permanecer estudando, o que representa cerca de 14% do total de estudantes. A Universidade investe, por mês, aproximadamente R$ 900 mil em bolsas, auxílios e pagamento de aluguéis e gás de cozinha para as moradias estudantis. Contudo, desde janeiro de 2021, tem recebido cerca de R$ 700 mil em recursos do PNAES.

No total, em 2021, a UFSCar deve receber do PNAES pouco mais de R$ 8,3 milhões. O valor é R$ 2,2 milhões menor quando comparado a 2019. “O pagamento das bolsas e auxílios tem sido possível, até o momento, por conta de saldos do exercício passado e de complementação de recursos de outra fonte do orçamento”, alerta Djalma Ribeiro Junior, Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis. Um detalhamento das estratégias emergenciais adotadas pode ser conferido em matéria publicada no Diário da Reitoria.

Compromisso
Considerando todo o cenário, representantes discentes presentes à reunião do ConsUni fizeram manifestações enfáticas na reunião. Lembraram, sobretudo, que a assistência estudantil é um direito e não, portanto, um favor, afirmando que o momento é de desespero e que já há estudantes abandonando os estudos por causa de piora em sua situação socioeconômica. Reconheceram, de outro lado, a reação da UFSCar no sentido de priorizar a assistência estudantil.

Com o novo programa de fomento, a expectativa é que também seja possível destinar recursos para pós-graduandos. Na reunião, Rodrigo Constante Martins, Pró-Reitor de Pós-Graduação, caracterizou o momento como crítico para a área. No seu relato, registrou que bolsas cortadas em 2018 pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) estão sendo efetivamente recolhidas a partir de agora e que, até 2023, a UFSCar deve perder mais de 30% do total de bolsas de pós-graduação. Além disso, o Pró-Reitor lembrou que a expectativa é que, até o fim de 2022, todos os programas de pós-graduação tenham implementado ações afirmativas, o que deve aumentar o número de estudantes em situação de vulnerabilidade.

Neste sentido, o Pró-Reitor de Assuntos Comunitários Estudantis esclareceu que o novo programa de fomento surge no contexto da pandemia mas não tem prazo para acabar. “A ideia é que o programa se sustente dentro da UFSCar. Temos de garantir os direitos que o Governo não tem garantido. Agora, vamos poder aumentar o número de pessoas que podem participar do Programa de Permanência Estudantil. Isso não é caridade, é uma forma de ter uma sociedade melhor”, defendeu.

Informações sobre como doar no âmbito Programa de Fomento à Permanência Estudantil da UFSCar serão divulgadas em breve, mas o contato de pessoas interessadas ou eventuais dúvidas já podem ser encaminhadas para o e-mail: marcelo.garzon@fai.ufscar.br.

Pioneirismo
O compromisso da UFSCar com a democratização do acesso à Educação Superior e a garantia de permanência está inscrito na história da Instituição. A Universidade foi pioneira em políticas de permanência estudantil, oferecendo oportunidades desde muito antes do decreto de 2010 que instituiu o PNAES. Além disso, desde 2007 a Universidade mantém o seu Programa de Ações Afirmativas, ou seja, cinco anos antes da lei federal que instituiu a reserva de vagas para pessoas negras, indígenas e, mais tarde, de pessoas com deficiência, de escolas públicas e em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Leave a Comment

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis, Permanência

ProACE: Censo da Moradia Estudantil orienta políticas de assistência estudantil da UFSCar

A Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE) da UFSCar realizou no ano passado o primeiro Censo da Moradia Estudantil no Campus São Carlos. Foram distribuídos 555 questionários nos 72 apartamentos da Moradia, e foi alocada uma urna para que os estudantes depositassem seus questionários anonimamente. As questões abordaram saúde, convivência, vida acadêmica, vida familiar e social, permitindo respostas de avaliação em escala e espaço para justificativas. Com 212 questionários respondidos, a equipe do Departamento de Serviço Social (DeSS) da ProACE analisou os resultados, que apontam acertos e fragilidades, orientando a formulação das políticas de assistência estudantil da Universidade, e, mais especificamente, a atenção ao público da Moradia interna.

