Category Archives: Eventos

Em live sobre a Covid-19, comunidade universitária compartilha o impacto sofrido com a pandemia e destaca a importância da Educação e da Ciência para enfrentar essa realidade

Imagem de captura de tela do Na Pauta

Uma das convidadas foi a Vice-Reitora, Maria de Jesus Dutra dos Reis, que falou sobre as ações Vencendo a Covid-19 (Reprodução)

Mais de 500.000 mil vidas perdidas no Brasil para a Covid-19 desde o início da pandemia em março de 2020. Esse triste marco ao qual o país chegou no último sábado (19/6) foi o tema central do Na Pauta #18. A live semanal da equipe de Comunicação da UFSCar trouxe representantes de toda a comunidade universitária para compartilhar a diversidade de experiências vividas e o que têm feito neste mais de um ano para enfrentar a pandemia.

Os convidados também expressaram o sentimento de lamento e tristeza pelas vidas perdidas, e destacaram que grande parte dessas perdas teria sido evitada se medidas fortes, adotadas por parte dos governos, no que diz respeito à vacinação e às medidas sanitárias, tivessem sido priorizadas.

Esse lamento veio acompanhado também da constatação de como a Ciência e a Educação têm sido fundamentais nesse cenário, do debate do que ainda pode ser feito para evitar que o número de mortes no país avance ainda mais e no convite para que a comunidade se mobilize para transformar a sociedade no futuro. A live pode ser conferida na íntegra nos canais UFSCaroficial no YouTube e Facebook.

O programa contou com a presença da Vice-Reitora e Presidente do Comitê Gestor da Pandemia (CGP), Maria de Jesus Dutra dos Reis, que resgatou a criação do plano da UFSCar de enfrentamento da pandemia, Vencendo a Covid-19, a fim de articular, integrar e fomentar ações para superar os desafios impostos por essa nova realidade.

“O retorno presencial, a partir de indicadores favoráveis referentes ao controle da pandemia, de forma segura e controlada, é a nossa meta, uma vez que, quando isso ocorrer, teremos estudantes de diversas regiões do Brasil circulando nos nossos campi. Diante disso, o Núcleo Executivo de Vigilância em Saúde (NEVS) e o CGP identificaram as atividades consideradas essenciais neste momento de não controle da pandemia e implementaram normativas para que elas possam ocorrer através de planos de contingência de forma segura”, disse a Vice-Reitora.

A dirigente comentou ainda que outras ações importantes são o monitoramento responsável, através da Vigilância Epidemiológica interna, dessas atividades em todos os campi e a construção do Plano de Retomada das Atividades Presenciais, para um momento futuro de controle da pandemia, que será apresentado na próxima reunião do Conselho Universitário (ConsUni), no dia 25/6, e debatido com a comunidade para posteriormente ser deliberado.

As respostas da Universidade à pandemia no âmbito da Saúde, no que diz respeito ao acolhimento à comunidade interna, à articulação com o município e à transmissão de conhecimento e informação precisa à sociedade, foram apresentadas pelos convidados Carla Polido, docente do Departamento de Medicina (DMed) e Assessora de Articulação em Saúde da UFSCar; Carla Vieira, enfermeira do Departamento de Atenção à Saúde (DeAS); Fábio Neves, Superintendente do Hospital Universitário (HU-UFSCar/Ebserh); Thiago Russo, Gerente de Ensino e Pesquisa do HU-UFSCar/Ebserh, e Gustavo Nunes de Oliveira, docendo do DMed e Coordenador do InformaSUS.

De forma muito didática e clara, ao longo de toda a live, o docente do DMed e integrante do Vencendo a Covid-19, Bernardino Geraldo Alves Souto, trouxe importantes informações sobre como, somente com o cumprimento das medidas sanitárias como respeito ao isolamento social, uso correto e constante de máscaras de proteção e higienização das mãos, aliadas à vacinação em massa para todos os públicos, será possível superar esse momento desafiador de descontrole da pandemia no Brasil para que possamos retomar, de forma gradual e segura, as atividades em todas as esferas da sociedade.

