Livro publicado pela EdUFSCar vence Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade

edufscarO livro “Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade”, lançado em 2014 pela Editora da UFSCar – a EdUFSCar – e organizado por James Green e Renan Quinalha, venceu, na categoria Literatura, o 15° Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade, promovido pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. A entrega do Prêmio, que é considerado um dos mais importantes para o Movimento LGBT, foi realizada no último dia 23, na Academia Paulista de Letras.

O livro traz uma análise interdisciplinar das relações entre o período da ditadura militar brasileira e as várias formas de homossexualidades. A obra discute as maneiras pelas quais a ditadura dificultou os modos de vida de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros, bem como a afirmação do Movimento LGBT no País durante o período. Além de artigos dos próprios organizadores, também integram a coletânea textos de outros pesquisadores brasileiros e estrangeiros. Green é professor de História do Brasil na Brown University (EUA) e autor de “Além do Carnaval: a homossexualidade masculina no Brasil do século XX”, dentre outros títulos. Quinalha cursa doutorado em Relações Internacionais na Universidade de São Paulo (USP) e é assessor da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”.

O Diretor da EdUFSCar, Oswaldo Mário Serra Truzzi, avalia a premiação como um importante reconhecimento para a Editora e para a visibilidade da história do Movimento LGBT. “Creio que se trata de um prêmio muito importante considerando o contexto da EdUFSCar, uma editora de uma universidade historicamente comprometida com a defesa dos direitos de segmentos discriminados em nossa sociedade. Ficamos muito felizes porque, por meio de nossa Editora, pudemos difundir e tornar públicas as lutas e as resistências enfrentadas pelos homossexuais, hoje agrupados na sigla LGBT, em um período marcadamente obscuro de nossa história recente, como o do Regime Militar. Desse modo, à repressão decorrente do autoritarismo característico do período, se somou uma repressão específica imposta a setores específicos. Ressalto também que o tema tratado pelo livro é bastante oportuno, já que hoje presenciamos a conclusão dos trabalhos de várias Comissões da Verdade, instaladas em vários Estados, que apuram os crimes e as arbitrariedades realizadas ao longo do período ditatorial”, avalia Truzzi.

O livro “Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade” pode ser adquirido no site da EdUFSCar.

Comentários desativados em Livro publicado pela EdUFSCar vence Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade

Arquivado em Prêmios, Publicações