Tag Archives: ConsUni

Conselho Universitário (ConsUni) realiza Reunião Extraordinária no dia 21/1

O Conselho Universitário (ConsUni) realiza na próxima sexta-feira (21/1) às 9 horas Reunião Extraordinária que irá abordar temas no âmbito  do ‘Vencendo a Covid-19″, plano da UFSCar para o enfrentamento da pandemia, como o cenário epidemiológico atual e o Plano de Retomada das Atividades Presenciais.  A reunião será transmitida ao vivo pelo canal UFSCar Oficial no YouTube.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, COVID-19

Grupo Gestor da Barragem do Monjolinho apresenta ao ConsUni proposta para renaturalização da área do Lago no Campus São Carlos

Imagem da Reitora, Ana Beatriz de Oliveira no googlemeet

Tema foi abordado pela primeira vez na reunião do Conselho Universitário (Reprodução)

Na última segunda-feira (6/12), o Grupo Gestor da Barragem do Monjolinho apresentou em detalhes ao Conselho Universitário (ConsUni) da UFSCar a situação crítica em que se encontra o Lago no Campus São Carlos da Universidade e, a partir de estudos e debates iniciados ainda em 2018, compartilhou proposta de descomissionamento (remoção) da barragem que retem as águas do Rio Monjolinho, formando o Lago, e renaturalização da área.

A barragem do Rio Monjolinho é bastante antiga, estimando-se sua construção entre os anos de 1970 a 1974. Ela é monitorada pela Defesa Civil de São Carlos desde 2013, quando a água passou por cima da barragem em momento de altos índices de precipitação (chuva). Em 2017, a partir de vistoria de técnicos de Segurança Pública e Defesa Civil do Município, foi identificada alta vulnerabilidade da barragem, motivando desde então diversas ações de mitigação de riscos, como a interrupção do tráfego de veículos no local e a diminuição do volume de água represada. O Ministério Público também passou a acompanhar a situação.

Na reunião do ConsUni, a Reitora da UFSCar, Ana Beatriz de Oliveira, recuperou este histórico, situando como o problema se tornou ainda mais complexo a partir de setembro de 2020, com a publicação, motivada pelos desastres nas barragens de Mariana (em 2015) e Brumadinho (2019), da Lei de Segurança de Barragens (Lei nº 14.066), que aumentou significativamente o rigor e as exigências apresentadas a gestores de barragens não só de rejeitos, mas também de água, como é o caso da Universidade. O histórico foi complementando por Walter Libardi, ex-Vice-Reitor da UFSCar e coordenador anterior do Grupo Gestor, presente à reunião.

A Reitora também listou as providências tomadas na atual gestão, com recomposição do Grupo Gestor – mantendo integrantes da formação anterior e incorporando os gestores atuais – e realização de novos estudos, planejamentos e aproximação com a Prefeitura Municipal de São Carlos, o Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE, órgão estadual responsável pela fiscalização da barragem) e outros atores envolvidos visando encontrar a melhor estratégia para equacionamento da situação.

“Sabemos que a complexidade do tema é alta e de extrema importância do ponto de vista ambiental e, desde o início da gestão, temos atuado, a partir do Grupo, para pensar na melhor estratégia para obtermos avanços concretos. A partir dos estudos e debates realizados internamente e com os representantes dos órgãos públicos, e das dificuldades orçamentárias para viabilizar a construção e a manutenção permanente de novo barramento de acordo com a nova legislação, trazemos o tema pela primeira vez ao Conselho para que todos estejam cientes do assunto e para que juntos possamos pensar na estratégia mais adequada para a Universidade”, afirmou a Reitora.

Silvia Claudia Semensato Povinelli, integrante do Grupo Gestor especializada na análise de riscos e segurança em recursos hídricos, apresentou detalhes da nova legislação e as obrigações da entidade responsável pela barragem. Um importante ponto destacado é que, segundo os critérios de classificação de barragens por categorias de risco, a barragem do Monjolinho é classificada com alto risco de dano potencial associado, já que, apesar de não ser barragem de rejeitos e/ou abrigar grande volume de água, apresenta grande circulação de pessoas no entorno, presença de rodovias e de empresas/indústrias, além das edificações da própria Universidade. Como essa situação não é passível de modificação – diferentemente daquelas passíveis de serem sanadas por ações de manutenção –, as exigências para a Universidade sempre serão elevadas e, assim, exigirão altíssimos investimentos em termos de recursos financeiros e pessoal especializado.

“As exigências são inúmeras e, para manter a barragem atual ou construir uma nova, conforme o projeto desenvolvido em 2014, antes da atualização da lei, a Universidade teria de, por exemplo, ter uma equipe especializada em barragem, um plano de segurança específico para barragem e outro de ação emergencial. Entendemos que esse não é o propósito da Universidade, e além disso teria um custo permanente de manutenção muito elevado”, explicou Povinelli.