Entre os convidados, os discentes, através da participação de Raisa Cortez Rosado, do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Maíra Neme, da Associação de Pós-Graduandos (APG), e dos estudantes indígenas Geovane Diógenes da Silva (Gege), da etnia Pankararu, e Jocimara Braz de Araújo (Uara), da etnia Pataxó, compartilharam suas experiências, dificuldades e impactos sofridos pela pandemia.

Os representantes dos Sindicato dos Trabalhadores Técnicos-Administrativos (SinTUFSCar), Antonio Donizetti da Silva (Doni), e dos Docentes em Instituições Federais (ADUFSCar), Ricardo Ciferri, também falaram sobre os desafios vividos pelos servidores e servidoras e como têm feito para superá-los.

A forma como a pandemia afetou a educação em todos os seus níveis também foi debatida na live com a participação da docente do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas (DTPP), Luana Costa Almeida, que também destacou como os professores e professoras tiveram que se reinventar para a realidade do ensino remoto e as dificuldades enfrentadas nos diversos níveis educacionais.

O Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis, Djalma Ribeiro Junior, falou sobre como a Universidade tem se organizado neste momento, agravado ainda mais pelos cortes no orçamento que afetam diretamente os programas de assistência estudantil, com ações para auxiliar e garantir a permanência dos estudantes na Universidade.

Ainda em relação à pergunta sobre como a Universidade tem atuado, o Pró-Reitor de Pesquisa (ProPq), Ernesto Chaves Pereira, e a Coordenadora de Informação em Pesquisa da ProPq, Andrea Rodrigues Ferro, trouxeram para o debate a resposta dos pesquisadores da UFSCar, que nestes 15 meses de pandemia desenvolveram mais de 240 projetos de pesquisas das mais diversas naturezas.

A Reitora, Ana Beatriz de Oliveira, encerrou a live especial com uma mensagem de lamento pelas vidas perdidas e de agradecimento aos profissionais de saúde, pela atuação incansável nos últimos meses, e também à comunidade universitária, que se adaptou a essa nova realidade e segue desempenhando suas atividades de forma primorosa.

Oliveira evidenciou que a pandemia mostrou o quão essencial é o papel e atuação das universidades públicas que tão rapidamente responderam a ela. Para isso, apresentou dados da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) que indicam que as instituições federais foram responsáveis pela produção de mais de 691 mil litros de álcool em gel, 651 mil máscaras de proteção e 515 mil face shields. “A Universidade, através da dedicação de seus profissionais, reagiu e se adaptou a esse contexto muito rapidamente, tanto para o ensino como para as pesquisas e programas de extensão, o que nos aproximou da sociedade”, disse a Reitora.

Com relação às perspectivas para a UFSCar, Oliveira comentou sobre o movimento junto aos Reitores das instituições federais de ensino no estado de São Paulo em defesa da vacinação em massa e irrestrita para todos os adultos, o que vai permitir, a partir do controle da pandemia e do cumprimento das demais medidas sanitárias, o retorno presencial e escalonado das atividades.

“Entendemos as aflições dos estudantes e de seus familiares para que as atividades presenciais retornem, porém, isso precisa ser feito de forma segura, preservando as vidas, e, para isso, defendemos que a vacinação deve abranger todos e todas. No contexto do Ensino Superior não podemos pensar na vacinação de forma segmentada. Além disso, ela por si só não permite o retorno seguro. Para que ele ocorra o quanto antes for possível, deve estar acompanhado de um planejamento, o qual começa a ser debatido com a comunidade”, destacou.

Leave a Comment

Filed under COVID-19, Eventos

100 dias de gestão: Reitora e Vice-Reitora falam sobre o compromisso com o diálogo e com a gestão integrada para a construção de uma UFSCar democrática e inclusiva

Captura de tela

Reitora e Vice-Reitora destacaram o comprometimento com o programa de gestão e com o diálogo com a comunidade (Reprodução)

Os 100 primeiros dias de gestão da nova equipe da Administração Superior da UFSCar foram marcados por desafios, conquistas e, principalmente, pela transparência, pelo comprometimento com o programa de gestão e pelo diálogo constante com toda a comunidade universitária.

