Category Archives: Saúde

Vencendo a Covid-19: ConsUni mantém UFSCar na Fase 1 do Plano de Retomada e calendário suplementar para atividades práticas começa dia 31

Logo Vencendo a Covid-19
Fase 1 permite a realização presencial de atividades de ensino prático e de pesquisa em laboratório (Arte: CCS/UFSCar)

O Conselho Universitário (ConsUni) deliberou pela permanência da UFSCar na Fase 1 do seu Plano de Retomada das Atividades Presenciais, que permite a realização presencial de atividades de ensino prático – incluindo todos os tipos de estágio e práticas profissionais – e atividades de pesquisa em laboratório sem a participação de pessoas sem vínculo direto com a UFSCar, além das atividades já aprovadas na Fase 0. Com essa decisão, está mantido o Calendário Acadêmico Suplementar, com atividades práticas para os estudantes de graduação, com início em 31 de janeiro. A reunião pode ser assistida no canal UFSCar Oficial no YouTube.

Também foi aprovado ajuste no item 6.4 do Plano de Retomada (Resolução ConsUni nº 68). Na versão anterior, qualquer degeneração na curva epidêmica, observada por meio dos indicadores internos ou externos, implicava o retorno para a fase anterior do Plano. Agora, a degeneração implica em análise contingencial. A mudança segue recomendações do Núcleo Executivo de Vigilância em Saúde (NEVS) e do Comitê Gestor da Pandemia (CGP).

Foi deliberada também a necessidade de fortalecimento das ações educativas e de conscientização sobre medidas de biossegurança, bem como a criação de um mecanismo, a ser elaborado, que possa receber notificações de problemas e realizar abordagens educativas para garantir que as pessoas da comunidade sigam os protocolos.
No início da reunião, a Reitora, Ana Beatriz de Oliveira, apresentou detalhadamente os trabalhos realizados neste mês para balizar as propostas levadas ao ConsUni, a partir do acompanhamento do cenário epidemiológico, com destaque para o impacto da variante Ômicron, e de reuniões entre gestores da Universidade (especialmente os da área da Saúde), e com NEVS e CGP.

Em sua apresentação (que pode ser conferida neste link), a dirigente destacou como a Universidade se preparou para enfrentar a pandemia com o desenvolvimento da estrutura de vigilância epidemiológica, a normatização de planos de contingência, a elaboração dos protocolos, compra de equipamentos individuais de proteção, a conscientização sobre as medidas de biossegurança e a exigência da vacinação, e como o cumprimento destas medidas é fundamental para o controle da pandemia.

“Sabemos da necessidade de estarmos atentos aos indicadores epidemiológicos e os desafios que a pandemia ainda nos trará, mas estamos em um novo momento, com a vacinação em andamento e em que contamos com medidas não farmacológicas de biossegurança e protocolos preventivos que, se seguidos corretamente, nos permitem seguir na Fase 1”, registrou a Reitora.

Ela também enfatizou o impacto do afastamento das atividades acadêmicas presenciais na qualidade da formação oferecida e, além disso, na saúde mental de todas as pessoas envolvidas e, muito especialmente, de estudantes. Ao longo da reunião, conselheiros e conselheiras manifestaram reiteradamente a relevância de considerar neste momento, além do risco epidemiológico, os demais riscos envolvidos, com destaque à evasão.

“Manter a Universidade na Fase 1, com o início do Calendário Acadêmico Suplementar em 31 de janeiro, nos permite essa volta gradual e colocar em prática a nossa estratégia de vigilância epidemiológica para que possa ser aprimorada, no que for necessário, para o momento em que o número de atividades e aulas presenciais for aumentado, já que a expectativa é de que em maio iniciaremos o período letivo de 2022 de forma presencial, conforme previsto pelo Ministério da Educação”, lembrou a Reitora.

