“Estamos comemorando uma realização não apenas da UFSCar, mas uma conquista para a educação brasileira”, afirma Reitor sobre formaturas de primeiras turmas de cursos de graduação a distância

Na última sexta-feira (13/4), a UFSCar realizou as cerimônias de colação de grau de 105 estudantes que integraram as primeiras turmas dos cursos de graduação Bacharelado em Sistemas de Informação, Licenciatura em Pedagogia e Tecnologia em Produção Sucroalcooleira oferecidos na modalidade a distância. Os formandos ingressaram na Universidade em 2007, quando a UFSCar realizou o primeiro processo seletivo e passou a oferecer cinco cursos de graduação a distância em parceria com o programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), do Ministério da Educação (MEC).
A Secretária Geral de Educação a Distância da UFSCar, Aline Reali, presente às cerimônias, destacou a articulação, na oferta dos cursos, da qualidade acadêmica que caracteriza a Instituição com o compromisso com a democratização do acesso à Educação Superior. “A Universidade busca responder, de um lado, às demandas de formação de profissionais competentes e, de outro, atender aos anseios de uma realidade social, pautada pela exclusão, o que se mostra fundamental para a formação do cidadão brasileiro e o desenvolvimento do nosso país”, afirma a Secretária.

Estudantes e professores do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, junto com dirigentes da UFSCar, registram o momento histórico (Foto: João Moura)

A declaração de Aline Reali é corroborada por depoimentos dos formandos. “A iniciativa abre um leque para a Universidade agregar segmentos de alunos que não teriam condições de fazer o curso presencial. Eu, por exemplo, trabalho em três turnos diferentes e, assim, não teria a oportunidade de fazer um curso presencial. Nesse sentido, a iniciativa da UFSCar é excelente, porque permite agregar outros perfis de alunos com os quais eu acredito que, até então, ela não tinha contato”, avaliou Paulo Arnaldo Machado, que cursou Tecnologia em Produção Sucroalcooleira no polo de Itapetininga, SP. A agora pedagoga Fabiana de Cássia da Silva também reconheceu a oportunidade oferecida pela modalidade a distância. “Eu moro em Jales, muito longe da UFSCar, e pude na minha própria cidade ter a oportunidade de estudar em uma universidade federal. Sou professora de Matemática e, agora, tenho a possibilidade de atuar na direção de escolas, em coordenação pedagógica etc.”, relatou a formanda.
O Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho, avalia que a formatura das primeiras turmas de graduação a distância merece comemoração não apenas enquanto realização da Universidade, mas também como conquista para a educação brasileira. “Imprimindo aos cursos a distância a mesma qualidade que sempre caracterizou a UFSCar, fazendo as coisas como fazemos, mostramos que a educação a distância pode dar certo, pautada na excelência acadêmica com compromisso social. Além disso, fomos inovadores desde a proposição dos cursos, pois não criamos apenas as licenciaturas, como a maioria das universidades. Ou seja, estamos inovando de novo, a UFSCar está à frente, o que nos deixa muito satisfeitos e orgulhosos”, comemora o Reitor.
Muitos formandos relataram que, antes do curso, tinham uma expectativa de que a educação a distância fosse uma modalidade “menos puxada” do que os cursos presenciais, o que acabou se revelando não ser verdade no decorrer da formação. “Eu digo que não há nenhum demérito da educação a distância em relação ao ensino presencial e, ao contrário, há até um mérito, porque muitas das atividades dependem do seu comprometimento, você aprende a se organizar, a ter mais iniciativa. Tudo isso é um diferencial que nos permitiu tirar melhor proveito de tudo”, afirmou Francisco Eduardo do Nascimento, que cursou o Bacharelado em Sistemas de Informação no polo São Carlos. “No começo, a sensação era de que não iríamos dar conta, porque era muita coisa para estudar. Mas, aos poucos, fomos criando uma agenda, organizando as atividades, e hoje podemos concluir mais essa fase. Este é meu segundo diploma e eu aprendi muito! A UFSCar, na modalidade a distância, mantém o mesmo perfil, o mesmo padrão de qualidade, e a gente pode estudar muitos conteúdos e conhecer formas diferentes de estudar também”, complementou a pedagoga Fabiana da Silva.
“Estamos entrando para a história… A gente batalhou, lutou, foi desenvolvendo o curso, que agora já tem novas turmas… E nós, integrando a primeira turma, acreditamos que fizemos história, principalmente porque acredito que a educação a distância é uma modalidade que deve continuar, crescer, se aprimorar e se estender a outros cursos. No futuro, seremos lembrados como a primeira turma!”, afirmou Evandro César Bueno, que foi aluno do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação no polo de São Carlos e, em sua reflexão, é acompanhado pelo Reitor da UFSCar. “Quero, neste momento, parabenizar todos os envolvidos neste processo, estudantes, professores, tutores e funcionários, que foram verdadeiros desbravadores e nos trouxeram a este momento de comemoração pelo sucesso que obtivemos”, afirma o dirigente.

Reitor da UFSCar cumprimenta formando em Tecnologia em Produção Sucroalcooleira (Foto: SEaD)

Comentários desativados em “Estamos comemorando uma realização não apenas da UFSCar, mas uma conquista para a educação brasileira”, afirma Reitor sobre formaturas de primeiras turmas de cursos de graduação a distância

Filed under Graduação

Comments are closed.