Reitora participa da 32ª Audiência Pública da Câmara Municipal de São Carlos “As Causas e Ações de Prevenção Contra Incêndio” e articula ações de prevenção contra incêndio

Reitora informou que a UFSCar já iniciou o planejamento das ações para a proteção das áreas de vegetação dos campi (Reprodução)

A Reitora Ana Beatriz de Oliveira participou na última segunda-feira (20/9) da 32ª Audiência Pública da Câmara Municipal de São Carlos “As Causas e Ações de Prevenção Contra Incêndio”, que reuniu representantes do legislativo, do Corpo de Bombeiros, do Ministério Público do Estado de São Paulo, das Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Segurança Pública e Ciência, Tecnologia e Inovação, da Polícia Militar e da Associação para Proteção Ambiental de São Carlos.

Na ocasião, foram apresentados os dados de focos de incêndio no último ano na região de São Carlos, com destaque para os que aconteceram no último mês, as ações realizadas pelas autoridades responsáveis para o controle dos incêndios e a definição de uma estratégia coletiva para atuar na prevenção e na educação ambiental. A gravação da audiência está disponível na página oficial da Câmara Municipal de São Carlos no Facebook.

Em sua fala, a Reitora resgatou as informações referentes ao incêndio, destacando que a Universidade está em contato e colaborando com as autoridades que investigam a causa do fogo, bem como encaminhando as ações para o manejo das áreas atingidas a partir da atuação do Comitê Gestor Emergencial para áreas de vegetação nos campi da UFSCar, que já iniciou o planejamento das ações, de médio e longo prazo, para a ampliação das estratégias de restauração, prevenção e promoção das áreas de vegetação dos campi.

Outra informação apresentada pela Reitora foi que, em função da investigação da Polícia Federal, os autos de infração ambiental não foram emitidos à UFSCar. A Polícia Ambiental informou que vai aguardar a conclusão da investigação para reavaliar os autos de infração.

“Os incêndios em áreas de vegetação têm causas múltiplas, de tal forma que são necessárias ações em diferentes frentes. Com o trabalho do Comitê, temos 120 dias para atuar na estruturação e encaminhamento de ações para recuperarmos a área atingida e traçar estratégias eficazes e permanentes com foco na prevenção e educação ambiental para toda a comunidade. Precisamos unir esforços para atuar na prevenção e na promoção de nossas áreas naturais”, destacou.

Para que toda a comunidade interna e externa da UFSCar possa fazer parte dessa iniciativa, a próxima reunião do Comitê Emergencial, no dia 29/9, das 14 horas às 16 horas, será aberta à comunidade. Os interessados em participar devem enviar um e-mail para o endereço analicegarcia@ufscar.br até às 18 horas do dia 27/9, com o nome completo e vínculo institucional.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Gestão ambiental