Daily Archives: 10 de agosto de 2022

UFSCar divulga balanço de adesão de servidores ao Programa de Gestão

48% do total de servidores aptos aderiram ao primeiro edital do Programa de Gestão

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGPe) divulgou, na reunião do Conselho de Gestão de Pessoas (CoGePe), um balanço da primeira fase de implantação do Programa de Gestão na Instituição. No total, 465 técnico-administrativos e docentes da carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) que atuam na Unidade de Atendimento à Criança (UAC),responderam ao primeiro edital publicado, o que representa 48% do total de servidores aptos a aderirem ao Programa nos quatro campi da UFSCar – São Carlos, Araras, Sorocaba e Buri. Como era esperado, nesta primeira edição a maioria das adesões foi feita por servidores interessados no regime de teletrabalho, sendo 309 em teletrabalho parcial e 73 em teletrabalho integral. Por fim, 93 servidores escolherem aderir ao Programa de Gestão em regime de trabalho presencial. 497 servidores da UFSCar ainda não aderiram ao Programa. Estes números devem ser atualizados, já que neste momento ocorre a interposição de recursos.

O Programa de Gestão concretiza uma concepção mais moderna da gestão do trabalho no serviço público. Trata-se de uma alternativa ao acompanhamento das atividades desenvolvidas por servidores, feito comumente com base apenas no registro do cumprimento do horário de trabalho. Agora, há como opção a mensuração da realização das atividades por meio de planos de trabalhos construídos em parceria com as chefias, excluindo a necessidade do ponto eletrônico. A novidade oferece mais flexibilidade e permite a regulamentação do teletrabalho, integral ou parcial, para esses servidores.

“Nós consideramos uma excelente adesão, levando em conta o curto espaço de tempo. A equipe da Câmara Técnica fez um trabalho primoroso de acompanhamento e um esforço imenso durante a implementação do Programa de Gestão na Instituição. Foram várias demandas de dúvidas, pedidos de orientação e solicitações de informação. Depois, foi feita uma força tarefa para sistematizar todos os processos e publicar a portaria com os resultados”, relatou Jeanne Liliane Marlene Michel, Pró-Reitora de Gestão de Pessoas da UFSCar. “Não houve nenhum pedido de conciliação na Câmara Técnica, até o momento”, complementou durante a 8ª Reunião do Conselho de Gestão de Pessoas (CoGePe) da Universidade. Vania Goncalves, representante dos servidores técnico-administrativos no Conselho, também agradeceu ao trabalho desempenhado pela Câmara Técnica. “Foi colocado em prática tudo aquilo que a gente vinha discutindo desde o início do ano de forma muito satisfatória”, afirmou.

Outros servidores da UFSCar já sinalizaram que vão aderir ao Programa de Gestão, cujo edital tem fluxo contínuo até 15 de janeiro para receber novos interessados. “Todo mês, do dia 1 ao dia 10, podem ser feitos pedidos de inscrições. Basta preencher o formulário e encaminhar o plano de trabalho”, lembra Jeanne. Ela ainda ressalta que é recomendado que aquelas pessoas que estejam trabalhando presencialmente também entrem no Programa de Gestão como uma forma de terem mais flexibilidade e optarem pela avaliação do plano de trabalho como alternativa ao registro de ponto eletrônico para controle de frequência. Em breve, será divulgado como os chefes de cada unidade deverão proceder para avaliar o plano de trabalho de cada servidor.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Gestão de pessoas

CoGePe cria Grupo de Trabalho para discutir Política de Cotas em concursos públicos para docentes

Jeanne Liliane Marlene Michel, Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, conduziu a reunião

Tendo em vista a urgente necessidade de viabilizar o cumprimento da legislação vigente pela UFSCar, o Conselho de Gestão de Pessoas (CoGePe) criou um Grupo de Trabalho com os representantes docentes, diretores dos Centros Acadêmicos e um convidado do Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras, Sorocaba e Buri (ADUFSCar) para estudar propostas de uma Política de Inserção de Cotas nos concursos públicos para docentes, que ocorrerão em blocos a partir do segundo semestre de 2022.

A ideia é que este GT faça a “reflexão e a proposição de uma política institucional que reflita a posição e os anseios da comunidade, para além do simples cumprimento da legislação”, observou o conselheiro Daniel Vendrúsculo, representante dos Professores Associados.

Este Grupo de Trabalho vai discutir também os critérios para definir quais vagas serão disponibilizadas em cada bloco de concursos. “Temos várias vagas para suprir. Precisamos de critérios e regras transparentes para definir a precedência das vagas, já que os processos devem sair em blocos de 15 cargos por vez. Podemos realizar as provas durante o período de vedação eleitoral, mas a nomeação para repor as vagas, que são muito necessárias para a Universidade, só acontecerá após as eleições”, explicou Jeanne Liliane Marlene Michel, Pró-Reitora de Gestão de Pessoas.