Para fazer um balanço desses primeiros meses, a equipe participou da edição especial do Na Pauta, programa semanal realizado pela equipe de Comunicação da UFSCar, que foi transmitido na última terça-feira. Para que toda a comunidade fique por dentro do que foi realizado nesse período, divulgaremos nos próximos dias uma série de matérias sobre o trabalho desenvolvido por cada Pró-Reitoria, pelas direções de Campus e pelo Hospital Universitário.

Para começar, destacamos os pontos abordados pela Reitora Ana Beatriz de Oliveira e pela Vice-Reitora Maria de Jesus Dutra dos Reis na edição do Na Pauta. Em sua fala inicial (minutos 4:30 a 8:30), a Reitora reforçou sua mensagem de indignação por conta da não nomeação do Reitor Eleito, Adilson Aparecido de Jesus Oliveira, e lembrou que isso, junto com o período de gestão pró-tempore, resultou em um atraso no início das atividades, fazendo com que a equipe tivesse que atuar prontamente para restabelecer processos e procedimentos que ficaram parados, o que gerou a necessidade de rever algumas das metas iniciais previstas para os 100 dias.

“Mesmo diante desse início desafiador, conseguimos avançar com o que entendemos que são as prioridades da gestão, o que só foi possível pelo engajamento, dedicação e integração de toda a equipe da gestão e da comunidade universitária e pela competência do corpo técnico da Universidade”, disse.

Dentre as ações realizadas pelo Gabinete da Reitoria, Oliveira destacou os encontros com todos os conselhos de centro, órgãos colegiados, entidades sindicais, movimentos sociais e coletivos (a partir de 2:17:00), reiterando o compromisso da gestão com o diálogo através do acolhimento, do respeito e da escuta voltados a toda a comunidade.

Esse movimento, que visa ao fortalecimento dos processos democráticos dentro da Universidade, acontece também entre a equipe, que se reúne semanalmente para alinhar os temas e atuar de forma integrada e em favor de uma gestão multicampi, e com a comunidade externa através da participação ativa no conselho da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), entre outras entidades.

A Reitora destacou ainda o restabelecimento da parceria com o Instituto Federal de São Paulo (IFSP), que tinha sido rompido e está em reconstrução, e o contato com parlamentares para atuar frente à questão orçamentária, uma vez que eles têm sido importantes parceiros na aprovação de emendas parlamentares que têm viabilizado a implementação de diversos projetos de infraestrutura.

“A questão orçamentária é uma das prioridades e, diante deste cenário de cortes e incertezas, temos acompanhado esse tema com ainda mais atenção e atuado com os setores externos para a recomposição do orçamento de todas as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e de aporte financeiro para que possamos retornar, de forma escalonada, às atividades presenciais de ensino”, complementou.

Oliveira destacou ainda a criação de assessorias estratégicas, como a de comunicação científica, que será responsável pela implementação do Instituto da Cultura Científica, e a de articulação em Saúde, um compromisso de campanha que tem sido fundamental para integrar as unidades de Saúde da Universidade e do município.

Diante da importância e essencialidade dos sistemas de informática e conexão, intensificadas no contexto da pandemia que trouxe o trabalho e ensino remoto, o Gabinete da Reitoria tem acompanhado as ações da Secretaria Geral de Informática (SIn), que tem feito um trabalho para aprimorar os serviços e evitar instabilidade de conexão, como a transferência dos sistemas para a nuvem, a mudança no provedor de sinal e a articulação de uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP) para que a UFSCar possa contar com uma alternativa de conexão em casos de emergência.

Em sua fala (a partir de 2:03:11 até 2:15:36), a Vice-Reitora, que também é presidente do Comitê Gestor da Pandemia (CGP), uma das instâncias do plano de enfrentamento à pandemia da UFSCar, destacou o trabalho que tem realizado a partir da implementação do Vencendo a Covid-19, que foi um dos primeiros temas da gestão levado ao Conselho Universitário (ConsUni).

