UFSCar é a 15ª melhor Universidade da América Latina

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) é considerada a 15ª melhor Universidade da América Latina, segundo o Times Higher Education (THE) Latin America University Rankings 2020. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 7 de julho, durante o evento virtual Latin America Universities Summit, que contou com a participação de representantes da UFSCar. O ranking atual aponta que a UFSCar avançou uma posição em relação a 2019 e três posições em relação a 2017, primeiro ano de sua inclusão no ranking.

Em 2020 a UFSCar alcançou sua melhor pontuação, que vem aumentando continuamente. Foram 59,4 pontos (2017); 71,0 pontos (2018); 71,7 pontos (2019) e 73,4 pontos (2020). A boa pontuação permitiu melhor posicionamento no ranking mesmo com o crescimento no número de Universidades avaliadas. Neste ano foram avaliadas 166 Universidades, 16 a mais que em 2019 e 84 a mais que em 2017.

No universo de 61 Universidades brasileiras avaliadas pelo ranking THE, a UFSCar ocupa a 11ª posição. O principal avanço nos resultados da UFSCar ocorreu na área de avaliação “Pesquisa”, em que a UFSCar passou da 14ª posição em 2019 para 9ª em 2020.

“A melhoria dos resultados deve-se aos esforços de toda a comunidade em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Contribui, também, o constante aprimoramento na coleta e processamento dos dados, principalmente em relação aos recursos financeiros captados pela UFSCar”, explica Leandro Innocentini Lopes de Faria, Secretário-Geral de Planejamento e Desenvolvimento Institucionais (SPDI) da UFSCar.

THE é uma empresa britânica, importante fornecedora de dados para análises sobre o ensino superior, e seus rankings de universidades estão entre os mais relevantes. O ranking THE 2020 é elaborado com dados de 2018. Ele baseia-se em treze indicadores de performance agrupados em cinco áreas de avaliação: Ensino (o ambiente de aprendizagem), Pesquisa (volume, receita e reputação), Citações (influência da pesquisa), Internacionalização (docentes, alunos e pesquisa) e Receitas vindas da Indústria (transferência do conhecimento).

Os indicadores são elaborados a partir de dados de publicações extraídos da base de dados Scopus, do levantamento da reputação das Universidades junto a mais de 10 mil especialistas de várias áreas e países, e por meio dos dados fornecidos pelas Universidades. No caso da UFSCar o fornecimento de dados foi coordenado pelas Secretarias Gerais de Planejamento e Desenvolvimento Institucionais (SPDI) e de Relações Internacionais (SRInter). Contou com a colaboração de todas as Pró-Reitorias, da Secretaria Geral de Informática (SIn), do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi), da Agência de Inovação (AIn) e da Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAI.UFSCar).

O acompanhamento deste e de outros rankings de Universidades e seu aproveitamento para a avaliação do desempenho acadêmico é objetivo do Projeto Métricas, coordenado pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas, com apoio da FAPESP. A UFSCar participa deste projeto desde 2018.

UFSCar, campus São Carlos (Foto: CCS/ UFSCar)

UFSCar, campus São Carlos (Foto: CCS/ UFSCar)

Deixe um comentário

Arquivado em Avaliação, Extensão, Graduação, Internacionalização, Pesquisa