O primeiro bloco de concursos começará a ser planejado a partir do final deste mês. Os Editais devem ser publicados em setembro ou outubro, com um cronograma de execução para finalizar todas as etapas até o final do ano. A primeira reunião do novo Grupo de Trabalho já está sendo agendada, para início imediato, pois a definição dos critérios para a composição dos blocos de vagas é urgente, justamente para viabilizar a elaboração dos editais específicos para cada vaga, que comporão o edital guarda-chuva do primeiro bloco.

Leave a Comment

Filed under Conselhos, Gestão de pessoas

Ouvidoria da UFSCar completa 10 anos com lançamento de novo site

Página da Ouvidoria traz todas as informações referentes às suas atividades, legislação e canis de manifestação

No momento em que celebra dez anos de atividades na UFSCar, a Ouvidoria Geral da Instituição lança sua nova página no portal da UFSCar com todas as informações e orientações referentes à sua atividade, legislação, história e os canais de manifestação para a comunidade interna e externa comunicar sugestões, elogios, solicitações, reclamações e denúncias. Ao longo de seus 10 anos de atividade a Ouvidoria recebeu aproximadamente 4.865 manifestações entre elogios, sugestões, solicitações, reclamações e denúncias, sendo que deste total foram registradas pela Plataforma FALA.BR 2.343.

A Ouvidoria Geral da UFSCar tem como papel acompanhar e aperfeiçoar a prestação dos serviços; auxiliar a prevenção e correção de atos e procedimentos da administração; propor a adoção de medidas para a defesa dos direitos do usuário; receber, analisar e encaminhar as manifestações do usuário, bem como a adoção de mediação e conciliação entre o usuário e o órgão ou outros setores envolvidos.

Silmara Helena Capovilla, Ouvidora Geral da UFSCar, explica que a gestão atual da Ouvidoria pretende, a partir da atualização do site, fazer com que a comunidade interna e externa conheça mais sobre o papel e as atividades do órgão, de forma que possam recorrer a ele sempre que necessário e de forma assertiva. Para isso, e em comemoração aos dez anos de atividade, uma série de atividades devem ser realizadas ao longo do ano.

“A Ouvidoria é uma entidade comprometida com a promoção e defesa dos direitos de servidores docentes e técnico-administrativos, alunos e comunidade externa em suas relações com a UFSCar, em suas diferentes instâncias administrativas e acadêmicas, assim como na prestação de serviços”, destacou Joel Carlos dos Santos, assistente de administração da Ouvidoria.

A comunidade interna e externa da UFSCar tem a Ouvidoria à sua disposição em casos de denúncia, quando alguma pessoa for vítima de alguma forma de discriminação ou quando alguma pessoa entender que qualquer direito tenha sido desrespeitado ou tiver conhecimento de alguma irregularidade, infração à legislação ou às normas internas da Universidade.

Para reclamações, após ter procurado diretamente o departamento ou unidade da instituição para alguma informação ou serviço, e não tiver obtido sucesso, e para sugestões, quando desejar contribuir para tornar a UFSCar ainda melhor, e elogios a qualquer unidade ou servidor da Universidade. Todas essas manifestações podem ser formalizadas através do sistema Fala.BR.

Além destes canais de manifestação, a Ouvidoria conta ainda com o Conselho de Usuários, uma ferramenta que ajuda as pessoas a avaliarem os serviços e expor as suas ideias diretamente às ouvidorias e aos gestores de serviços.

A pessoa que integra o Conselho de Usuários atua na apresentação de propostas de melhorias e pode colaborar com as entidades responsáveis no avanço contínuo da prestação de serviço.
Qualquer pessoa pode se voluntariar para ser Conselheiro, sem a necessidade de eleições ou qualquer outro processo seletivo.

Para se tornar conselheiro, basta realizar login na plataforma e selecionar quais serviços públicos você gostaria de avaliar, como por exemplo, matricular-se no curso de graduação na UFSCar.
Além disso, há possibilidade do integrante avaliar todos os serviços prestados pela instituição, caso seja do seu interesse. Para isto, basta se cadastrar como Conselheiro de Usuários da UFSCar.

Visite a página da Ouvidoria Geral da UFSCar para ter acesso a todas essas informações. Além do Fala.BR, para as manifestações formais, a Ouvidoria pode ser contatada pelo telefone (16) 3306-6571, pelo e-mail ouvidoria@ufscar.br e presencialmente no Campus São Carlos, no Anexo 1 da Reitoria.

Leave a Comment

Filed under Acesso à informação