A Reitora informou também sobre a divulgação, na última quinta-feira (20/1), da orientação sobre o fornecimento de álcool em gel e de máscara que, conforme deliberado pelo ConsUni, será fornecida, pelo menos, a máscara cirúrgica para os estudantes em atividades de graduação, a partir da solicitação dos departamentos.


Ela comentou também a decisão de oferecer, neste momento, máscaras para servidores que não tenham acesso aos tipos de máscaras recomendados, destacando que o próprio servidor avalia se precisa ou não solicitar as máscaras e que todas que foram pedidas serão entregues. “Temos uma situação orçamentária ainda crítica e ainda não temos a Lei Orçamentária Anual (LOA) sancionada. Portanto, não sabemos o nosso panorama financeiro para 2022. Por isso, optamos por fazer essa experiência para a entrega de máscaras aos servidores, para entender a demanda e estudar a viabilidade do fornecimento”, destacou.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, COVID-19, Saúde

HU vai receber recursos para projetos de Farmácia Satélite e para a consolidação do núcleo e-Saúde por emenda parlamentar do Deputado Federal Paulo Teixeira

Ana Beatriz de Oliveira e Thiago Russo (esq.) em encontro com o deputado Paulo Teixeira

Ana Beatriz de Oliveira e Thiago Russo (esq.) em encontro com o deputado Paulo Teixeira (Analice Garcia)

A Reitora da UFSCar, Ana Beatriz de Oliveira, e o Gerente de Ensino e Pesquisa do Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Ebserh/MEC), Thiago Russo, participaram de reunião na última sexta-feira (27/8) com o Deputado Federal Paulo Teixeira (PT), para apresentar os projetos da Universidade referentes ao HU e os desafios enfrentados devido ao corte orçamentário, que atinge todas as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

No encontro, foram destacados três projetos que necessitam de recursos para que sejam implementados no HU, sendo dois referentes a estruturação das farmácias satélites do Centro Cirúrgico e da Unidade de Terapia Intensiva Adulto e o outro a consolidação do Núcleo e-Saúde, ampliando as atividades de telessaúde e teleducação focadas no SUS, o que vai beneficiar todos os equipamentos de Saúde da UFSCar, como a Unidade Saúde Escola (USE), por exemplo.

“Apresentamos ao deputado a importância da aplicação dessas propostas para o desenvolvimento contínuo do HU em busca da formação dos estudantes a partir da excelência no atendimento à população regional e recebemos, com muita satisfação, o comprometimento para que possamos viabilizar mais essas etapas”, destacou a Reitora.

De acordo com Thiago Russo, a estruturação física das farmácias com mobiliários específicos vai permitir o armazenamento e a organização adequada das medicações, melhorando a eficiência da distribuição e o controle dos medicamentos, no sentido de evitar perdas e garantir agilidade na distribuição dos medicamento para as pessoas que estão no Centro Cirúrgico e na Unidade de Terapia Intensiva Adulto.

O investimento no Núcleo e-Saúde beneficia não apenas o HU e a Unidade de Simulação em Saúde (USS), mas também a USE. Juntas, essas unidades poderão receber apoio de infraestrutura tecnológica para atender a população regional a partir de teleatendimento, bem como realizar a capacitação de profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com relação ao orçamento, o deputado reforçou o apoio à mobilização dos reitores das IFES pela recomposição orçamentária e se comprometeu a agendar nas próximas semanas uma reunião com a senadora Rose de Freitas (MDB), que é relatora do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para avançar no debate.

Leave a Comment

Filed under Saúde

Artigo destaca protagonismo da UFSCar nas ações de assistência e permanência estudantil no cenário da pandemia da Covid-19

Na Pauta 28

Resultado do artigo e as ações da UFSCar foram debatidas na edição 28 de Na Pauta (Reprodução)

Em um contexto como o da pandemia da Covid-19, em que se intensificam as vulnerabilidades sociais, um estudo feito por pesquisadores da área de Serviço Social e publicado na Revista Serviço Social em Perspectiva evidencia a importância dos programas de assistência e permanência estudantil para garantir a permanência dos estudantes no Ensino Superior e apresenta os resultados de uma análise de como esses programas se adaptaram para auxiliar os estudantes nesta nova realidade.

