ProACE apresenta estratégias para permanência estudantil no contexto de cortes de orçamento e da pandemia em reuniões com estudantes e departamentos da UFSCar

Logo ProACE

ProACE realiza encontro com os Centro Acadêmicos e os estudantes no dia 10/4 (Divulgação)

Com a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA), que aguarda a sanção presidencial, e prevê corte de 21% na educação em comparação a 2020, é grande o desafio das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) para garantir a viabilidade das suas atividades, com destaque para as do Programa de Assistência Estudantil que, nos últimos dois anos, na UFSCar, sofreu uma redução de cerca de R$ 2 milhões dos recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES).

Diante desse cenário, a Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE) tem trabalhado para buscar formas de assegurar os direitos e reduzir ao máximo os prejuízos aos estudantes que integram o Programa de Assistência Estudantil.

Uma dessas iniciativas é a realização de um diálogo constante e transparente com os Centros Acadêmicos e com os estudantes. O próximo deles será no dia 10/4, às 15 horas. Para participar, os estudantes devem se inscrever através deste formulário até às 14 horas desta sexta-feira (9/4). O link da reunião será enviado aos inscritos.

Neste encontro virtual, a ProACE vai apresentar de forma detalhada o impacto do corte de recursos para a assistência estudantil, e as ações e estratégias que estão sendo realizadas para garantir a permanência estudantil. Além do alinhamento com os estudantes, o movimento tem sido realizado também com os departamentos e órgãos colegiados da Universidade.

A ProACE, desde o início da nova gestão, tem realizado reuniões semanais com o Grupo de Trabalho (GT) instituído no âmbito do Conselho de Assuntos Comunitários e Estudantis (CoACE) para propor e monitorar ações para a permanência estudantil no contexto da pandemia e enquanto vigorar o Ensino Não Presencial Emergencial (ENPE).

“A UFSCar foi uma das pioneiras na implantação das políticas de Ações Afirmativas, contribuindo para a democratização do acesso ao Ensino Superior. Portanto, a permanência estudantil é nossa prioridade e, mesmo diante desse cenário, entendemos que o diálogo constante com a comunidade universitária é o caminho para debatermos e definirmos as estratégias para enfrentar esse momento, oferecendo o melhor acolhimento possível aos estudantes”, destaca Djalma Ribeiro Junior, Pró-Reitor da ProACE.

Além dos encontros, as ações que a ProACE têm realizado incluem o monitoramento constante das ações de permanência e assistência estudantil enquanto durar o ENPE; o fornecimento de chips com acesso a pacote de dados de internet para estudantes de graduação e pós-graduação presenciais; atendimento e acolhimento de estudantes com foco na saúde mental, ações junto a ProAd para diminuição dos preços junto aos Restaurantes Universitário, estimulando a procura por alimentação saudável; levantamento quantitativo de estudantes da graduação que não estão recebendo bolsa ou auxílio e que precisam do suporte, entre outros.

Fazem parte das iniciativas da ProACE a constituição de uma comissão interdisciplinar para o acompanhamento da execução do Programa de Bolsa Permanência, que atende majoritariamente estudantes indígenas, e a criação do Programa de Fomento à Permanência Estudantil, em parceria com a Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FAI•UFSCar). O Programa já foi aprovado pelo Conselho Universitário (ConsUni) e vai possibilitar a entrada de recursos financeiros por meio de doações de pessoas físicas, jurídicas, de projetos, de eventos, entre outros.

No contexto da pandemia, as estratégias em andamento incluem a continuidade do Programa Institucional de Acolhimento e Incentivo à Permanência Estudantil (PIAPE), que realiza atividades de acolhimento, apoio e suporte a discentes em função de necessidades biopsicossocias surgidas ou ampliadas pela pandemia; orientações constantes sobre os cuidados sanitários e de saúde, bem como o atendimento ambulatorial e distribuição de equipamentos de proteção contra a Covid-19, realizados pelos departamentos de Atenção à Saúde (DeAS), de Assistência ao Estudante (DeAE) e de Assuntos Comunitários e Estudantis (DeACE).

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria