Pró-Reitor de Administração participa de reuniões dos Conselhos de Centro do Campus Sorocaba

O Pró-Reitor de Administração da UFSCar, Néocles Alves Pereira, iniciou no mês de maio um calendário de visitas aos Conselhos dos Centros Acadêmicos da Universidade, com o objetivo de compartilhar informações sobre o orçamento da Instituição e aplicação de recursos financeiros, dentre outras. As visitas foram iniciadas no Campus Sorocaba, com a participação do Pró-Reitor em reuniões dos conselhos do Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia – CCGT (no dia 20 de maio) e do Centro de Ciências Humanas e Biológicas – CCHB (em 27 de maio). “Pudemos esclarecer alguns tópicos sobre os quais informações equivocadas estavam circulando, especialmente a distribuição de recursos de emenda aprovada pela então deputada Iara Bernardi para o orçamento de 2014, destinada ao Campus Sorocaba. Também apresentamos o processo de distribuição de recursos entre os Centros Acadêmicos e compartilhamos informes sobre a descentralização de processos administrativos, dentre outros temas”, explica o Pró-Reitor. “Infelizmente não pudemos ainda conversar com a comunidade do Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade, pois a Direção do CCTS nos informou que a pauta da reunião já estava muito sobrecarregada. No entanto, há a previsão de que possamos participar da reunião agendada para este mês de junho”, esclarece Pereira.

Emenda

Em relação à emenda de Iara Bernardi, o objetivo da apresentação foi compartilhar com todos os interessados o destino dos R$ 1,2 milhão aprovados pela então deputada para aplicação no Campus Sorocaba com o orçamento de 2014. “Como as emendas não têm especificações sobre os projetos aos quais os recursos são destinados, trabalhamos até meados de 2014 com os dados de que dispúnhamos. Inicialmente, as informações que tínhamos eram que R$ 300 mil deveriam ser aplicados na sede do SinTUFSCar no Campus e o restante dos recursos em projetos demandados pelos estudantes, via Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis, envolvendo áreas de convivência e infraestrutura para o parque esportivo”, relata o Pró-Reitor. “No entanto, posteriormente, soubemos que havia a previsão de aplicação desses recursos também em ações voltadas ao início de um projeto de construção de um Museu de História Natural no Campus, coordenado pelo professor André Cordeiro, do Departamento de Biologia. A partir daí, iniciamos um diálogo que, felizmente, nos permitiu equacionar as diferentes demandas”, complementa Pereira.

Assim, para a sede do Sindicato foi mantida a destinação dos R$ 300 mil previstos inicialmente. O restante foi, inicialmente, dividido entre as duas outras demandas. No entanto, as ações relacionadas ao Museu – elaboração de projeto executivo e organização do acervo já existente, visando a possibilidade de captação de recursos adicionais junto a outras fontes – devem demandar valor inferior aos R$ 450 mil originalmente previstos, sendo que o saldo permanecerá, assim, destinado às ações coordenadas pela ProACE. “Além disso, a ProACE já se comprometeu com a concretização de todas as ações acordadas com os estudantes, mesmo que seja necessária a complementação dos recursos”, atesta o Pró-Reitor.

Orçamento

Já em relação à distribuição de recursos de custeio e capital do Tesouro Nacional, o Pró-Reitor compartilhou com os conselheiros a informação de que os índices que definem a parcela destinada a cada Centro são definidos em uma comissão que conta com a participação de todos os Diretores de Centro. Tais índices levam em consideração uma série de variáveis que, juntas, resultam em um indicador denominado “aluno equivalente de graduação”. Além disso, também foi destacado que, para 2015, o reajuste anual que, pelo procedimento então vigente seria de 12,51%, foi ampliado para 30%. “Essa ampliação é coerente com nossa postura de priorizar os investimento nas atividades acadêmicas, em relação à área administrativa. Esse percentual provavelmente terá de ser revisto, frente aos cortes decorrentes das medidas de ajuste fiscal, que ainda não estão definidos precisamente, o que deve acontecer nos próximos dias. No entanto, manteremos essa priorização da área acadêmica. Preliminarmente já estabelecemos, por exemplo, que as unidades administrativas deverão manter seus gastos nos mesmos patamares de 2014, ou seja, sem ampliação, e para tanto já estamos estudando medidas que permitam a redução dos gastos com nossos maiores contratos, como, por exemplo, aqueles relacionados à limpeza dos campi, sem que a qualidade desses serviços seja comprometida”, afirma o Pró-Reitor.

Comentários desativados em Pró-Reitor de Administração participa de reuniões dos Conselhos de Centro do Campus Sorocaba

Filed under Conselhos, Gestão

Comments are closed.