Intitulado “A Assistência Estudantil e a Covid-19: o contexto das Universidades Federais Paulistas”, o artigo, de autoria de pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), da Universidade Federal do ABC (UFABC) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), examinou os impactos da pandemia sobre os programas de assistência e permanência das universidades federais do estado de São Paulo – Unifesp, UFSCar e UFABC.

O estudo avaliou como as universidades têm atuado na atenção à saúde, moradia, alimentação, e aos estudantes, pais, mães e responsáveis. Também abordou a inclusão digital e a oferta de auxílio emergencial institucional. Confira aqui o estudo na íntegra.

De acordo com Eduardo Henrique Moraes Santos, um dos autores do artigo, doutorando no Programa de Políticas Públicas na UFABC e docente no curso de Serviço Social na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), a estrutura da assistência estudantil institucional da UFSCar já existente antes da pandemia foi determinante na sua reorganização para a proteção dos direitos discentes.

“A partir da análise dos programas da UFSCar, foi possível identificar o protagonismo da Universidade em diversos setores da assistência estudantil, com destaque para a proteção alimentar, uma vez que os restaurantes universitários reconfiguraram sua atuação, incluindo novos serviços, para garantir a segurança alimentar dos estudantes, principalmente dos em situação de vulnerabilidade social”, disse.

O autor informou ainda que a UFSCar também se destaca em relação à moradia universitária, sendo a única entre as federais paulistas com esse recurso, o que foi essencial para a proteção dos direitos estudantis nesse contexto de pandemia. Vale mencionar as ações de atenção à saúde mental e inclusão tecnológica, sendo esta última uma novidade para as universidades paulistas.

O resultado do artigo e a atuação da UFSCar nos programas de assistência e permanência estudantil no contexto da pandemia foram destaque na edição #28 de Na Pauta, em entrevista realizada com Santos, com o Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis, Djalma Ribeiro Junior e com o Pró-Reitor de Administração Adjunto, Luiz Manoel de Almeida. Assista!

Leave a Comment

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis, COVID-19, Saúde

Grupo Técnico de Vigilância Epidemiológica da UFSCar desenvolve guia com os protocolos e as diretrizes técnicas para a vigilância epidemiológica da Covid-19

Logo Vencendo a Covid-19

Guia traz os protocolos e as diretrizes técnicas para a realização da vigilância epidemiológica da Covid-19 (Arte: CCS/UFSCar)

Desde a chegada da pandemia da Covid-19 ao Brasil, a UFSCar tem adotado inúmeras medidas para proteger e informar a comunidade universitária, bem como desenvolvido inúmeras pesquisas – mais de duzentas – sobre algum aspecto da pandemia, com temas que vão além da área da Saúde e respondem ao caráter multidimensional da crise enfrentada.

Uma das ações internas que colocou a UFSCar como protagonista no enfrentamento da pandemia nos campi foi a implementação do plano Vencendo a Covid-19, que tem estabelecido diretrizes e critérios para o controle interno da pandemia, a fim de permitir a retomada segura das atividades presenciais. No sentido de auxiliar no cumprimento dessas diretrizes e desses critérios, o Grupo Técnico de Vigilância Epidemiológica da UFSCar desenvolveu o Guia para a Vigilância Epidemiológica Integrada na Universidade Federal de São Carlos.

“O guia contém os protocolos e as diretrizes técnicas para a realização da vigilância epidemiológica da Covid-19 na comunidade universitária e tem como objetivo orientar as medidas a serem adotadas em campo pela vigilância epidemiológica com fins de bloquear cadeias de transmissão da Covid-19. Com uma linguagem acessível, o guia também é destinado à comunidade universitária como um todo para que possam colaborar com o controle da transmissão comunitária do vírus”, explica o docente do Departamento de Medicina (DMed) e integrante do Vencendo a Covid-19, Bernardino Geraldo Alves Souto.

