Inscrições abertas para representantes nos Conselhos Superiores

Estudantes, docentes e técnico-administrativos podem se inscrever até 20 de outubro

 

Estudantes, docentes e técnico-administrativos da UFSCar podem se inscrever, até 20 de outubro, para serem representantes da Comunidade Universitária nos Conselhos Superiores da Universidade. As vagas são para o Conselho Universitário (ConsUni), Conselho de Administração (CoAd), Conselho de Extensão (CoEx), Conselho de Pesquisa (CoPq), Conselho de Graduação (CoG) e Conselho de Assuntos Comunitários e Estudantis (CoACE).

Ao eleger representantes para os Conselhos Superiores, toda a Comunidade Universitária pode participar, por meio de seus representantes, da gestão da Universidade.

Editais e informações – Após as inscrições, os representantes serão escolhidos por meio de eleição. Todo o processo ocorrerá de forma remota. As vagas, prazos e demais informações podem ser conferidas nos editais disponíveis no Portal Eleições UFSCar.

Inscrições –
 Para se candidatar, acesse o Portal Serviços UFSCar, forneça seu login e senha, escolha a aba eleições e, em seguida, acesse o formulário de inscrição.

Esclarecimento de dúvidas e solução de problemas – Por meio do Portal Serviços UFSCar é possível abrir um chamado. Para isso, deve-se selecionar a opção “Sistema de Votação” e, em seguida, relatar a questão.

Informações sobre as eleições para os conselhos específicos:
– ConsUni: acesse aqui
– CoAd: acesse aqui
– CoG: acesse aqui
– CoEx: acesse aqui
– CoPq: acesse aqui
– CoACE: acesse aqui

Recursos e questões sobre o processo eleitoral podem ser encaminhadas à Comissão Eleitoral pelo e-mail ce-conselhos-superiores-2020@ufscar.br.

Foto: CCS/ UFSCar

Foto: CCS/ UFSCar

Arquivado em Conselhos

Inscrições abertas para Desafio de Satélites da SNCT

Interessados podem se inscrever de 15 a 17 de outubro. A organização conta com a participação da UFSCar.

Estudantes do Ensino Fundamental II, Médio, Técnico e Superior, além de interessados que não estejam cursando nenhum destes níveis, podem se inscrever para o Desafio da Semana Nacional de Ciência e Tecnolocia (SNCT), no âmbito da 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI)Os eventos irão ocorrer de 17 a 23 de outubro.

A atividade é organizada pela 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites MCTI, coordenada pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) por meio do Prof. Dr. Rafael Vidal Aroca*. O projeto se dá em parceria ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), à Agência Espacial Brasileira (AEB) e à Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP).

O Desafio – Podem se inscrever equipes de 2 a 4 pessoas e mais um orientador (responsável legal), que deve ter mais de 18 anos. O desafio conta com palestras e minicursos e, ao final, os participantes deverão enviar seus projetos na forma de vídeos e documentos, os quais que serão avaliados por uma comissão de especialistas. Os melhores projetos poderão ser premiados. Confira a programação aqui.

Para a Reitora da UFSCar, Profª. Drª. Wanda Hoffmann, atuar na linha de frente da organização desta Olimpíada é uma oportunidade ímpar. “Formar pessoas por meio do conhecimento e transformar realidades por meio da Ciência é o que nos move”, explica a Reitora. “É uma honra, para a UFSCar, atuar na 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites do MCTI, com enorme potencial de transformar o futuro de crianças, jovens e adultos por todo País”, conclui Wanda Hoffmann.

Satélites no nosso dia a dia – São utilizados para comunicações, monitoramento ambiental, segurança de fronteira, serviços de localização e até em jogos. Na Olimpíada, o objetivo é aproximar estas tecnologias de estudantes de todas as idades.

“A área de Satélites é cativante. Queremos motivar os estudantes e capacitá-los para que possam criar, projetar e participar da 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites – isso tudo em equipe e se desafiando a cada dia”, afirma o Prof. Dr. Rafael Vidal Aroca, Coordenador da Olimpíada na UFSCar.

Inscrições – O prazo para inscrição é de 15 a 17 de outubro, pela internet. Interessados de todo Brasil podem participar.

São 3 categorias:

1. Satélites e Inteligência Artificial
2. Arte espacial
3. Aplicações de satélites

OBS: Destacamos que este Desafio faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). A 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites ocorrerá em 2021.

Informações:
-> Edital – acesse aqui
-> Facebook da 1ª Olimpíada de Satélites MCTI – clique aqui
-> Site da 1ª Olimpíada de Satélites MCTI – clique aqui

*Rafael Vidal Aroca é Professor do Departamento de Computação (DC) da UFSCar, Diretor da Agência de Inovação da Universidade e Coordenador da 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites MCTI.

