[Nota da Reitoria] Em defesa da não violência, da serenidade, do respeito à pluralidade de ideias e às pessoas

Em momento de tensão política, e justa ansiedade por um breve desenrolar dos fatos visando a nomeação da nova gestão superior na UFSCar, temos visto xingamentos, ameaças de expulsão da Universidade e, até mesmo, ameaças de surras. Servidores da Universidade têm sido desrespeitados devido a opiniões que têm manifestado.

Ações violentas como estas não são cabíveis em nossa sociedade e em nada representam a tradição de pluralidade, respeito e democracia da UFSCar. Há 50 anos a UFSCar vem transformando a sociedade para melhor, inclusive por meio de sua tradição democrática, de inclusão e absoluto respeito às pessoas.

É possível, e é nosso dever como cidadãos, o debate e a luta por ideais democráticos e republicanos. Porém, esta luta deve ocorrer sem violência, sem ameaças, dentro do absoluto respeito às pessoas e ao seu direito à opinião e à expressão.

A atual gestão temporária da UFSCar se solidariza e sai em defesa de seus servidores, construtores de uma Universidade pública e de qualidade. Estes colaboradores da UFSCar se dedicam diariamente ao trabalho pela sociedade como servidores públicos federais. Todos têm direito a atuar em um ambiente seguro e saudável; todos têm direito à opinião e à expressão, ao respeito, ao reconhecimento por sua contribuição à UFSCar e à sociedade.

Conclamamos a comunidade a honrar sua tradição de 50 anos em defesa da democracia, da não violência, do respeito, da pluralidade e das pessoas.o

Deixe um comentário

Arquivado em Notas da Reitoria