CoAd: Conselho aprova a criação de Comissão Permanente de Publicações Oficiais e Institucionais

O Conselho de Administração da UFSCar (CoAd), em sua 34ª Reunião Ordinária, realizada em 20 de abril, apreciou e aprovou a criação da Comissão Permanente de Publicações Oficiais e Institucionais (CPOI), que terá como atribuições construir e implementar política editorial para essas publicações e colaborar no seu planejamento, preparação de originais e edição. A Comissão será formada por representante da Secretaria Geral de Planejamento e Desenvolvimento Institucionais (SPDI); representantes de docentes de áreas de conhecimento específicas – Ciência da Informação e Administração; quatro representantes do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi), dos quatro campi; representante da Coordenadoria de Comunicação Social (CCS); representante da Unidade Especial de Ensino, Pesquisa e Extensão – Informação e Memória (UEIM); representante do Instituto de Línguas; representante do Repositório Institucional da UFSCar; e representante da Editora da UFSCar (EdUFSCar).

A proposta de criação da Comissão surgiu da identificação da necessidade de tratamento editorial padronizado a documentos que se caracterizam como publicações administrativas, técnicas, tecnológicas e similares relacionadas a inovações nos processos e procedimentos técnicos e administrativos, ao registro desses processos e procedimentos e/ou à sua instrução – como, por exemplo, no caso de manuais – e à disseminação de informações sobre certas atividades técnicas e administrativas da Universidade. Essa padronização tem como objetivo também a possibilidade de disponibilização dessa literatura no Repositório Institucional da UFSCar, que tem como característica justamente a função de abrigar não apenas a produção acadêmica, mas também a produção técnica e administrativa da Universidade. A proposta partiu também do objetivo de acolher e incentivar a produção editorial de um corpo de servidoras e servidores técnico-administrativos cada vez mais qualificado, em sintonia com um debate nacional relacionado, por exemplo, à sinalização da Capes (Coordenação de Pessoal de Nível Superior) de que deverá oficializar pontuação para essa produção.

A CPOI deverá oferecer apoio técnico especializado para análises e orientações quanto à necessidade de revisão, normalização, checagem de dados e informações e/ou programação visual nas publicações oficiais e institucionais. Assim, a unidade interessada na elaboração de uma publicação institucional deverá encaminhar solicitação à Comissão, que, após análise do encaminhamento a ser dado, poderá colaborar na elaboração do projeto gráfico – para que o acervo institucional tenha identidade própria e padronizada –; na normatização, em consonância com as normas técnicas nacionais de documentação; e na atribuição de número internacional padronizado de identificação de publicações editadas no País (como, por exemplo, o ISBN e o ISSN), dentre outros aspectos. A resolução de criação da CPOI ainda está sendo finalizada, para incorporação das sugestões apresentadas pelo CoAd, mas a versão preliminar e outros documentos encaminhados ao Conselho estão no site da Secretaria de Órgãos Colegiados.

ProDIn
Na mesma reunião, o CoAd também aprovou as normas para regulamentar a propositura e tramitação de Projetos de Desenvolvimento Institucional (ProDIn) a serem executados com apoio da Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico da UFSCar (FAI). A figura do ProDIn surgiu como alternativa diante das mudanças na legislação referente às relações entre as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e suas fundações de apoio, que tornaram impossíveis os procedimentos anteriormente adotados na Universidade para gestão dos recursos advindos da retribuição aos departamentos por projetos de extensão com financiamento externo desenvolvidos por seu corpo docente. Assim, as unidades que dispõem desses recursos poderão optar por manter a gestão na Fundação, desde que observadas as normas aprovadas pelo CoAd. A outra opção é a gestão via Pró-Reitoria de Administração (ProAd).
“É importante deixar claro que esta não foi uma opção da Administração, mas sim uma solução construída com muito esforço e cuidado pela Reitoria, ProAd, Pró-Reitoria de Extensão, Procuradoria Federal e Fundação para atender os requisitos legais, garantindo a segurança jurídica e, ao mesmo tempo, a possibilidade de gestão dos recursos pela FAI, que continua sendo vantajosa para alguns casos”, esclarece o Vice-Reitor da UFSCar, Adilson de Oliveira, que presidiu a reunião do CoAd. “Nosso objetivo foi manter o processo o mais simples possível dentro das limitações impostas pela legislação. O que temos neste momento é uma primeira versão do ProDIn, a ser aprimorada com o aprendizado do primeiro ciclo de implementação. Além disso, está previsto na resolução que a SPDI e a ProAd atuarão no apoio à elaboração e à execução dos projetos”, complementa.

As versões preliminares da norma para a propositura e a tramitação e do modelo de ProDIn podem ser conferidas no site da Secretaria de Órgãos Colegiados, onde também estão informações sobre os demais assuntos apreciados pelo CoAd em sua última reunião. A versão final ainda depende da incorporação das alterações propostas durante a reunião, sendo uma das principais a inclusão dos Centros Acadêmicos no processo de tramitação.

Comentários desativados em CoAd: Conselho aprova a criação de Comissão Permanente de Publicações Oficiais e Institucionais

Filed under Conselhos, Gestão

Comments are closed.