Tag Archives: CECH

ConsUni aprova outorga de título de Doutor Honoris Causa a Raduan Nassar

Raduan Nassar, escritor brasileiro galardoado com o Prêmio Camões em 2016 (Foto: Eduardo Knapp)

A UFSCar aprovou, na última sexta-feira (26/3), a outorga do título de Doutor Honoris Causa a Raduan Nassar, por sua trajetória na Literatura e, também, considerando sua participação na história da Universidade, a partir da doação, em 2012, da fazenda Lagoa do Sino, onde hoje está o Campus Lagoa do Sino da UFSCar. A deliberação foi um momento muito especial da primeira sessão da 247ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário (ConsUni), marcado por emoção e qualificado como histórico pelos conselheiros.

A Reitora Ana Beatriz de Oliveira destacou sua honra em presidir a reunião do ConsUni responsável pelo reconhecimento e homenagem à trajetória do escritor e a seu compromisso com a educação pública e a transformação do País. A Presidente do ConsUni registrou também lamentar que a proposta, elaborada e apresentada pelo Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) em 2017, não tenha sido levada ao Conselho à época, adiando a concessão do título. Ana Cristina Juvenal da Cruz, hoje Diretora e então Vice-Diretora do CECH, apresentou na reunião o histórico do processo e também externou a insatisfação do Centro diante da demora.

“A aprovação em 2021 é crucial, diante do momento em que a história brasileira se encontra, para que façamos esse gesto político de outorgar a titulação ao Raduan pelo que ele representa não somente como escritor, mas também como intelectual engajado politicamente. A defesa que fazemos para que o Conselho aprove o título se dá pela trajetória de Raduan, pelo que ele nos ensinou e ensina, e também pelo tempo de hoje, que exige de nós que estejamos à altura do que precisa ser feito no atual contexto da sociedade brasileira. Para que aprendamos e nos inspiremos em pessoas como ele para nos opormos ao autoritarismo e buscarmos construir uma outra sociedade com solidariedade e sem preconceitos”, defendeu a Diretora.

O documento que traça a trajetória de Raduan Nassar e esteve em apreciação no ConsUni foi elaborado por uma comissão formada pelas docentes do Departamento de Letras Maria Sílvia Cintra Martins e Tânia Pellegrini (aposentada) e pelo docente do Departamento de Filosofia Wolfgang Leo Maar (também aposentado).

Em sua fala, Maria Sílvia Cintra Martins, estudiosa de Raduan Nassar há anos, agradeceu pela retomada da apreciação do título ao destacar que o mesmo fará parte da história da UFSCar. Após explicar os critérios para a concessão da outorga – que estipulam que a pessoa homenageada precisa ser uma personalidade eminente que tenha contribuído para o progresso da Universidade, da região ou do País, ou que tenha se distinguido pela atuação em favor das Ciências, das Letras, das Artes ou da Cultura em geral –, Martins destacou a excepcionalidade do homenageado.

“Nassar preenche todos os requisitos para receber a honraria. Destaco sua contribuição para o progresso da UFSCar, por meio da doação de uma propriedade para o Campus Lagoa do Sino; sua distinção como intelectual combativo no sentido da construção de uma sociedade mais humana e democrática e por sua qualidade excepcional como escritor, atuando em favor das Letras e da Cultura”, registrou.

Tânia Pellegrini evidenciou a contribuição de Nassar enquanto escritor. “Raduan é um dos poucos intelectuais que considero verdadeiramente humanista, revolucionário e militante. Ele escreveu poucos livros, mas sua obra é considerada um clássico, uma vez que nos permite, sempre que lida, encontrar ressonâncias com o presente por falar da história do Brasil, do seu povo e do conflito entre as diferentes populações brasileiras, sempre centrado no núcleo familiar”, pontuou.

Wolfgang Leo Maar, por sua vez, destacou o elevado espírito público de Raduan Nassar ao doar sua propriedade para uma universidade pública. “Esse é um gesto raro na nossa sociedade, marcada pela proeminência do privado e pela enorme desigualdade de riqueza. O espírito público do escritor Raduan Nassar não se esgota nesse gesto, se expressa também pelo combativo engajamento público e político do intelectual crítico, que jamais deixou de se manifestar diante de injustiças e desigualdades da situação que vivemos”, afirmou.