Desafio da 1ª Olimpíada Brasileira de Satélites MCTI tem inscrições abertas

Arquivado em Divulgação científica, Efemérides, Eventos, Extensão, Gestão, Inovar, Oportunidades, Políticas de Educação e CTI, Prêmios

Estudantes da UFSCar poderão participar de capacitação à Indústria 4.0

Promovida pelo Ministério da Educação, Universidades com Unidades EMBRAPII poderão participar. A UFSCar foi credenciada em junho deste ano.

Lançado nesta quinta-feira (8), estudantes de Institutos e Universidades Federais com Unidades EMBRAPII poderão participar do Programa Capacitação 4.0. O lançamento foi feito pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e à Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII).

De modo remoto, estiveram presentes no lançamento a Reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann, e o Diretor da Agência de Inovação da UFSCar, Rafael Vidal Aroca.

A capacitação abordará soft e hard skills – ou seja, habilidades socioemocionais, liderança, empreendedorismo, criatividade, data science, big data, inteligência artificial, aprendizado de máquina, dentre outros aspectos. “Investir em nossos estudantes, possibilitando que se capacitem cada vez mais, é trabalhar pela Ciência e pelo futuro do País”, afirma a Reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann.

Conforme explica o Diretor da Agência de Inovação da UFSCar e Vice-Coordenador da Unidade EMBRAPII-CCET-UFSCar, Rafael Vidal Aroca, “termos uma Unidade EMBRAPII nos torna, enquanto Instituição, mais competitivos no cenário nacional. Nossa possibilidade de transformação da sociedade é potencializada”, conclui.

“O ensino técnico da UFSCar é sólido, mas trabalhar em níveis de chefia e gerência exige outras habilidades, como as de relacionamento, que são chamadas de soft skills“, ressalta Ernesto Chaves Pereira de Souza, Coordenador da Unidade EMBRAPII-CCET-UFSCar.

O Programa – A EMBRAPII será condutora do Programa Capacitação 4.0. Referência no setor de inovação e tecnologia industrial, em 2020 a UFSCar foi aprovada para possuir uma Unidade EMBRAPII. O credenciamento ocorreu em maio de 2020. Ao todo são 49 unidades credenciadas em todo o Brasil.

A UFSCar aguarda novas orientações do MEC para apresentar mais informações à comunidade.

A UFSCar foi aprovada para possuir uma Unidade EMBRAPII em maio de 2020 (Foto: Freepik)

Arquivado em Graduação, Inovar, Oportunidades, Pesquisa, Pós-graduação

Quase mil estudantes recebem R$ 1.500 para compra de computadores

Estudantes da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) puderam se inscrever no Edital para Inclusão Digital. O objetivo é auxiliar no acompanhamento das aulas do período de Ensino Não-Presencial Emergencial (ENPE). As aulas remotas tiveram início em função da pandemia da COVID-19.

Na graduação, os inscritos em disciplinas do ENPE, com renda per capita de até 1,5 salários mínimos, puderam solicitar auxílio para acesso à internet e para a compra de computadores. Estes requisitos foram estipulados pela Procuradoria Federal (PF) junto à UFSCar.

Auxílio computador – A Universidade realocou a verba de seu orçamento para disponibilizar auxílios destinados a compra de computadores. Cada auxílio oferecido para aquisição de computadores foi no valor de R$ 1.500 a ser depositado diretamente na conta do estudante habilitado. “Para nossa satisfação, foi possível atender a todos aqueles que se enquadraram nos critérios definidos pelo Edital”, afirma Wanda Hoffmann, Reitora da UFSCar.

Auxílio internet – Para os estudantes com renda per capita de até meio (0,5) salário-mínimo, o Ministério da Educação (MEC) irá custear a entrega de um chip para acesso à internet. Por esforço da gestão superior da UFSCar, estudantes com renda per capita de 0,5 até 1,5 salário-mínimo também receberão chip para acesso à internet, o qual será custeado pela Universidade.

Trabalho em equipe – Desde o início da pandemia que a Reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann, defende o acesso a computadores e à internet para os estudantes em vulnerabilidade social. Em abril, solicitou estudo sobre alternativas para atender às demandas dos estudantes; também solicitou um levantamento das necessidades para acompanhamento de aulas remotas.

A Reitoria e as Pró-Reitorias de Administração (ProAd), Assuntos Comunitários e Estudantis (ProACE), Graduação (ProGrad) e Pós-Graduação (ProPG), além da Secretária de Informática (SIn), trabalharam de modo integrado.

