Edifício Carolina Bori reúne pesquisas em Educação Especial

No dia 16 de maio, foi realizada, no Campus São Carlos da UFSCar, a cerimônia de inauguração do edifício Carolina Bori, que passa a abrigar pesquisadores que atuam com foco em processos básicos de aprendizagem e no desenvolvimento de metodologias para a Educação Especial, em atividades que englobam ensino, pesquisa e extensão. Os pesquisadores têm relação com os cursos de graduação e pós-graduação em Psicologia e em Educação Especial da Universidade.

O edifício é formado por cinco laboratórios de pesquisa: Laboratório de Estudos do Comportamento Humano (LECH); Unidade de Iniciação à Leitura; Laboratório de Aprendizagem Humana, Multimídia Interativa e Ensino Informatizado (LAHMIEI); Laboratório de Estudos sobre Deficiência e Educação (LEDE); e Laboratório de Processos e Práticas Educativas (LPPE). Além disso, o LECH e a Unidade de Iniciação à Leitura são sede do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Comportamento, Cognição e Ensino (INCT-ECCE), que congrega, além da UFSCar, outras quatro universidades brasileiras e uma dos Estados Unidos.

Adilson de Oliveira, Vice-Reitor da UFSCar; Targino de Araújo Filho, Reitor; e Deisy das Graças de Souza, docente do DPsi. No retrato, a professora Carolina Bori, homenageada no nome do novo edifício. (Foto: Débora Taño - CCS/UFSCar)

O nome do edifício homenageia a professora Carolina Martuscelli Bori, docente da Universidade de São Paulo (USP) falecida em 2004. Bori foi diretora do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) da UFSCar entre os anos de 1976 e 1979. Nessa posição, foi uma das principais responsáveis pela ampliação do escopo de atuação do Centro naquele momento e, principalmente, pela implantação da pós-graduação em Educação Especial na Universidade, no final da década de 70. Carolina Bori já havia sido homenageada pela UFSCar em 2003, quando recebeu o título de Doutora Honoris Causa.

Para a construção do edifício, foram investidos cerca de R$ 1,5 milhão, sendo R$ 1 milhão oriundos do CT-Infra (Fundo de Infraestrutura, voltado ao financiamento de projetos institucionais de aprimoramento da infraestrutura para a pesquisa) e R$ 500 mil complementados pela Universidade.

Consolidação
Deisy das Graças de Souza, docente do Departamento de Psicologia (DPsi) e Coordenadora do INCT-ECCE, explicou, durante a cerimônia de inauguração, que a nova infraestrutura vai permitir uma expressiva melhora no desenvolvimento das pesquisas sobre Educação Especial, área que possui grande tradição na Universidade, e melhoras também na estrutura do DPsi. “É muito emocionante podermos inaugurar esse espaço que é, de certa forma, a consolidação de um trabalho que fazemos há tantos anos na UFSCar. Trabalhamos em rede com outros pesquisadores em um modelo que tem se mostrado bastante eficiente, sendo o número de dissertações, teses e publicações em geral um indicativo desse sucesso. Além disso, é com muita satisfação que homenageamos a professora Carolina, que está na origem disso tudo não só por tudo que fez pelo País, mas também por formar as pessoas que estão aqui hoje”, afirmou Souza.

A Diretora do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) da UFSCar, Wanda Aparecida Machado Hoffmann, ressaltou a importância do novo espaço e os esforços de todos que contribuíram para esse resultado. “Em primeiro lugar, eu gostaria de dizer obrigada. Este espaço é fruto de um trabalho muito sério e da luta de muitas pessoas para que chegássemos a esse momento. É, então, um momento de comemoração e de motivação, para seguir em frente com ainda mais entusiasmo”, disse Hoffmann.

Comentários desativados em Edifício Carolina Bori reúne pesquisas em Educação Especial

Filed under Espaço físico, Homenagens

Comments are closed.