Messias Barbosa, assessor de Raduan, falou sobre a emoção em participar do momento, ao relembrar, diante das falas dos conselheiros, a implementação do Campus Lagoa do Sino. Ele ponderou que a homenagem a Raduan também é uma homenagem aos que estiveram envolvidos no processo, e que não poderia ter acontecido em outro momento. “Tinha de ser com uma gestão comprometida com a democracia, a educação pública, diversidade e cidadania. Estamos diante de um registro histórico muito bonito, pois é um resgate da história da UFSCar e, também, da do Raduan. Tenho certeza que ele está muito feliz”, acrescentou.

CAMPUS LAGOA DO SINO – A fazenda Lagoa do Sino, com 640 hectares, está situada geograficamente no município de Buri, sendo o núcleo urbano mais próximo o do município de Campina do Monte Alegre, a apenas seis quilômetros. Nela, o Campus Lagoa do Sino da UFSCar foi instalado e inaugurado oficialmente em 26 de junho de 2014.

No Campus, hoje, são oferecidos os cursos de graduação em Engenharia Agronômica, com foco em Agricultura Familiar; Engenharia Ambiental, com foco em Sustentabilidade, e Engenharia de Alimentos, focado em Segurança Alimentar, Administração e Ciências Biológicas.

A área doada inclui instalações como sede administrativa, salas de aulas, biblioteca, laboratórios e o restaurante universitário, abrigadas em partes das casas que já existiam na fazenda, junto a novas construções.

A escritura da doação da Fazenda Lagoa do Sino para a UFSCar foi assinada em 3 de fevereiro de 2011. O Campus mantém a produção agrícola que já existia na fazenda, principalmente pelos cursos oferecidos serem voltados para a agricultura, sobretudo a familiar, o que corresponde a 70% das propriedades rurais da região.

RADUAN NASSAR – Raduan Nassar (Pindorama, 27 de novembro de 1935) é um escritor brasileiro galardoado com o Prêmio Camões em 2016.

Na adolescência foi para São Paulo com a família, onde cursou Letras, Direito e Filosofia na Universidade de São Paulo (USP). Estreou na Literatura no ano de 1975, com o romance Lavoura Arcaica. Em 1978, foi publicada a novela Um Copo de Cólera, escrita em 1970. Em 1997, foi publicada a obra Menina a caminho, reunindo seus contos dos anos 1960 e 1970.

Com apenas três livros publicados, é considerado pela crítica como um grande escritor e comparado a nomes consagrados da Literatura Brasileira, como Clarice Lispector e Guimarães Rosa. Deixou de escrever em 1984 e passou a dedicar-se à atividade rural na Fazenda Lagoa do Sino. Atualmente mora na cidade de São Paulo.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Efemérides, Sem categoria

Reitora participa de homenagem a professores do CECH

Homenagens na Unidade Especial de Informação e Memória (UEIM) com a presença da Reitora Wanda Hoffmann. Fotos: Stela Martins (AECR/UFSCar)

A Reitora Wanda Hoffmann participou de evento realizado na quinta-feira, dia 23 de agosto, na Unidade Especial de Informação e Memória (UEIM), vinculada ao Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) da UFSCar, em homenagem aos professores Tânia Pellegrini e João Roberto Martins Filho. Ambos, agora, têm seus nomes eternizados nas salas onde criaram importantes acervos de pesquisa em suas áreas de atuação, no prédio do CECH, na área sul do Campus São Carlos.
João Roberto Martins Filho é Professor Titular do Departamento de Ciências Sociais (DCSo) da UFSCar e, entre outras realizações, é o criador do Arquivo Ana Lagôa. “Temos acervos únicos aqui que poderiam ser tombados como Patrimônio da ONU [Organização das Nações Unidas]. Recebemos pesquisadores de vários países buscando esses nossos arquivos. Na área das Ciências Humanas é difícil a materialidade do que é feito, mas aqui isso é possível. Com a ajuda da Direção do CECH naqueles anos mais difíceis, hoje temos o suficiente para andarmos sozinhos”, declarou Martins Filho, durante a homenagem.
Já Pellegrini é Professora Emérita da UFSCar, onde ingressou em 1997, foi criadora do Laboratório de Estudos da Literatura Contemporânea, que agora é o Núcleo Interdisciplinar Literatura e Sociedade (NILS), e do Programa de Pós-Graduação em Literatura (PPGLit). “A história da UEIM e da UFSCar se funde com a nossa vida pessoal. Tivemos muita ajuda dos gestores – como a professora Wanda – na época da criação do Laboratório e do Arquivo. E essas homenagens são a prova de que tudo valeu a pena”, afirmou Pellegrini.
“Como Diretora do CECH por duas vezes, sei dos desafios enfrentados para a formação desses acervos. E foi gratificante poder colaborar com a gestão do professor João e com o trabalho da professora Tânia, na conquista de material e na adequação dos espaços. O trabalho dos nossos homenageados é mais do que digno de reconhecimento e, como Reitora, agradeço a dedicação e o empenho de ambos. A UFSCar toda a gradece”, destacou Hoffmann.
Estiveram presentes à homenagem o Pró-Reitor de Pesquisa, João Batista Fernandes; o Pró-Reitor de Extensão, Roberto Ferrari Júnior; o Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis, Leonardo de Andrade; e o Pró-Reitor de Graduação, Ademir Donizeti Caldeira.

