Podemos ser diferentes e viver em harmonia

Estamos vivendo um momento de polarização política. E o que ocorre na sociedade acaba tendo reflexos na UFSCar. Tivemos na UFSCar, recentemente, diversos episódios de intolerância: cartazes e bilhetes com ameaças, pichações, postagens agressivas, notícias falsas e discriminatórias, de lados ideológicos opostos, evidenciando dificuldade para um convívio harmonioso entre pessoas com visões de mundo distintas.

Atos terroristas, ações de extermínio humano ou ideológico, execução de pessoas por professarem outra fé ou manifestarem outros costumes, enfrentamento coletivo entre grupos rivais, e violência física contra adeptos de outra ideologia são exemplos de manifestações de intolerância. Ameaças, discriminação, piadas depreciativas, pressão de grupo sobre minorias, comunicação ofensiva, expressar desprezo ou desrespeito a ideologias ou ofender seus adeptos também são expressões de intolerância. O que muda é o grau de violência, mas a raiz do problema é a mesma: dificuldade para conviver harmoniosamente com pessoas de culturas, ideologias ou crenças diferentes.

Para construirmos um ambiente de convívio harmonioso, respeito e valorização à diversidade, seguem algumas sugestões:
– Jamais participe de enfrentamento individual ou coletivo; jamais use violência ou intimidação para fazer prevalecer sua ideologia;
– Adote uma comunicação não violenta; aceite ouvir; não interrompa; prefira destacar os aspectos positivos de sua visão de mundo, ao invés de atacar aspectos que considera negativos em outras ideologias;
– Não tente impor seu pensamento, sua cultura e seus valores;
– Você pode discordar, com respeito, em momento oportuno, e quando o ouvinte quiser ouvir sua visão sobre o assunto;
– Lembre-se sempre que as pessoas têm o direito de concordar com você ou não, e tem o direito de adotar crença, ideologia ou cultura diferente, desde que respeitando as leis e os direitos fundamentais do ser humano;
– Não se considere superior devido a sua crença, cultura, escolaridade ou visão de mundo; não estigmatize; não considere que adeptos de outras ideologias, culturas ou comportamentos possuem menor mérito ou valor devido a suas crenças.

Se você sofrer violência, ameaça ou ofensas, procure imediatamente proteção policial e judicial; busque proteger sua integridade e a dos que o acompanham. Jamais proponha represálias. Notifique a UFSCar, através da Ouvidoria (http://www.ouvidoria.ufscar.br/) ou outros canais, sempre que uma demonstração de intolerância tiver relação com pessoas, espaços ou outros aspectos da Universidade.

A UFSCar repudia qualquer forma de discriminação ou violência, e tomará as medidas cabíveis sempre que fatos ou riscos se apresentarem. A UFSCar defende, com veemência, a democracia, a tolerância e o convívio harmonioso entre pessoas com culturas, ideologias ou crenças diferentes. A UFSCar precisa cumprir seu papel de influenciar a sociedade, sendo um exemplo de respeito e valorização da diversidade.

Não precisamos ser iguais. Não precisamos pensar da mesma forma. Não precisamos usar as mesmas roupas! É possível, é enriquecedor e pode ser extremamente prazeroso conviver com culturas, crenças e pensamentos diferentes! Podemos, sim, ser diferentes e viver em harmonia.

Leave a Comment

Filed under Notas da Reitoria

Comments are closed.