Grupo da USE promove debates, reflexões e atividades de apoio a jovens universitários de São Carlos

As queixas comuns aos jovens durante a vida acadêmica são o foco do projeto de extensão “Grupo Terapêutico Juventude Universitária”, coordenado pela terapeuta ocupacional Maria Tereza Ramalho e pela psicóloga Alessandra de Araújo, que atuam na Unidade Saúde Escola (USE) da UFSCar. No âmbito do projeto, um grupo formado por cerca de 10 jovens das diferentes universidades de São Carlos reúne-se semanalmente para discutir e refletir sobre diversas questões vivenciadas por eles e, também, manifestar opiniões sobre temas éticos, sociais econômicos e políticos relacionados à vida universitária e comunitária. Além disso, são desenvolvidas atividades manuais, artísticas ou artesanais, como pintura e produção de textos, com objetivo terapêutico.

Ramalho conta que o projeto surgiu da demanda dos jovens por apoio e da observação da necessidade de empoderamento. “A formação dos nossos estudantes não se resume ao conteúdo das disciplinas. As experiências não necessariamente acadêmicas também têm um papel fundamental nessa fase. Muitos se queixam de solidão, da falta de apoio e de amizades. E aqui eles encontram isto uns nos outros, eles se identificam e constroem relações saudáveis. Eles precisam construir o respeito aos valores, o apreço por contribuir com o outro, e estas são questões que discutimos no grupo. Nas conversas, surgem, por exemplo, críticas às estruturas das universidades que não vemos em outros espaços. Então, onde está a voz desses jovens? Temos cabeças que pensam, mas que por diversos motivos não são ouvidas, e precisamos convencer não somente a eles, mas a todos, de que acreditar na juventude é necessário”, defende.

De acordo com Ramalho, os jovens relatam durante os encontros que a participação no grupo propiciou melhora no desempenho acadêmico, o que favoreceu a inserção em estágios e grupos de pesquisa. Além disso, é facilitado o acesso a outros serviços de assistência em Saúde, promovendo a integralidade e a interdisciplinaridade do cuidado oferecido, um dos princípios fundamentais da USE.

Uma das estudantes que participa do grupo relata que os encontros a ajudaram a ter consciência de suas próprias vontades. “Aqui conseguimos trabalhar a consciência do que queremos, formas de melhorar e dar um passinho de cada vez. Entendi que o que eu sinto influencia nas coisas que eu preciso fazer, e é muito ruim quando os sentimentos afetam o dia a dia de forma negativa. Depois de um tempo de grupo, percebi como até a postura das pessoas mudou. No começo, todos sentavam largados nas cadeiras, mas agora já têm uma postura mais confiante”, afirma a jovem.

O grupo trabalha em parceria com o Departamento de Serviço Social (DeSS) da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE), que encaminha os estudantes que estão na fila de espera por atendimento psicológico. Para fazer parte do grupo, basta apenas ser estudante universitário, da UFSCar ou de outras universidades de São Carlos. Os interessados em participar ou apoiar o grupo podem escrever para juventude.use@gmail.com.

Comentários desativados em Grupo da USE promove debates, reflexões e atividades de apoio a jovens universitários de São Carlos

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis, Extensão, Saúde

Comments are closed.