“Desde a aprovação do plano, atuamos com o objetivo de desenvolver condições institucionais de apoio às atividades estratégicas da Universidade, minimizando os danos no período da pandemia e pós-pandêmico. Com as ações do plano, pretendemos criar condições institucionais para o funcionamento das nossas atuações de ensino, pesquisa e extensão com qualidade, mantendo o compromisso primordial com a vida e a saúde da nossa comunidade”, disse.

A Vice-Reitora tem atuado também na articulação dos equipamentos de Saúde da UFSCar com o município com o objetivo de fortalecer a Unidade Saúde Escola (USE), o Hospital Escola (HU) e os Departamentos de Atenção à Saúde (DeAS) e se aproximar ainda mais da rede municipal de Saúde, para suporte na desrepressão do sistema.

Ainda sobre o Vencendo a Covid-19, a Vice-Reitora destacou a implementação da Vigilância Epidemiológica Interna, que deve acontecer até o final do mês de maio, e irá permitir o monitoramento da Covid-19 nos campi, através de um aplicativo, para acompanhar indicadores de saúde física, e em breve de saúde mental, da comunidade, a começar pelos que estão atuando presencialmente nas atividades essenciais.

Jesus destacou ainda a articulação com as unidades, centros, HU e com o Núcleo Executivo de Vigilância em Saúde (NEVS) para traçar uma política de compras de equipamentos de proteção individual (EPIs) e de testagem, que serão primordiais para as atividades da Vigilância Epidemiológica Interna.

Este e os demais temas apresentados no Na Pauta #11 podem ser conferidos na íntegra nos canais UFSCar Oficial no Facebook e YouTube.

Leave a Comment

Filed under Eventos, Gestão

Seminário de Ensino de Graduação, que inicia hoje sua 11ª edição, traz novas possibilidades de práticas pedagógicas na graduação e a integração dos docentes

Folder da 11ª edição do SeGrad

Pandemia foi o tema escolhido pelas mudanças que trouxe no ambiente do trabalho e que refletem na vida como um todo (Divulgação)

Lançar novos olhares ao desenvolvimento profissional dos docentes com realidades diversas. Essa é a proposta do Seminário de Ensino de Graduação (SEGrad) que nesta segunda e terça-feira chega a sua 11ª edição com o tema “Pandemia, docência e condições de trabalho do Ensino Superior”.

Em atividade desde 2007, o SEGrad é um evento fundamental para acolher e entender as demandas dos docentes e proporciona momentos de discussão e reflexão junto a eles, conforme explica o Pró-Reitor de Graduação da UFSCar, Daniel Leiva. “Diante da diversidade do corpo docente, o SEGrad intensifica a integração entre eles e permite refletir sobre novas possibilidades de práticas pedagógicas no ensino de graduação”, destaca.

A técnica em assuntos educacionais na Divisão de Desenvolvimento Pedagógico (DiDPed) da Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad), Ester Almeida Helmer, conta que a pandemia foi o tema escolhido pelas mudanças que trouxe no ambiente do trabalho e que refletem na vida como um todo.

“Nesses dois dias, vamos debater sobre as condições de trabalho levando em consideração a pandemia e os desafios que ela traz aos docentes. E esses desafios são vários, pois envolvem como ensinar no formato não presencial; o uso de novas tecnologias; a realização, ao mesmo tempo, das atividades de pesquisa, de extensão, de gestão, no ambiente familiar que também tem suas próprias demandas”, explica.

A 11ª edição do SEGrad tem um diferencial que é a sua construção de forma colaborativa, com a participação dos Centros dos quatro campi que construíram atividades buscando atender as suas próprias realidades.

Programação
O evento será realizado de forma online nesta segunda e terça-feira. A abertura será hoje às 9h30 com a mesa de debate “Pandemia, docência e condições de trabalho do Ensino Superior” que contará com a presença da Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, Jeanne Liliane Marlene Michel; da Coordenadora do curso de Psicologia, Rachel de Faria Brino, e do Coordenador do curso de Administração,Fábio Grigoletto.
A programação inclui palestras, rodas de conversa, como por exemplo sobre o Ensino Não Presencial Emergencial (ENPE), e a oficina de edição, finalização e publicação de videoaulas. A programação completa e link de transmissão do evento estão disponíveis no site www.segrad.ufscar.br.