Leave a Comment

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis, Espaço físico, Eventos, Homenagens, Pós-graduação

ConsUni: Conselho dá continuidade à apreciação dos procedimentos a serem adotados no processo de escolha da Gestão 2016-2020 da UFSCar

Na última sexta-feira (6/5), o Conselho Universitário da UFSCar (ConsUni) deu continuidade à sua 219ª Reunião Ordinária, cuja primeira sessão aconteceu em 29 de abril, quando foi iniciada a apreciação dos procedimentos a serem adotados no processo de escolha da Gestão 2016-2020 da Universidade.

Na sessão do dia 6, o Conselho iniciou o debate das normas elaboradas pela comissão eleitoral formada em 1º de abril, que tratam da pesquisa eleitoral paritária que tradicionalmente subsidia o ConsUni nos processos de sucessão à Reitoria na UFSCar.

Dentre outras definições, já ficou estabelecido o cronograma para a realização da pesquisa junto à comunidade universitária. O primeiro turno acontecerá no dia 23 de junho nos quatro campi da Universidade e, caso haja mais de duas chapas inscritas, o segundo turno está previsto para o dia 30 de junho. A inscrição de chapas deverá ser feita no dia 20 de maio, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, na Secretaria de Órgãos Colegiados (SOC), com indicação das candidaturas para a Reitoria, Vice-Reitoria e pró-reitorias, currículos e programa de gestão. Também foi definido que, nesta pesquisa, serão mantidas as listas de controle de votantes – servidoras e servidores docentes e técnico-administrativos e estudantes de graduação e pós-graduação – e a votação em papel, considerando a inexistência de tempo hábil para o desenvolvimento de ferramentas de votação eletrônica que garantam a segurança desejada. No entanto, o Conselho indicou a pertinência de avançar, para processos eleitorais futuros, no desenvolvimento dessas ferramentas. Outra decisão já tomada é que haverá dois locais de votação no Campus São Carlos e um em cada um dos demais campi, nos quais o horário de votação será das 9 horas às 21h30.

Como não houve tempo para a conclusão da apreciação das normas, uma terceira sessão do ConsUni será realizada nesta sexta-feira (13/5), a partir das 9 horas, no Anfiteatro da Reitoria. Na sessão da última sexta-feira, o Conselho também aprovou o encaminhamento à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) de propostas de criação de dois novos cursos de mestrado acadêmico e três de doutorado; o Regimento Interno do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH); e a homologação do Regimento Geral da Extensão da UFSCar, com exceção do item a do Artigo 42, que voltará para discussão no Conselho de Extensão. A pauta completa e documentos relacionados estão disponíveis no site da Secretaria de Órgãos Colegiados.

Comentários desativados em ConsUni: Conselho dá continuidade à apreciação dos procedimentos a serem adotados no processo de escolha da Gestão 2016-2020 da UFSCar

Filed under Conselhos

ConsUni: Em reunião histórica, Conselho Universitário da UFSCar aprova Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos, Instituto de Línguas e Repositório Institucional

“Esta é uma reunião particularmente importante deste Conselho, em que teremos a oportunidade de concretizar alguns sonhos antigos desta Universidade”, afirmou o Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho, nos momentos iniciais da 217ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário da Instituição (ConsUni), realizada em 4 de março. A afirmação se deu no contexto de apreciação das propostas de criação do Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos (IEAE) e do Instituto de Línguas (IL) da Universidade, detalhadas em matérias anteriores neste Blog da Reitoria, e também da criação do Repositório Institucional da UFSCar e do Laboratório Integrado de Documentação e Estatísticas Políticas e Sociais (Lideps), uma Unidade Especial de Ensino Pesquisa e Extensão vinculada ao Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH).

