Artigo destaca protagonismo da UFSCar nas ações de assistência e permanência estudantil no cenário da pandemia da Covid-19

Na Pauta 28

Resultado do artigo e as ações da UFSCar foram debatidas na edição 28 de Na Pauta (Reprodução)

Em um contexto como o da pandemia da Covid-19, em que se intensificam as vulnerabilidades sociais, um estudo feito por pesquisadores da área de Serviço Social e publicado na Revista Serviço Social em Perspectiva evidencia a importância dos programas de assistência e permanência estudantil para garantir a permanência dos estudantes no Ensino Superior e apresenta os resultados de uma análise de como esses programas se adaptaram para auxiliar os estudantes nesta nova realidade.

Intitulado “A Assistência Estudantil e a Covid-19: o contexto das Universidades Federais Paulistas”, o artigo, de autoria de pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), da Universidade Federal do ABC (UFABC) e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), examinou os impactos da pandemia sobre os programas de assistência e permanência das universidades federais do estado de São Paulo – Unifesp, UFSCar e UFABC.

O estudo avaliou como as universidades têm atuado na atenção à saúde, moradia, alimentação, e aos estudantes, pais, mães e responsáveis. Também abordou a inclusão digital e a oferta de auxílio emergencial institucional. Confira aqui o estudo na íntegra.

De acordo com Eduardo Henrique Moraes Santos, um dos autores do artigo, doutorando no Programa de Políticas Públicas na UFABC e docente no curso de Serviço Social na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), a estrutura da assistência estudantil institucional da UFSCar já existente antes da pandemia foi determinante na sua reorganização para a proteção dos direitos discentes.

“A partir da análise dos programas da UFSCar, foi possível identificar o protagonismo da Universidade em diversos setores da assistência estudantil, com destaque para a proteção alimentar, uma vez que os restaurantes universitários reconfiguraram sua atuação, incluindo novos serviços, para garantir a segurança alimentar dos estudantes, principalmente dos em situação de vulnerabilidade social”, disse.

O autor informou ainda que a UFSCar também se destaca em relação à moradia universitária, sendo a única entre as federais paulistas com esse recurso, o que foi essencial para a proteção dos direitos estudantis nesse contexto de pandemia. Vale mencionar as ações de atenção à saúde mental e inclusão tecnológica, sendo esta última uma novidade para as universidades paulistas.

O resultado do artigo e a atuação da UFSCar nos programas de assistência e permanência estudantil no contexto da pandemia foram destaque na edição #28 de Na Pauta, em entrevista realizada com Santos, com o Pró-Reitor de Assuntos Comunitários e Estudantis, Djalma Ribeiro Junior e com o Pró-Reitor de Administração Adjunto, Luiz Manoel de Almeida. Assista!

Deixe um comentário

Arquivado em Assuntos Comunitários e Estudantis, COVID-19, Saúde