Informe sobre questão orçamentária marca 57ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração

Imagem da 57ª reunião do CoAd

Dirigente compartilhou com o conselho as mobilizações concretizadas para reverter a gravidade do cenário (Reprodução)

A 57ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (CoAd) da UFSCar, realizada na última sexta-feira (14/5), foi iniciada com informes sobre a questão orçamentária. A Reitora Ana Beatriz de Oliveira recuperou o cenário de corte orçamentário enfrentado pela Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) em 2021. No sistema como um todo, o valor caiu 18% na comparação com o ano passado e, na UFSCar, o corte chega a 21%.

A dirigente compartilhou com o Conselho as mobilizações concretizadas para reverter esse cenário, com destaque para reunião realizada na última quinta-feira (13/5) com parlamentares da Bancada Paulista, solicitando apoio junto ao Ministério da Educação (MEC) para recompor o orçamento e garantir o pleno funcionamento das atividades administrativas e de ensino, pesquisa e extensão das universidades e institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia. A mensagem da Reitora sobre orçamento (do minuto 5:22 ao 25:20) pode ser conferida no vídeo da gravação da reunião.

Oliveira lembrou que do orçamento aprovado, 60% do total (referente a despesas discricionárias e obrigatórias) estava bloqueado até a manhã da última sexta-feira, quando o Ministério da Economia (ME) liberou mais um aporte desse percentual, permanecendo 35% ainda bloqueado.

“Como temos abordado frequentemente nos órgãos colegiados, o cenário é crítico pelo corte nos recursos, que se tornam ainda mais inviáveis para o custeio das despesas da Universidade no caso do retorno de parte das atividades presenciais ainda em 2021, e também pela imprevisibilidade por parte do Governo nas liberações desses valores bloqueados”, explicou Oliveira.

Ela destacou que o movimento dos reitores e reitoras pede a recomposição do orçamento das IFES para os patamares de 2020, com complementação na ordem de R$ 1 bilhão, bem como a liberação dos R$ 5 bilhões previstos no Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), que, embora publicamente anunciada pelo Ministério da Economia, até o momento não foi disponibilizada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

O CoAd realizou, a partir dessa apresentação inicial, manifestação pública sobre a gravidade da situação e pela recomposição orçamentária.

A 57ª Reunião também deliberou e aprovou itens de reestruturação organizacional. Um deles foi a alteração da nomenclatura do Departamento de Gestão de Suprimentos da ProAd para Coordenadoria de Suprimentos e Logística (CSLog), medida que possibilita adequar a forma de trabalho para que seja feita em rede e uniformizada. A mudança valoriza os processos e favorece a gestão multicampi, segundo os responsáveis pela proposta.
Foi aprovado também o relatório final elaborado pela Secretaria Geral de Informática (SIn) referente aos recursos da ANSP para expansão da cobertura da rede sem fio da UFSCar, para atingir cobertura completa da rede, em todos os prédios da instituição em todos os campi.
Outros itens incluíram homologações de adesão de profissionais aos programas de Docência Voluntária, de Professor Sênior e de Técnico-Voluntário e de novos membros a comissões e conselho e aquisição de material permanente junto à FAI.UFSCar. A documentação referente à 57ª Reunião Ordinária do CoAd está disponível na página da Secretaria dos Órgãos Colegiados (SOC).

Deixe um comentário

Arquivado em Conselhos, Gestão