A proposta de criação do Repositório Institucional digital da UFSCar (RI) foi elaborada por um grupo de trabalho criado em fevereiro do ano passado, coordenado pela Secretária Geral de Planejamento e Desenvolvimento Institucionais e docente do Departamento de Ciência da Informação Luzia Sigoli Fernandes Costa, que fez a apresentação aos conselheiros. O objetivo do Repositório é reunir em um só espaço virtual, em acesso aberto, a produção intelectual da comunidade universitária – entendida como toda a produção científica, tecnológica, didática, artístico-cultural e técnico-administrativa, além de dados primários de pesquisa, quando pertinente. Alguns de seus impactos são a possibilidade de ampliação da visibilidade dessa produção, de seu uso e impacto; a geração imediata de indicadores estratégicos para diferentes fins; a preservação da memória institucional; maior facilidade na gestão de informações e documentos digitais, dentre outros.

O RI utilizará a plataforma de software livre D-Space, que já é utilizada pelo Repositório Digital Livre Saber (LiSa), que reúne materiais didáticos produzidos no âmbito dos cursos na modalidade de educação a distância oferecidos pela UFSCar. Já o modelo de governança do RI terá Câmaras Assessoras – de Memória, Produção Artístico-Cultural, Produção Técnico-Administrativa, Produção Tecnológica, Produção Científica e Dados primários – e Câmaras Técnicas – de Metadados, Direitos Autorais, Sistemas Informatizados, Divulgação e Promoção e Mapeamento de Processos, além de câmaras temporárias a serem estabelecidas conforme a necessidade. A previsão é que o lançamento do Repositório aconteça em até um ano, sendo que, nesse período, algumas das atividades previstas são o mapeamento e estruturação das coleções de documentos, a definição dos fluxos de trabalho, a alimentação do RI e, também, esforços voltados à conscientização da comunidade universitária sobre sua relevância e o movimento de acesso aberto à produção intelectual. “Essa sensibilização é uma das etapas fundamentais para a efetivação e sustentabilidade de repositórios institucionais. A literatura mostra que um dos principais entraves em relação ao sucesso dessas iniciativas tem sido o acesso e uso pelos autores da produção intelectual. Também há vários mitos em relação ao acesso aberto, como, por exemplo, que os repositórios em acesso aberto concorrem com as publicações científicas, o que não é verdade, pois eles são complementares. Por isso é muito importante o estabelecimento de estratégias de divulgação e promoção nessa fase inicial do RI”, destacou durante a reunião do ConsUni a docente do Departamento de Ciência da Informação Chloe Furnival, uma das idealizadoras do Repositório e integrante do grupo de trabalho que elaborou o projeto de implantação.

A proposta completa de implantação do RI, bem como a apresentação do Lideps, podem ser conferidas no site da Secretaria de Órgãos Colegiados. A 217ª Reunião Ordinária do ConsUni também aprovou o Relatório Anual de Atividades da Auditoria Interna da UFSCar referente ao ano de 2015.

Comentários desativados em ConsUni: Em reunião histórica, Conselho Universitário da UFSCar aprova Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos, Instituto de Línguas e Repositório Institucional

Filed under Acesso à informação, Conselhos

ProAd: Em reuniões no CECH e no CCET, Pró-Reitor esclarece dúvidas sobre o orçamento de 2015

Dando continuidade à participação da Pró-Reitoria de Administração (ProAd) em reuniões dos Conselhos de Centro da UFSCar, o Pró-Reitor, Néocles Alves Pereira, esteve na última semana nos Conselhos dos Centros de Educação e Ciências Humanas (CECH) e de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET), juntamente com outros integrantes da equipe da ProAd.

Nos dois Centros, os integrantes da Pró-Reitoria voltaram a apresentar o orçamento da Universidade para 2015 e explicar as medidas tomadas frente aos cortes orçamentários, bem como os impactos da greve sobre a capacidade de processamento dos recursos, como já havia sido abordado em reunião da Reitoria com os Diretores de Centro e, também, na mesa de negociação com o Comando de Greve, dentre outras ocasiões. Nos Conselhos, Pereira voltou a destacar que todas as providências buscaram minimizar os impactos dos cortes sobre a área acadêmica, com concentração das restrições orçamentárias sobre as unidades vinculadas à Administração Superior da Universidade.

Nesse contexto, também foi apresentada a atualização do calendário da ProAd, cuja primeira versão havia sido aprovada pelo Conselho de Administração (CoAd) em novembro de 2014. O calendário atualizado – também aprovado pelo CoAd em sua última reunião – adequou as datas máximas de empenho frente a portaria publicada pelo Ministério da Educação no início de julho. Continue reading

Comentários desativados em ProAd: Em reuniões no CECH e no CCET, Pró-Reitor esclarece dúvidas sobre o orçamento de 2015

Filed under Gestão