Diante desse cenário, o Grupo formulou então a alternativa de descomissionamento da barragem e retomada do curso natural do Rio Monjolinho, apresentando ao Conselho inclusive exemplos já concretizados em outros locais de projetos classificados como “soluções baseadas na Natureza”. Assim, a proposta é realizar processo de renaturalização da área, que pode acarretar grandes vantagens ao meio ambiente e, ao mesmo tempo, às próprias opções de descanso e lazer da comunidade universitária, além da grande redução de riscos e custos envolvidos.

Ao apresentar a proposta, Sérgio Henrique Vannucchi Leme de Mattos, docente do Departamento de Hidrobiologia (DHb) e também integrante do Grupo Gestor, destacou que a renaturalização poderá promover novos serviços ecossistêmicos, bem como abrigar iniciativas culturais, por exemplo. A expectativa, a partir deste primeiro debate no ConsUni, é que o projeto seja pensado de forma a seguir permitindo a realização de atividades de ensino e pesquisa voltadas ao estudo da ecologia aquática, além de gerar nova fonte de aprendizagem a partir do processo de renaturalização em si.

Presente na reunião, Noboru Minei, Diretor do Centro Tecnológico de Hidráulica e Recursos Hídricos do DAEE, informou que o processo de descomissionamento de barragens ainda está sendo estruturado e que, uma vez que a UFSCar implemente o seu, deve se tornar um estudo de caso e referência para novos processos que devem ocorrer no estado de São Paulo e, também, no País.

A partir dos pontos apresentados, ficou definido que a proposta de renaturalização, como alternativa à manutenção da barragem, será levada aos Centros para que possa ser amplamente debatida e posteriormente deliberada em uma nova reunião do ConsUni. A Reitora também informou aos conselheiros que outros campi da UFSCar também possuem barramentos, que deverão ser objeto de estudos de segurança.

– A gravação da reunião está disponível no canal UFSCar Oficial no YouTube. Assista!

Confira aqui a apresentação da Reitora da UFSCar, que recuperou o histórico da situação

Confira aqui a apresentação sobre a legislação aplicável à Barragem do Monjolinho

Confira aqui a apresentação sobre a alternativa de renaturalização da área

 

Leave a Comment

Filed under Espaço físico, Gestão, Infraestrutura

Vencendo a Covid-19 – Fase 1: ConsUni define detalhamento da Fase 1 de retomada das atividades presenciais

Logo Vencendo a Covid-19

Fase 1 do Planto de Retomada já está em vigor (Arte: CCS/UFSCar)

O Conselho Universitário (ConsUni) da UFSCar debateu e aprovou na última sexta-feira (26/11) o detalhamento da Fase 1 do Plano de Retomada das Atividades Presenciais (Resolução ConsUni nº 52). Com isso, a Fase 1 já está em vigor, permitindo a realização presencial de atividades de ensino prático – incluindo todos os tipos de estágio e práticas profissionais – e atividades de pesquisa em laboratório sem a participação de pessoas sem vínculo direto com a UFSCar. O documento aprovado, que contempla as atividades da Fase 1 e as medidas de biossegurança a serem adotadas, está disponível na página da Secretaria dos Órgãos Colegiados (SOC).

As diretrizes aprovadas indicam as medidas gerais de biossegurança, de vigilância epidemiológica e os procedimentos para os planos de contingência. Com base na proposta original, apresentada pelo Comitê Gestor da Pandemia (CGP), e nas sugestões colocadas na reunião do ConsUni que aprovou o avanço para a Fase 1, a Administração Superior da Universidade trabalhou na construção de uma proposta alternativa, a partir também de consultas ao Núcleo Executivo de Vigilância em Saúde (NEVS) e a outras universidades federais.

Assim, por exemplo, incluiu-se no item sobre o uso obrigatório de máscara os modelos KN95 e cirúrgica, além das já aprovadas N95 e PFF2, bem como registrou-se o compromisso da Universidade em garantir o fornecimento, pelo menos da máscara cirúrgica, para as atividades presenciais de ensino de graduação.

Outro ponto alterado, a partir do debate e da consulta às demais universidades, foi o da exigência de quarentena a pesquisadores, estudantes e palestrantes de outros países, ficando válido o cumprimento dos protocolos estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), conforme o país de origem do visitante.

Em nova mensagem à Comunidade UFSCar, a Reitora, Ana Beatriz de Oliveira, fala sobre a importância do envolvimento na construção das soluções, bem como na responsabilidade de cada um para que o plano seja executado com sucesso, preservando a segurança e a saúde física e mental de todas as pessoas. Assista aqui.

