Tag Archives: AudIn

Prestação de contas da UFSCar referente ao ano de 2017 recebe certificação do TCU

A UFSCar concluiu as etapas de avaliação da prestação de contas do exercício de 2017 com a aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU) e a certificação de “Regularidade”. De acordo com a documentação consultada pela Coordenadora da Unidade de Auditoria Interna, Wania Maria Recchia, essa é a primeira certificação sem ressalvas desde 2004. A prestação de contas é a apresentação das informações contábeis e de gestão de recursos públicos administrados pelos responsáveis da Universidade, no exercício correspondente ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro. Esse processo passa por várias etapas e cumpre os prazos determinados em legislação pertinente: é encaminhado para a Controladoria Geral da União do Estado de São Paulo (CGU-SP), para avaliação e emissão de parecer sobre a gestão. Após a emissão do parecer, a CGU-SP envia para o Ministro de Estado supervisor, para obtenção do Pronunciamento Ministerial, e, finalmente, é tramitado para o Tribunal de Contas da União (TCU), para julgamento final. A CGU seleciona aleatoriamente as unidades federais que vão receber a análise do relatório. Em 2017, a UFSCar foi selecionada para a verificação de seus relatórios pela CGU. Na UFSCar, quem responde tecnicamente à CGU é a Auditoria Interna (AudIn), que avalia a gestão de forma independente e objetiva, atendendo às auditorias externas, como a realizada pela CGU para a prestação de contas de 2017, a primeira da atual gestão da Universidade e já com as contas aprovadas sem ressalvas. A UFSCar agradece a dedicação e bom trabalho de todos os envolvidos na elaboração desse processo de prestação de contas e parabeniza a todos pelo resultado.

Leave a Comment

Filed under Notas da Reitoria

ConsUni: Em reunião histórica, Conselho Universitário da UFSCar aprova Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos, Instituto de Línguas e Repositório Institucional

“Esta é uma reunião particularmente importante deste Conselho, em que teremos a oportunidade de concretizar alguns sonhos antigos desta Universidade”, afirmou o Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho, nos momentos iniciais da 217ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário da Instituição (ConsUni), realizada em 4 de março. A afirmação se deu no contexto de apreciação das propostas de criação do Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos (IEAE) e do Instituto de Línguas (IL) da Universidade, detalhadas em matérias anteriores neste Blog da Reitoria, e também da criação do Repositório Institucional da UFSCar e do Laboratório Integrado de Documentação e Estatísticas Políticas e Sociais (Lideps), uma Unidade Especial de Ensino Pesquisa e Extensão vinculada ao Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH).

A proposta de criação do Repositório Institucional digital da UFSCar (RI) foi elaborada por um grupo de trabalho criado em fevereiro do ano passado, coordenado pela Secretária Geral de Planejamento e Desenvolvimento Institucionais e docente do Departamento de Ciência da Informação Luzia Sigoli Fernandes Costa, que fez a apresentação aos conselheiros. O objetivo do Repositório é reunir em um só espaço virtual, em acesso aberto, a produção intelectual da comunidade universitária – entendida como toda a produção científica, tecnológica, didática, artístico-cultural e técnico-administrativa, além de dados primários de pesquisa, quando pertinente. Alguns de seus impactos são a possibilidade de ampliação da visibilidade dessa produção, de seu uso e impacto; a geração imediata de indicadores estratégicos para diferentes fins; a preservação da memória institucional; maior facilidade na gestão de informações e documentos digitais, dentre outros.

O RI utilizará a plataforma de software livre D-Space, que já é utilizada pelo Repositório Digital Livre Saber (LiSa), que reúne materiais didáticos produzidos no âmbito dos cursos na modalidade de educação a distância oferecidos pela UFSCar. Já o modelo de governança do RI terá Câmaras Assessoras – de Memória, Produção Artístico-Cultural, Produção Técnico-Administrativa, Produção Tecnológica, Produção Científica e Dados primários – e Câmaras Técnicas – de Metadados, Direitos Autorais, Sistemas Informatizados, Divulgação e Promoção e Mapeamento de Processos, além de câmaras temporárias a serem estabelecidas conforme a necessidade. A previsão é que o lançamento do Repositório aconteça em até um ano, sendo que, nesse período, algumas das atividades previstas são o mapeamento e estruturação das coleções de documentos, a definição dos fluxos de trabalho, a alimentação do RI e, também, esforços voltados à conscientização da comunidade universitária sobre sua relevância e o movimento de acesso aberto à produção intelectual. “Essa sensibilização é uma das etapas fundamentais para a efetivação e sustentabilidade de repositórios institucionais. A literatura mostra que um dos principais entraves em relação ao sucesso dessas iniciativas tem sido o acesso e uso pelos autores da produção intelectual. Também há vários mitos em relação ao acesso aberto, como, por exemplo, que os repositórios em acesso aberto concorrem com as publicações científicas, o que não é verdade, pois eles são complementares. Por isso é muito importante o estabelecimento de estratégias de divulgação e promoção nessa fase inicial do RI”, destacou durante a reunião do ConsUni a docente do Departamento de Ciência da Informação Chloe Furnival, uma das idealizadoras do Repositório e integrante do grupo de trabalho que elaborou o projeto de implantação.

A proposta completa de implantação do RI, bem como a apresentação do Lideps, podem ser conferidas no site da Secretaria de Órgãos Colegiados. A 217ª Reunião Ordinária do ConsUni também aprovou o Relatório Anual de Atividades da Auditoria Interna da UFSCar referente ao ano de 2015.

Comentários desativados em ConsUni: Em reunião histórica, Conselho Universitário da UFSCar aprova Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos, Instituto de Línguas e Repositório Institucional

Filed under Acesso à informação, Conselhos