Série “EaD na UFSCar”: Ambiente virtual de aprendizagem de fácil utilização e tecnologias em softwares livres elevam a eficácia dos cursos a distância

Na última reportagem, a série “EaD na UFSCar” apresentou os processos de elaboração de materiais didáticos audiovisuais e impressos gerenciados pela Coordenadoria de Inovações em Tecnologias na Educação (CITE) da Secretaria Geral de Educação a Distância (SEaD) da UFSCar. Esses materiais, desenvolvidos integralmente dentro da Universidade, são mais um dos motivos do sucesso da EaD da UFSCar.
Nesta quinta reportagem da série, apresentamos os processos relacionados à manutenção do Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) e à realização de webconferências, além de destacarmos o esforço voltado ao desenvolvimento de novas tecnologias para a educação a distância. Todas essas iniciativas estão pautadas no compromisso da SEaD com processos de ensino-aprendizagem diferenciados e criativos nos cursos oferecidos na modalidade a distância, que se reflete na produção de ferramentas educacionais e materiais didáticos próprios utilizando diferentes mídias e tecnologias.

EaD na UFSCar conta com estúdios e equipamentos de alta qualidade para produção de materiais audiovisuais

Ambiente Virtual de Aprendizagem
Os cursos a distância da UFSCar são organizados em salas virtuais no Moodle, ambiente virtual de aprendizagem que disponibiliza diversas ferramentas, como blog, e-mail, tarefas, fórum, chat, diário, wiki etc., visando facilitar e incrementar a interação entre professores, tutores e alunos, elevando assim a eficácia dos processos educativos.
Além de ser de fácil utilização por parte do aluno, o Moodle também permite a publicação de conteúdos em diferentes formatos – daí a produção de materiais de diversas naturezas, como textos, animações, vídeos e áudios. O ambiente virtual também torna possível o desenvolvimento de diferentes estratégias de ensino e aprendizagem, por meio de atividades individuais ou em grupo, assíncronas ou síncronas; ou seja, é possível realizar tanto atividades com os estudantes de uma mesma turma em dia e hora marcados (síncronas), como propor tarefas a serem cumpridas pelos alunos no momento em que cada um considerar mais oportuno, dentro de um prazo previamente estipulado (assíncronas), garantindo flexibilidade de tempo e espaço para os estudos.
Waldeilson Eder dos Santos, supervisor da equipe responsável pelo suporte e manutenção do ambiente virtual, destaca que o Moodle é um software livre e se diferencia de outras plataformas por ter dentre as suas principais características, além da adaptabilidade e da usabilidade, o fato de ser gratuito e de poder ser utilizado em todos os sistemas operacionais. Em 2011, foram criadas no Moodle, para os cursos a distância da UFSCar, aproximadamente 1.100 novas salas virtuais, e o ambiente recebeu 2.400 novos usuários. Atualmente, são 10 profissionais da área de Computação – entre funcionários e estagiários – que cuidam da organização e manutenção das salas virtuais no ambiente.

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle recebeu 1.110 novas salas virtuais e 2.400 novos usuários apenas em 2011

Webconferências
Durante o processo de ensino-aprendizagem, os estudantes da UFSCar contam também com o recurso das webconferências, ferramenta de ensino que possibilita a conversa em múltiplas vias, permitindo que o processo educativo ocorra em tempo real online e com interação entre várias pessoas, que podem se ver e ouvir simultaneamente.
Há diferentes tipos de uso do serviço de webconferência, que tornam os cursos mais dinâmicos e colaboram na formação dos estudantes. Por exemplo, é possível preparar uma aula expositiva durante a qual os alunos podem tirar as suas dúvidas instantaneamente com o professor, além de colaborar com os colegas de turma; transmitir reuniões e eventos acadêmicos aos alunos geograficamente dispersos, ou seja, todos os estudantes têm a possibilidade de participar de um congresso relacionado ao curso, mesmo que não estejam fisicamente presentes; prever apresentações de seminários pelos alunos, a partir dos polos de apoio, avaliações orais, demonstrações e performances; realizar mesas-redondas e debates etc.
Cristian Pendenza, supervisor de webconferência que monitora o trabalho de quatro colaboradores, relata que, para a realização das webconferências, gravações de aulas e produção dos demais materiais audiovisuais, a UFSCar conta com estúdios e equipamentos – câmeras, microfones, iluminação, lousa interativa digital, computadores etc. – de alta qualidade, que garantem excelente comunicação e interação entre professores e alunos. No campus São Carlos, estão em funcionamento estúdios nos centros de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET) e de Educação e Ciências Humanas (CECH). Também estão sendo implantados novos estúdios no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), na Biblioteca Comunitária (BCo) e na Secretaria Geral de Informática (SIn), assim como nos campi Araras e Sorocaba.

Tecnologia de Informação
Toda a infraestrutura necessária para a produção dos materiais audiovisuais e impressos, para a manutenção do Ambiente Virtual de Aprendizagem e para a realização das webconferências é viabilizada por uma equipe de Tecnologia de Informação (TI) responsável pelo suporte tecnológico aos cursos a distância da UFSCar.
A equipe de TI é composta por oito profissionais (funcionários e estagiários), além de contar com o apoio da SIn e do Departamento de Computação (DC) para a realização de projetos direcionados ao desenvolvimento de softwares. “Hoje, há sob a gerência da equipe 33 equipamentos de informática denominados servidores (físicos e virtuais), 30 sistemas web e 23 bases de dados; além disso, os profissionais de TI oferecem suporte a 135 computadores e 160 usuários, entre funcionários e colaboradores da SEaD”, conta Daniel Ettore, supervisor da equipe.
A equipe de TI tem assumido também a responsabilidade pela inovação, extrapolando o caráter técnico e o atendimento às solicitações feitas pelos colaboradores. Ettore destaca que os profissionais assumem uma postura ousada, com apresentação de soluções e desenvolvimento de novos produtos, serviços, tecnologias ou modelos computacionais que possam impactar de maneira positiva nos resultados dos processos de ensino-aprendizagem.

Comentários desativados em Série “EaD na UFSCar”: Ambiente virtual de aprendizagem de fácil utilização e tecnologias em softwares livres elevam a eficácia dos cursos a distância

Filed under Educação a distância

Comments are closed.