Com a Fase 1, passam a ser adotados novos procedimentos para os planos de contingência, que serão padronizados por ambientes (e não mais por atividades). A Comissão de Retorno dos Espaços Físicos da UFSCar, com a colaboração dos servidores envolvidos nas atividades presenciais, irá elaborar os planos para cada ambiente, que serão encaminhados aos responsáveis, como coordenadores de laboratórios, chefias de departamentos, diretores de centro e coordenadores de cursos.

Para elaborar e distribuir os planos, a Comissão já iniciou visitas presenciais aos espaços, para definir como será a sua adaptação e o fluxo para garantir a ventilação, o distanciamento físico e a aplicação das medidas de higiene e biossegurança. O grupo já visitou os campi Sorocaba, Araras e Lagoa do Sino e, nesta semana, realiza visitas em São Carlos.

Todas as medidas aprovadas estão no documento disponível na página da SOC e serão detalhadas em comunicados ao longo das próximas semanas. Nesta terça-feira, 30/11, a Vice-Reitora, Maria de Jesus Dutra dos Reis, e a Secretária Geral de Espaços Físicos, Luciana Márcia Gonçalves, participam do programa Na Pauta, transmitido a partir das 14h15 nos canais UFSCar Oficial no Facebook e YouTube, para apresentar em detalhes as diretrizes da Fase 1, especialmente aquelas relacionadas à organização dos espaços físicos. Toda a comunidade universitária está convidada a assistir e participar.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, COVID-19

Aberto edital para a escolha de representantes discentes para os conselhos superiores

Estão abertos os editais para o processo de escolha dos representantes discentes (graduação e pós-graduação) para os órgãos colegiados da Universidade – Conselho Universitário (ConsUni), Conselho de Administração (CoAd), Conselho de Pesquisa (CoPq), Conselho de Extensão (CoEx), Conselho de Assuntos Comunitários e Estudantis (CoACE) e Conselho de Pós-Graduação (CoPG).

Dentre as principais datas do processo eleitoral estão o período de inscrição dos candidatos, entre 8/11 e até às 18 horas do dia 11/11; a divulgação do candidatos em 12/11; a divulgação da lista de candidatos e votantes até às 23h59 do dia 16/11; o período da consulta eleitoral entre às 12 horas do dia 18/11 e às 13h59 do dia 22/11 e a divulgação dos candidatos eleitos em 24/11.

Os editais dos conselhos foram aprovados na 254ª Reunião Ordinária do ConsUni, a partir do trabalho desenvolvido pela Comissão Eleitoral, designada pelos Atos Administrativos ConsUni nº 161, 162 e 163.

A Presidente da Comissão Eleitoral, Flavia Bezerra de Menezes Hirata-Vale, docente do Departamento de Letras (DL), informa que a modificação mais substancial proposta pela Comissão, em relação aos editais anteriores, é referente à quantidade de vagas e à sua forma de preenchimento. A proposta apresentada é que, no ConsUni, Coad, CoEx, CoACE e CoPq, cada eleitor tenha direito de escolher até o número total de vagas disponíveis para a sua categoria (graduação ou pós-graduação). Já no CoPG, conforme resolução própria, só é possível votar em um candidato por Centro dentre todos os disponíveis.

Os editais do ConsUni, CoAd, CoEx, CoACE e CoPq contemplam vagas para representantes discentes efetivos e suplentes de graduação e pós-graduação, e são similares. O edital do CoPG, em razão de resolução específica, contempla apenas vagas para representantes discentes efetivos e suplentes de pós-graduação. Portanto, serão disponibilizados dois formulários e processos de inscrição diferentes para atender a essa diferenciação.

Para todos eles, a eleição será direta e secreta por meio de voto online utilizando o sistema Helios Voting, disponível na página Eleições – UFSCar, em Conselhos Superiores.

Confira a quantidade de vagas para estudantes de graduação e pós-graduação em casa conselho:

ConsUni
Representantes discentes de graduação: seis vagas de efetivos e seis vagas de suplentes.
Representantes discentes de pós-graduação: seis vagas de efetivos e seis vagas de suplentes.
Cada eleitor terá direito a escolher até seis candidatos dentre todos os disponíveis em sua cédula de votação, relativamente à sua categoria, graduação ou pós-graduação.
Acesse o edital para a escolha de representantes discentes do ConsUni na página Eleições – UFSCar, ConsUni.

CoAd
Representantes discentes de graduação: duas vagas de efetivos e duas vagas de suplentes.
Representantes discentes de pós-graduação: duas vagas de efetivos e duas vagas de suplentes.
Cada eleitor terá direito a escolher até dois candidatos dentre todos os disponíveis em sua cédula de votação, relativamente à sua categoria, graduação ou pós-graduação.
Acesse o edital para a escolha de representantes discentes do ConsUni na página Eleições – UFSCar, CoAd.

