ConsUni aprova criação do Conselho de Gestão de Pessoas e Política de Saúde Mental para a UFSCar

Captura de tela 246ª Reunião Ordinária do ConsUni

246ª Reunião Ordinária do ConsUni terá uma 2ª sessão no dia 5/3 (Divulgação: Captura de tela)

A 246ª Reunião Ordinária do Conselho Universitário (ConsUni) contou com uma pauta movimentada, com debate e deliberações sobre importantes temas para o avanço da Universidade em termos de planejamento e projetos voltados para a sua comunidade.

O órgão colegiado aprovou a criação do Conselho de Gestão de Pessoas (CoGPe) e definiu a formação de uma comissão interna para trabalhar em uma proposta de estruturação do Conselho. A Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, Jeanne Michel, destacou que o CoGPE será um espaço fundamental para a Universidade refletir sobre a gestão de pessoas, garantindo que as medidas voltadas à comunidade interna sejam debatidas de forma transparente e democrática, para colocar em prática políticas de bem-estar e que levem qualidade de vida às pessoas.

Também referente à ProGPe, o ConsUni votou favoravelmente a proposta de reorganização do Banco de Professor Equivalente da UFSCar, a fim de proteger a Universidade e assegurar recursos para a área, garantindo aos docentes oportunidades para desenvolverem suas carreiras no ensino, pesquisa e extensão e, também, a ampliação do quadro. O assunto será abordado em detalhes em matéria específica nos próximos dias.

Com grande entusiasmo, o Conselho aprovou o relatório final da Comissão para Estudos da Política de Saúde Mental para a UFSCar que, após ajustes em seu texto sugeridos pelos conselheiros, será implementado, de forma orgânica e articulada, para promover os cuidados relativos à promoção, prevenção, assistência e redução de danos relativos à saúde mental da comunidade universitária.

Foi aprovada também proposta de trabalho para a atualização emergencial do Plano de Desenvolvimento Institucional da UFSCar (PDI), que desde 2017 está desatualizado na plataforma do Ministério da Educação (MEC) onde deve ser depositado. Para reverter a situação em curto prazo e evitar prejuízos referentes ao recredenciamento da Universidade e seus cursos, foi proposta medida em caráter de urgência para cumprir o prazo do MEC, e ficou definida a elaboração, em prazo mais amplo, de um plano estratégico com a participação de toda a comunidade universitária e articulação com a Comissão Própria de Avaliação (CPA). Na reunião, inclusive, foi anunciado que Maria Sílvia de Assis Moura, docente do Departamento de Estatística, será a nova coordenadora da CPA.

Um dos temas previstos na pauta, alterações na composição do Comitê Gestor da Pandemia (CGP) e do Núcleo Executivo de Vigilância Sanitária (NEVS), foi postergado para ser discutido em segunda sessão da 246ª reunião, que será realizada na próxima sexta-feira (5/3).

MOÇÃO – Além da apreciação dos temas previstos, os conselheiros aprovaram a elaboração de uma moção contrária à Proposta de Emenda à Constituição nº 186, de 2019 (PEC 186/2019, chamada de PEC Emergencial), que desvincula do Orçamento Geral da União os recursos obrigatórios para investimento em Saúde e Educação.

Com a moção, a UFSCar se une às mais de 100 instituições de Saúde, Educação e Ciência e Tecnologia que, a partir de um chamado da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), assinam o manifesto “Auxílio Sim, Desmonte Não! Orçamento da Saúde e Educação são conquistas do povo brasileiro e não podem ser mexidos”.

HOMENAGEM – No início da reunião, foi realizada homenagem, em memória, seguida de um minuto de silêncio, ao Professor Emérito da UFSCar Carlos Ventura D’Alkaine, que faleceu na última terça-feira (23/2). A Reitora Ana Beatriz de Oliveira destacou o seu papel fundamental na Universidade por 42 anos, sendo os últimos atuando como Professor Sênior junto ao Departamento de Química (DQ) da Universidade.

O Diretor do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET), Luiz Fernando de Oriani e Paulillo, e o Presidente do Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba (ADUFSCar), Amarilio Ferreira Junior, destacaram a trajetória acadêmica de D’Alkaine e a sua atuação em defesa da Educação Superior pública, gratuita e de qualidade, inclusive pela participação perene em diferentes órgãos colegiados da Instituição.

As deliberações da 246ª Reunião Ordinária do ConsUni estarão disponíveis na página da Secretaria de Órgãos Colegiados após a conclusão da segunda sessão.

