UFSCar é a 2ª Universidade brasileira com maior impacto em suas publicações

Quesito analisado compara percentual dos artigos publicados que alcançam alto impacto na comunidade científica

Medir o impacto da produção científica das Universidades é tarefa ampla. Um modo de verificar este impacto é contabilizando o quanto outros pesquisadores utilizam e citam os artigos produzidos pelas Universidades. Quanto mais vezes isso ocorrer, maior o impacto acadêmico da produção.

Das 1.839 publicações da UFSCar de 2014 a 2017 que foram indexadas na Web of Science, cerca de 6,7% figuram entre as mais citadas em suas respectivas áreas do conhecimento. Isso coloca a UFSCar em segundo lugar dentre as Universidades brasileiras no quesito “percentual de artigos publicados pela Universidade que alcançaram alto impacto na comunidade científica”. É o que apontam os dados do Leiden Ranking 2019.

As cinco Universidades brasileiras com melhor resultado neste quesito são:

  • Universidade Federal do Ceará – UFC (7,1%);
  • Universidade Federal de São Carlos – UFSCar e Universidade Federal da Bahia – UFBA (6,7%);
  • Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC e Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (6.6%).

O Leiden Ranking é um levantamento feito pelo Centro para Estudos da Ciência e Tecnologia da Universidade de Leiden, na Holanda. Contabiliza apenas as Universidades que tenham produzido pelo menos 1.000 publicações na coleção principal da Web of Science (WoS) no período 2014-2017. No Brasil, apenas 23 instituições atendem ao critério.

Acesse o Leiden Ranking 2019 completo aqui.

UFSCar é a 2ª universidade brasileira com maior impacto em suas publicações (Foto: Arquivo CCS)

Deixe um comentário

Arquivado em Avaliação, Pesquisa, Pós-graduação, Publicações