CoEx
Representantes discentes de graduação: oito vagas de efetivos e oito vagas de suplentes.
Representantes discentes de pós-graduação: oito vagas de efetivos e oito vagas de suplentes.
Cada eleitor terá direito a escolher até oito candidatos dentre todos os disponíveis em sua cédula de votação, relativamente à sua categoria, graduação ou pós-graduação.
Acesse o edital para a escolha de representantes discentes do ConsUni na página Eleições – UFSCar, CoEx.

CoACE
Representantes discentes de graduação: três vagas de efetivos e três vagas de suplentes.
Representantes discentes de pós-graduação: uma vaga de efetivo e uma vaga de suplente.
Na categoria de graduação, cada eleitor terá direito a escolher até três candidatos dentre os disponíveis em sua cédula de votação. Na categoria discente de pós-graduação, cada eleitor terá direito a escolher um candidato dentre os disponíveis em sua cédula de votação.
Acesse o edital para a escolha de representantes discentes do ConsUni na página Eleições – UFSCar, CoACE.

 

CoPq
Representantes discentes de graduação: oito vagas de efetivos e oito vagas de suplentes.
Representantes discentes de pós-graduação: oito vagas de efetivos e oito vagas de suplentes.
Cada eleitor terá direito a escolher até oito candidatos dentre todos os disponíveis em sua cédula de votação, relativamente à sua categoria, graduação ou pós-graduação.
Acesse o edital para a escolha de representantes discentes do ConsUni na página Eleições – UFSCar, CoPq.

CoPG
Este edital contempla 23 vagas de representantes efetivos e 23 de discentes suplentes de pós-graduação, considerando para seu cálculo o número de estudantes de pós-graduação (mestrado acadêmico, mestrado profissional e doutorado) matriculados nos Programas de Pós-Graduação dos respectivos Centros Acadêmicos em 21 de outubro de 2021, distribuídas da seguinte forma:
Oito vagas de efetivos e oito vagas de suplentes para o CCET
Sete vagas de efetivos e sete vagas de suplentes para o CECH
Quatro vagas de efetivos e quatro de suplentes para o CCBS
Uma vaga de efetivo e uma de suplente para o CCA
Uma vaga de efetivo e uma de suplente para o CCGT
Uma vaga de efetivo e uma de suplente para o CCHB
Uma vaga de efetivo e uma de suplente para o CCTS
Cada eleitor terá direito a votar em um candidato por Centro dentre todos os disponíveis. Acesse o edital para a escolha de representantes discentes do ConsUni na página Eleições – UFSCar, CoPG.

Confira o cronograma do processo eleitoral para todos os conselhos:
8/11 – Divulgação das listas de votantes
8/11 – Início do período de inscrição de candidatos
11/11 às 16h59 – Prazo para impugnação do edital
11/11 – Prazo máximo para recursos relativos à lista de votantes
11/11 até às 18 horas – Término do período de inscrições de candidatos
12/11 – Divulgação da análise de processos de impugnação do edital
12/11 – Divulgação dos candidatos deferidos e indeferidos
16/11 até às 16 horas – Prazo para recursos dos candidatos indeferidos
16/11 até às 18 horas – Divulgação dos resultados de análise dos recursos a respeito dos candidatos indeferidos
16/11 até às 23h59 – Divulgação das listas definitivas de votantes
16/11 até às 23h59 – Divulgação final da lista de candidatos
18/11 às 08h30 – Constituição das urnas e cédulas no sistema
18/11 às 12 horas – Início da Consulta Eleitoral
22/11 às 13h59 – Fim da Consulta Eleitoral
22/11 às 14 horas – Apuração
22/11 – Divulgação dos resultados da consulta eleitoral
23/11 às 17 horas – Prazo para recursos a respeito dos resultados
24/11 às 12 horas – Divulgação dos resultados de análise dos recursos interpostos aos resultados
24/11 – Divulgação dos candidatos eleitos
26/11 – Análise de recursos pelo ConsUni (se necessário)
26/11 – Homologação dos resultados e do relatório final pelo ConsUni

 

Leave a Comment

Filed under Conselhos

Conselho Universitário (ConsUni) realiza Reunião Extraordinária no dia 13/10

O Conselho Universitário (ConsUni) realiza na próxima quarta-feira (13/10) às 9 horas Reunião Extraordinária que terá como pauta a apresentação do programa de Vigilância Epidemiológica em Saúde no âmbito do plano de enfrentamento à pandemia ‘Vencendo a COVID-19’ e do aplicativo Guardiões da Saúde (GdS). A pauta está disponível na página da Secretaria dos Órgãos Colegiados. A reunião será transmitida ao vivo pelo canal UFSCar Oficial no YouTube.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, COVID-19