Arquivado em Sem categoria

Núcleo Executivo de Vigilância em Saúde é formado e inicia atividades para o enfrentamento da pandemia na UFSCar

Identidade visual do plano Vencendo a Covid-19

Equipe debateu a proposta preliminar do plano e definiu as primeiras ações práticas
(Arte: Edgar Fabrício – CCS/UFSCar)

O Núcleo Executivo de Vigilância em Saúde (NEVS), um dos agentes criado para colocar em prática o plano de enfrentamento à pandemia “Vencendo a Covid-19”, realizou em 25 de fevereiro sua primeira reunião, para oficializar sua composição, debater a proposta preliminar do plano, definir as primeiras ações práticas e o calendário de trabalho.

A Vice-Reitora da UFSCar e Presidente do Comitê Gestor da Pandemia (CGP), Maria de Jesus Dutra dos Reis, esteve presente no início da reunião para dar as boas-vindas ao grupo e, em sua fala, destacou a importância da formação do NEVS para, a partir de agora, colocar em prática, de forma segura, estratégica e responsável, as frentes de trabalho do plano Vencendo a Covid-19.

O docente do Departamento de Medicina (DMed) e Coordenador Técnico do CGP, Bernardino Geraldo Alves Souto, apresentou um histórico de ações da instituição realizadas desde o início da pandemia. Destaca ainda como foram desenhados os trabalhos do CGP e do NEVS. O NEVS deverá iniciar as avaliações das demandas dos setores na próxima semana, tão logo tenha sido definida os critérios de atividades consideradas essenciais. Essa discussão está pautada para as reuniões do NEVS e do CGP na próxima semana.

Foi apresentada ao grupo a implementação do site Vencendo a Covid-19. “A ideia é que o site concentre todas as informações sobre o plano, bem como informações gerais sobre a Covid-19 e de orientações à comunidade, possibilitando ao NEVS atuar de forma ágil e integrada com os diferentes setores da Universidade”, explicou Souto.

Para tanto, haverá no site formulário para que os setores – através de seus servidores docentes e técnico-administrativos – encaminhem suas propostas de trabalho e o plano de contingência para a retomada presencial de atividades. A composição do formulário foi apresentada ao grupo e agora segue para a estruturação final, junto com um manual de instruções. A expectativa é que o site esteja em funcionamento até o final da próxima semana, já com o acesso ao formulário.

Na reunião, foi definido que a coordenação do NEVS será feita pela docente do Departamento de Enfermagem Silvia Carla da Silva André Uehara e que a secretaria ficará sob responsabilidade da enfermeira do Departamento de Atenção à Saude (DeAS) Carla Roberta Sola de Paula Vieira. Além disso, a equipe decidiu o calendário dos encontros do NEVS, que acontecerão semanalmente, às quartas-feiras.

Conheça os profissionais que compõem o NEVS
Silvia Carla da Silva André Uehara (docente, DEnf) -Coordenadora do NEVS
Bárbara Martins Lima, médica infectologista do HU
Carla Roberta Sola de Paula Vieira , enfermeira, do DeAS
Luiz Ferraz de Sampaio Neto, médico, do DeACE-So
Tatiane Carolina Martins Machado Rodrigues, enfermeira, do DeACE-LS
Gioji Ricardo Okino, médico, do DeACE-Ar
Rosely Moralez de Figueiredo (docente, DEnf)
Gustavo Nunes de Oliveira (docente, DMed)
Wagner dos Santos Figueiredo (docente, DMed)
Geovani Gurgel Aciole da Silva (docente, suplente indicado pelo DMed)
Bernardino Geraldo Alves Souto (docente, DMed, como Coordenador Técnico do CGP)
Carla Betina Andreucci Polido (docente, DMed, como assessora da Reitoria para articulação da área da Saúde)

Essa composição do NEVS será submetida para aprovação final na próxima reunião do ConsUni, prevista para o dia 05 de março.

Conheça em detalhes as atribuições do NEVS
Propor e executar ações técnicas de vigilância em saúde para a contenção epidemiológica da transmissão comunitária do Sars-CoV-2 nos quatro campi;
Apresentar relatórios técnicos periódicos ao CGP e à Reitoria;
Oferecer assessoria e consultoria técnica ao CGP e demais unidades da UFSCar para a aplicação capilarizada das ações destinadas à contenção da transmissão comunitária do Sars-CoV-2 nos quatro campi, bem como para o contingenciamento e funcionamento das atividades administrativas, de ensino, de pesquisa e de extensão;
Oferecer assessoria e consultoria técnica ao CGP para a proposição das diretrizes e ações de combate à pandemia;
Comunicação e mobilização da comunidade universitária pelo conhecimento e gestão do combate à pandemia da Covid-19;
Desenvolver, apoiar e estimular estudos e pesquisas voltadas ao conhecimento clínico, laboratorial, epidemiológico, profilático e terapêutico aplicados sobre a Covid-19;
Desenvolver atividades de levantamento, consolidação, análise e divulgação de dados epidemiológicos sobre a Covid-19;
Desenvolver ações de inteligência epidemiológica desenvolvidas para o controle da pandemia;
Desenvolver, apoiar e estimular estudos para a criação, implantação e desenvolvimento de novas tecnologias úteis ao conhecimento e ao controle da pandemia da Covid-19;
Facilitar a articulação e integração dos equipamentos de saúde da UFSCar e suas interfaces com os municípios e regionais de saúde.