“Acesso a computadores e à internet são questão de permanência estudantil. Parabenizo a todos os envolvidos, pois atuaram incansavelmente para que chegássemos até aqui. Proporcionar acesso ao conhecimento e à ciência são missões da Universidade”, conclui a Reitora da UFSCar.

UFSCar, campus Araras (Foto: CCS/ UFSCar)

Arquivado em Assuntos Comunitários e Estudantis, COVID-19, Educação a distância, Equidade, Gestão, Graduação, Oportunidades

HU-UFSCar inaugura centro cirúrgico, laboratório e agência transfusional

Novas instalações ampliam atendimento e consolidam o HU-UFSCar como hospital de referência na formação de pessoas e no atendimento à população

A inauguração do Centro Cirúrgico, da Agência Transfusional e do Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Universitário da Universidade Federal São Carlos (HU-UFSCar) foi um marco na área da saúde da região. Com os novos espaços, o HU-UFSCar amplia a assistência de excelência para a população de São Carlos e a prática para estudantes da UFSCar.

A inauguração aconteceu na quarta-feira (07), com a participação da reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann; do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Oswaldo de Jesus Ferreira; do diretor de Administração e Infraestrutura da Ebserh, Erlon Dengo; do coordenador de Infraestrutura Física e Tecnológica da Ebserh, Marcio Borsio; da superintendente do HU-UFSCar, Ângela Leal, médicos, estudantes e colaboradores do Hospital Universitário.

Com a entrega dos novos espaços, o HU-UFSCar amplia a quantidade e a qualidade dos serviços prestados aos pacientes. “Vamos aumentar de forma significativa a oferta de serviços, principalmente de cirurgias. O novo centro cirúrgico vem preencher uma lacuna e atender uma demanda de saúde em São Carlos. O laboratório de análises clínicas nos dará uma grande autonomia e economia, esse era um serviço terceirizado. E a agência transfusional, além da autonomia, é uma exigência legal”, afirmou Ângela Leal.

O investimento de R$ 10,8 milhões foi realizado pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf). O valor inclui também a obra da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o Centro de Material e Esterilização (CME), inaugurados em maio e julho, respectivamente.

“Nós temos uma dupla missão nos nossos hospitais universitários: ensino de qualidade e assistência à saúde. Então é muito importante que a nossa infraestrutura seja adequada para cumprirmos nossa dupla tarefa”, afirmou o General Oswaldo de Jesus Ferreira, presidente da Ebeserh. Durante a visita ao HU-UFSCar ele destacou o papel dos HUs na pandemia: “demonstramos a importância dos hospitais universitários no atendimento da população. Em muitos locais, fomos referência nesse atendimento.  Nosso pessoal foi forte e foi bravo no cumprimento dessa tarefa”.

Nos últimos anos o HU-UFSCar se transformou, com um forte crescimento na quantidade e na qualidade dos serviços.  As internações saltaram de 944 em 2016 para 2.310 em 2019. Além das 2.310 internações, em 2019 foram realizados mais de 25 mil atendimentos de urgências e emergências, e mais de 11 mil consultas ambulatoriais.

Em 2016, o HU-UFSCar tinha apenas 3 ambulatórios de especialidades; 4 anos depois a população conta com 43 ambulatórios. O número de exames oferecidos duplicou entre 2016 e 2020. Atualmente, 14 tipos de exames são feitos no HU, entre eles tomografias, eletrocardiograma, ultrassonografia, mamografia, endoscopia, alguns ecocardiogramas e a angiotomografia.

O HU-UFSCar ainda conta com atendimento pediátrico 24 horas e várias especialidades pediátricas. É cenário de prática para alunos de 11 cursos. Atualmente conta com 40 projetos de pesquisa em andamento, internato e residência médica em 4 áreas: pediatria, ginecologia, clínica médica e ortopedia.

Com a inauguração das novas instalações – centro cirúrgico, laboratório de análises clínicas, agência transfusional, UTI e centro de esterilização – o HU-UFSCar se torna um hospital de referência na região, e de suma importância para a formação de profissionais e para o atendimento à população.

“Toda a equipe, do HU e da UFSCar, está de parabéns. Temos um hospital que nos dá muito orgulho. A equipe não mediu esforços para buscar recursos e aplicá-los de maneira eficiente. O resultado podemos ver na formação de pessoas, no desenvolvimento de pesquisas e em uma melhor assistência à população de São Carlos e região. Assim, avançamos a fronteira do conhecimento e melhoramos a vida das pessoas”, concluiu a reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann.

Inauguração do centro cirúrgico, laboratório e agência transfusional

Inauguração do centro cirúrgico, laboratório e agência transfusional (Foto: Daniela Zigante)

Arquivado em COVID-19, Espaço físico, Eventos, Gestão, Infraestrutura, Saúde