O guia traz informações sobre as características gerais da Covid-19, as estratégias operacionais para o controle da sua transmissão nos campi da UFSCar, a atuação da Vigilância Epidemiológica e como se dará a detecção e o rastreamento dos casos, entre outros pontos. O manual está disponível neste link para leitura e download. Acesse!

Leave a Comment

Filed under COVID-19, Saúde

Pró-Reitoria de Extensão lança edital especial para a realização de projetos com foco em Qualidade de Vida e Saúde Mental

logo da Pró-Reitora de Extensão

16/8 é o prazo máximo para as propostas aprovadas pelas chefias darem entrada na área da ProEx no sistema ProExWeb (Reprodução)

A Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) lança o edital especial de projetos temáticos de Extensão: Qualidade de Vida e Saúde Mental, que vai selecionar até 15 propostas de extensão para serem apoiadas, cada uma, com quatro meses de bolsa de extensão para estudantes de graduação regularmente matriculados na UFSCar.

“Neste edital, idealizado em parceria com as Pró-Reitorias de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE) e de Gestão de Pessoas (ProGPe), colocamos em prática a nossa proposta de ampliar, fortalecer e incentivar as atividades de extensão de forma interdisciplinar, permitindo a atuação em rede na Universidade, com foco na promoção da qualidade de vida e na saúde mental”, disse a Pró-Reitora de Extensão, Ducinei Garcia.

O Pró-Reitor de Extensão Adjunto, Fábio Gonçalves Pinto, explica que o edital levou em consideração os impactos da pandemia da Covid-19 nas diferentes esferas da vida cotidiana e pretende promover a articulação de atividades de ensino e pesquisa com os cuidados necessários com a qualidade de vida da comunidade universitária.

A submissão de proposta, aberta a partir da data de publicação do Edital (19/7), é exclusivamente pelo sistema ProExWeb por meio de preenchimento de formulário específico disponível na opção “Propor uma nova atividade”. Confira as instruções detalhadas para o uso do sistema ProExWeb. As propostas precisam ser vinculadas a um Programa de Extensão e detalhar objetivo, plano de trabalho, pessoas, grupos e/ou coletivos a serem atendidos e cronograma de execução com início das atividades previsto para 1/11, com duração mínima de quatro meses e máxima de seis meses.

Cada proponente deve acompanhar o fluxo de sua proposta no ProExWeb tal a garantir que o trâmite de aprovação pelas chefias dos setores e/ou departamentos (da equipe de trabalho envolvida nas atividades) ocorra até o dia 16/8. Este é o prazo máximo para as propostas aprovadas pelas chefias darem entrada na área da ProEx no sistema ProExWeb. Também em 16/8, a etapa de análise de admissão se encerra e, em seguida, apenas as propostas admitidas serão encaminhadas para a avaliação de mérito dos consultores. Acesse o edital na íntegra para compreender todos os detalhes.

O edital conta com três eixos temáticos, e as propostas das atividades de extensão devem englobar ao menos um deles: Qualidade de Vida e Promoção da Saúde (ações de promoção à saúde sobre a Covid-19); Cultura e Promoção da Qualidade de Vida (atividades com foco na oferta de ações culturais em suas dimensões simbólica, econômica e cidadã) e Qualidade de Vida e Promoção dos Direitos Humanos (atividades com foco em educação em direitos humanos, educação das relações étnico-raciais, educação das relações de gênero, inclusão e acessibilidade).

Podem participar do edital servidores docentes e técnico-administrativos efetivos ou voluntários/seniores (desde que contemplem atividades de extensão em seu plano de trabalho e que o período de contratação engloba o período do Edital), sem atrasos na entrega de relatório (s) de Atividades de Extensão finalizadas até dezembro de 2020 sob sua responsabilidade. Só será aceita a submissão de uma única proposta por servidor, na função de coordenação do projeto.

Leave a Comment

Filed under Extensão, Saúde