Leave a Comment

Filed under Educação a distância, Eventos, Graduação, Sem categoria

ProACE participa, nesta quarta, do I Encontro do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Estudantis da região Sudeste

Logo ProACE

Djalma Ribeiro Junior, vai falar das ações que a ProACE tem feito desde o início da gestão (Divulgação)

A Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE) participa, nesta quarta-feira (7/4), do I Encontro do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Assuntos Estudantis da região Sudeste do primeiro semestre de 2021. A iniciativa é realizada pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e tem como tema o “Estado Social, Ações Afirmativas e Permanência Estudantil em análise”.

A proposta do evento é criar um espaço para que os profissionais da área e outras pessoas interessadas discutam tópicos relacionados à assistência estudantil e a outros assuntos correlatos. A programação inclui mesa de análise de conjuntura e encontros de grupos de trabalho de inclusão e diversidade; assistência prioritária; prevenção, promoção, apoio e acompanhamento. O Encontro será realizado virtualmente das 8h30 às 18h e transmitido de forma gratuita pelo canal oficial do evento.

Na reunião com os gestores das universidades, o Pró-Reitor da ProACE, Djalma Ribeiro Junior, vai apresentar a proposta do Programa de Apoio à Permanência Estudantil, que será desenvolvido junto com a Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAI•UFSCar) e com a Pró-Reitoria de Administração (ProAd), para ampliar o fornecimento de refeições gratuitas para estudantes em situação de vulnerabilidade.

Em sua apresentação, o Pró-Reitor também vai tratar dos encontros semanais do Grupo de Trabalho da UFSCar que articula ações e estratégias para a permanência estudantil no contexto da pandemia da Covid-19 e dos cortes nos orçamentos das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

Leave a Comment

Filed under Assuntos Comunitários e Estudantis, Eventos, Permanência

Andifes mobiliza reitores e parlamentares pela defesa do orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior

Logo da Andifes

Reitoria participou de reunião do Conselho Pleno da  Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Divulgação)

A Reitora Ana Beatriz de Oliveira participou no dia 4 de março da 139ª Reunião Extraordinária do Conselho Pleno da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) que teve como debate principal o Seminário “Reformas Constitucionais e Orçamentos Públicos”, para tratar sobre as mudanças constitucionais e recomposição do orçamento da educação previsto para 2021.

O encontro contou com a presença de senadores e deputados federais que, junto com os representantes da Andifes, refletiram sobre como os cortes previstos em educação, por conta da aprovação da PEC emergencial Nº186/2019, que prevê a recriação do auxílio emergencial em troca de medidas de ajustes fiscais reduzindo recursos de setores como educação, e do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), que retira recursos da educação e da saúde para outros setores, vão prejudicar drasticamente o orçamento para as universidades e os institutos federais em 2021.

Eles também apresentaram aos parlamentares a importância de derrubada dos vetos presidenciais à Lei Complementar nº 177, sancionada em 12 de janeiro de 2021, sobre os recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), que proíbe o bloqueio de gastos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, FNDCT), e discutiram como agir para reverter o bloqueio.

Os parlamentares falaram sobre como têm atuado com o governo para reverter os cortes no orçamento. “Temos nos mobilizado para isso e nesta reunião conseguimos avançar um pouco para fortalecer o apoio junto aos parlamentares. A partir do que foi acordado, trabalhamos para elaborar uma estratégia em conjunto para levar as demandas das Instituições Federais ao Governo Federal, alertando como o corte dos recursos vai inviabilizar diversas atividades básicas nas universidades, como por exemplo, as ações dos programas de permanência estudantil”, salientou a Reitora.

As discussões sobre o tema e os próximos passos continuam a ser debatidos nas próximas reuniões da Andifes. No encontro eles também falaram sobre o projeto piloto “Promover IFES” – um programa de mobilidade virtual em rede que visa possibilitar a mobilidade entre estudantes de graduação de todo o Brasil. A Andifes já está na etapa de construção do regimento do programa que será apresentado nos próximos encontros para que, aprovado, seja colocado em prática pelas instituições.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Eventos, Gestão