Reitor da UFSCar encerra gestão à frente da Associação de Universidades Grupo Montevidéu

No última dia 20 de maio, o Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho, encerrou seu segundo mandato como Presidente da Associação de Universidades Grupo Montevidéu (AUGM), que reúne universidades do Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai. Na ocasião, Araújo Filho transmitiu o cargo ao Reitor da Universidad Nacional de Asunción (UNA), Pedro González, em cerimônia realizada na UNA, em Assunção, no Paraguai.
Além da continuidade de programas já consolidados no âmbito da AUGM – como os de intercâmbio estudantil e de pesquisadores, dentre outros –, o Reitor da UFSCar destaca como avanços do período o papel protagonista que a Associação teve na estruturação do Espaço Latino-americano e Caribenho de Educação Superior (Enlaces)  e, também, no projeto Alfa Puentes Região Mercosul, de cooperação com a União Europeia. Targino de Araújo Filho também vê como conquistas a ampliação do diálogo entre a AUGM, a Andifes (Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior) e o Ministério da Educação brasileiro.
Mesmo com o encerramento de seu mandato à frente da AUGM, o envolvimento do Reitor com questões relacionadas à internacionalização da Educação Superior e da Ciência e Tecnologia brasileiras continuará intenso, particularmente junto à Comissão de Relações Internacionais (CRIA) da Andifes, que preside. Na Comissão, um dos focos tem sido o programa Ciência sem Fronteiras. “O Conselho de Gestores de Relações Internacionais das IFES, vinculado à Andifes, concluiu recentemente um diagnóstico do Ciência sem Fronteiras, ao qual fomos apresentados e que pretendemos, agora, debater com o CNPq e a Capes, responsáveis pela gestão do Programa. Em geral, a avaliação é positiva. Porém, dois pontos importantes a serem trabalhados são a participação das Ciências Humanas e, especialmente, a ampliação do envolvimento dos docentes e pesquisadores nas ações”, relata o Reitor da UFSCar. Outros pontos de atenção, no âmbito da CRIA, são os processos de revalidação de diplomas emitidos em outros países e a aproximação dos países africanos de Língua Portuguesa, temas que vem sendo discutidos com o MEC.

Comentários desativados em Reitor da UFSCar encerra gestão à frente da Associação de Universidades Grupo Montevidéu

Filed under Internacionalização

Comments are closed.