Arquivado em Sem categoria

Preenchimento de folha de ponto durante o trabalho remoto deixa de ser obrigatório

Logo da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas

Determinação da ProGPe permanece em vigor  durante todo o período em que o trabalho remoto estiver válido (Arte: CCS/UFSCar)

A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (ProGPe) informa que não será exigido o preenchimento retroativo da folha de ponto pelos servidores que estão sob o regime de trabalho remoto desde o início da pandemia da Covid-19. A determinação se mantém válida durante todo o período em que o trabalho remoto estiver vigente. Para os servidores que atuam em serviços essenciais presencialmente está mantido o registro obrigatório da frequência na folha de ponto. A decisão pode ser conferida no Ofício Circular nº 1/2021/ProGPe.

A alteração foi determinada em alinhamento da UFSCar com a Procuradoria Federal para atender a orientação da IN-ME nº 65/2020, que estabelece que no regime de teletrabalho não há necessidade do registro de ponto, e para adequar-se a Portaria GR nº 4371/2020.

Com a determinação, os servidores que estão sob o regime de trabalho remoto, não mais terão que assinar as folhas de ponto dentro do período total que atuarem de forma não presencial. É importante destacar que continua obrigatório e indispensável o preenchimento e envio ao DeCP/ProGPe – por parte da chefia da unidade – do resumo mensal de frequência.

Arquivado em Sem categoria

Reitoria da UFSCar participa do IV Fórum Métricas em debate sobre as prioridades das universidades

A Reitora da UFSCar, Ana Beatriz de Oliveira

Ana Beatriz de Oliveira falou sobre o controle da pandemia, a atenção à permanência estudantil e a implementação do IEAE (Foto: Arquivo pessoal)

A Reitora da UFSCar, Ana Beatriz de Oliveira, participou na última terça-feira (23/2) do IV Fórum Métricas, uma iniciativa de diálogo sobre o desempenho acadêmico no ensino superior entre universidades, agências de fomento, governos, empresas, Organizações Não-Governamentais e a sociedade, para debater sobre as prioridades das universidades em 2021.

No evento, que contou com a presença de reitores e reitoras de universidades federais e estaduais do estado de São Paulo, Ana Beatriz falou sobre os desafios atuais, internos e externos, com destaque para a defesa da autonomia universitária, da ciência e do conhecimento científico, do financiamento das Universidades e da produção de Ciência e Tecnologia. Dentre as prioridades internas foram listados o controle da pandemia e suas consequências para as atividades da UFSCar, a atenção à permanência estudantil, além da implementação do Instituto de Estudos Avançados e Estratégicos e creditação das atividades de extensão e apoio à pesquisa.

A comunicação estratégica foi outro tema abordado no encontro como prioritário para as universidades, pelo seu fundamental papel de aproximar as instituições da comunidade, fortalecer a ciência e levar para conhecimento público o que tem sido desenvolvido pelas universidades, além de combater as fake news (notícias falsas).

“Entendemos o papel que a comunicação possui e, por isso, iremos trabalhar com ela de forma integrada e transversal com todos os campi, mantendo o diálogo com a comunidade universitária e com a sociedade em geral e de forma transparente, para que a informação e o conhecimento chegue às pessoas”, destacou a Reitora.

Outro ponto de convergência entre reitoras e reitores foi a importância da gestão baseada em processos, que garante a transparência e eficiência na administração das instituições de ensino superior. A nova gestão da UFSCar também elencou esse tema como prioridade para os próximos quatro anos e está desenhando um projeto piloto para dar início a esse processo.

Além de participar da edição 2021 do fórum, a UFSCar confirmou a presença de seus representantes no curso de Atualização em Métricas de Desempenho Acadêmico e Comparações Internacionais que irá contribuir com a formação de seus profissionais para definirem e implementarem medidas de avaliação para os indicadores da universidade, contribuindo assim para sua constante melhora.

Arquivado em Sem categoria