Saade realiza seminário para discutir prevenção e combate ao racismo institucional

A Secretaria de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade (Saade) da UFSCar realizou no último dia 21 mais um seminário temático da série que visa subsidiar a construção da Política de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade da Universidade. O Seminário Temático de Relações Étnico-Raciais promoveu uma roda de conversa que discutiu prevenção e combate ao racismo institucional e a outras formas de discriminações de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. As falas foram mediadas pela docente do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas (DTPP) Ana Cristina Juvenal da Cruz e pela professora Elisabete Figueroa dos Santos, Doutora em Psicologia pela UFSCar, ambas atuantes no Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) da UFSCar.

A docente do DTPP iniciou sua fala apresentando o conceito de “racismo institucional”. “Não é necessariamente um ataque direto e pessoal, não é um xingamento. É a maneira pela qual as pessoas não conseguem se desenvolver no âmbito de uma instituição ou a situação quando a instituição não atende de maneira igual e equânime os diferentes grupos”, pontuou. Um dos exemplos citados pela docente vem de levantamentos que apontam maiores taxas de mortalidade no parto e no pré-parto entre mulheres negras, e o menor acesso a exames pré-natais. “O Estado não consegue proteger de forma igualitária as mulheres brancas e negras”, afirmou Cruz. Em sua avaliação, um dos desafios a serem enfrentados é promover a percepção do racismo institucional, que se caracteriza pela continuidade das ações de discriminação. Como proposta para coibi-lo, apontou as discussões na Universidade, bem como mudanças curriculares que contemplem disciplinas de educação para as relações étnico-raciais. Além disso, são fundamentais o acolhimento adequado de quem sofre racismo e a expansão das ações afirmativas para a pós-graduação.

A professora Elisabete Figueroa dos Santos deu continuidade às reflexões propondo a transversalidade das temáticas da educação para as relações étnico-raciais. As temáticas não devem, assim, estar restritas a disciplinas específicas, mas sim estarem presentes no conjunto das discussões dos cursos de graduação. No entanto, a defesa das disciplinas específicas também é importante para que haja reflexões fundamentadas sobre as temáticas, o que implica também no aumento da presença de professoras e professores negros e negras.

O registro em vídeo do seminário está disponível no Blog da Saade, onde também é possível encontrar os vídeos dos seminários anteriores e informações sobre a agenda de eventos. Os relatos dos encontros serão sistematizados para compor a Política de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade da Universidade, que deverá ser submetida a consulta pública de toda a comunidade em agosto. No Blog da Reitoria é possível consultar as matérias com destaques das reuniões, bem como o histórico de ações da Secretaria desde sua criação, aprovada pelo Conselho Universitário (ConsUni) em maio de 2015.

Comentários desativados em Saade realiza seminário para discutir prevenção e combate ao racismo institucional

Filed under Equidade

Comments are closed.