Além de características como faixa etária dos moradores, cidade de origem, condições de saúde e prática de atividades físicas, o questionário buscou verificar a satisfação dos estudantes com diferentes aspectos da vida na Universidade. A convivência com moradores de outros apartamentos é boa ou ótima para 71%, e com moradores do próprio apartamento é boa ou ótima para 86% dos respondentes. Os serviços da ProACE foram avaliados como adequados ou razoáveis por 83% dos participantes. Quando questionados sobre o interesse em receber a Bolsa Espécie – auxílio em dinheiro pago em substituição à vaga na Moradia –, 54% dos estudantes respondeu não ter interesse, 12% afirmou o interesse e 34% disse talvez ter interesse. Entre os motivos apontados nas respostas negativas estão a praticidade de morar dentro da Universidade, facilidade de locomoção, satisfação com a Moradia e convívio com colegas. Nas respostas positivas para o interesse, foram indicados pontos como privacidade e conforto.

Para a Pró-Reitora Adjunta de Assuntos Comunitários e Estudantis, Maria Aparecida Mello, o primeiro Censo fornece um rico material para a ProACE, que tem a oportunidade de conhecer a Moradia Estudantil a partir da perspectiva de seus habitantes. “Elaboramos esse questionário com a intenção de olhar para a Moradia Estudantil pelo olhar dos estudantes, para entender suas percepções e aprimorar a relação que temos entre ProACE e estudantes. Buscamos relacionar a vida na Moradia com a vida acadêmica, social, condições de saúde e outros aspectos que são importantes para que conheçamos quem é o público alvo de nossas ações. A partir dessa medida de satisfação dos estudantes, temos mais um suporte para orientar nossas políticas e, também, para planejar mudanças que por vezes são simples e podem contribuir bastante para a qualidade de vida do estudante. Este foi um projeto piloto, e os resultados nos apontam onde precisamos melhorar até mesmo na aplicação do questionário”, avalia Mello. O questionário voltará a ser distribuído neste ano, após a consolidação da ocupação das vagas, e a expectativa é de que se crie uma série histórica, permitindo a avaliação da trajetória das percepções dos estudantes.

Comentários desativados em ProACE: Censo da Moradia Estudantil orienta políticas de assistência estudantil da UFSCar

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis

Inauguração do Departamento de Assuntos Comunitários e Estudantis no Campus Sorocaba marca consolidação dos serviços prestados

Foi inaugurado na manhã da última quinta-feira (27/3) o edifício do Departamento de Assuntos Comunitários e Estudantis do Campus Sorocaba (DeACE-Sor). Vinculado à Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE), o DeACE-Sor está agora localizado em frente à quadra esportiva. O edifício possui cerca de 400 m2 e conta com salas de atendimento médico e psicológico, além de salas para apoio administrativo da unidade, que compreende também a Seção de Moradia e a Administração do Restaurante Universitário do Campus.

O Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis, Geraldo Costa Dias Júnior, manifestou sua satisfação com o novo espaço, o trabalho da equipe e as expectativas de constante melhora no atendimento à saúde dos estudantes e servidores. “O nosso trabalho é para que esse edifício nos estimule a estabelecer novos parâmetros para a assistência comunitária e estudantil no Campus e para que estejamos sempre aprimorando nossas políticas e serviços. A qualidade da permanência na Universidade é o nosso objetivo maior, e é por isso que tenho muito orgulho e satisfação de trabalhar com essa equipe tão empenhada”, salientou o Pró-Reitor.

Na inauguração, chefe do DeACE-Sor relembrou história da assistência estudantil no Campus até este momento, que marca a consolidação da estrutura de atendimento (Foto: Beatriz Maia - AECR/UFSCar)

Continue reading

Comentários desativados em Inauguração do Departamento de Assuntos Comunitários e Estudantis no Campus Sorocaba marca consolidação dos serviços prestados

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis