Em Brasília, Reitora da UFSCar apresenta o impacto da Universidade e busca maior investimento

A Reitora Wanda Hoffmann reforçou a importância dos investimentos nas Universidades brasileiras. Este posicionamento foi feito em Audiência Pública da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática na Câmara dos Deputados (Brasília).
Para a Reitora da UFSCar, “precisamos de recursos financeiros para continuar construindo, para ter uma educação de qualidade, para termos pesquisa, desenvolvimento, inovação e para enfrentar os grandes desafios do século XXI”.
A UFSCar é uma das 15 Universidades responsáveis por 60% da produção científica nacional. Para a Reitora da Universidade, “todo este desafio é para que possamos melhorar a qualidade de vida dos brasileiros”. Ao final, reiterou que a “Universidade está de portas abertas para acolher a todos, para buscar o novo e ser desafiada”.
Confira no vídeo abaixo:

Arquivado em Eventos, Gestão, Políticas de Educação e CTI

No Congresso Nacional, Reitora da UFSCar defende investimento em Ciência e Tecnologia

Convidada pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática para Audiência Pública no Congresso Nacional, a Reitora da UFSCar destacou a necessidade do governo estar mais presente na inovação tecnológica. A Audiência ocorreu no dia 3 de outubro de 2019 e contou com representantes do governo e da academia.

A Reitora Wanda Hoffmann também defendeu que haja políticas claras e com investimentos em educação, ciência e tecnologia para o fortalecimento da pesquisa e inovação no Brasil. Propôs, ainda, que a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) trabalhe em parceria com as Universidades para financiamento de Parques Tecnológicos e HUBs de inovação.

“Inovação é caro, não é barato. Ciência e tecnologia não é caipira, é do mundo. Mas temos que agir dentro das necessidades do País”, afirmou a Reitora Wanda Hoffmann.

Arquivado em Eventos, Gestão, Inovar, Políticas de Educação e CTI

Conselho de Inovação da UFSCar aprova projeto de P&D de novos sensores e biossensores para a detecção de agentes químicos

No último dia 30 de setembro, a partir das 8h, o Conselho de Inovação Tecnológica da UFSCar se reuniu na sala grande do anexo da reitoria da UFSCar para a realização de sua 5ª Reunião Extraordinária, presidida pela reitora da universidade, Wanda Aparecida Machado Hoffmann, e secretariada pelo diretor executivo da Agência de Inovação, Rafael Vidal Aroca. O Conselho de Inovação foi criado em janeiro de 2008, por meio da portaria n. 823/08, que também instituiu a Agência de Inovação da UFSCar, vinculada à Reitoria. O Conselho é composto pelo Reitor da UFSCar (presidente), todos os Pró-Reitores, um representante de cada Centro Acadêmico, o Diretor do campus Sorocaba, a Diretoria da FAI•UFSCar e a Diretoria Executiva da Agência de Inovação da UFSCar.

A reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann, iniciou a reunião com os informes da presidência e dos membros, e apreciação da ata da 4ª Reunião Extraordinária realizada em junho de 2019. Ela apresentou algumas atividades em andamento, tais como a participação da Agência de Inovação na construção da política nacional de inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) conduzida pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), as palestras de divulgação externa que apresentam as possibilidades de relacionamento com a UFSCar, além de visitas de empresas e outras parcerias recentes, tais como a FIESP, Onovolab e Embraer.

De acordo com Wanda Hoffmann, assim como a metodologia para a criação de uma política nacional de inovação conta com o apoio da UFSCar, “todas as demais ações da Agência buscam o fortalecimento de parcerias e oportunidades dentro de nosso ecossistema e a divulgação e disseminação dos cases de sucesso de nossa universidade”.

Entre os itens da Ordem do Dia, foi apresentado e aprovado o projeto de inovação intitulado “Research and development of novel sensors and biosensors based on nanocarbons for the detection of chemical agents used as weapons, by using pulsed laser deposition technique”, sob coordenação do pesquisador Fernando Manuel Araújo Moreira do Departamento de Física da UFSCar.

Reprodução: Agência de Inovação da UFSCar 

Wanda Hoffmann durante a 5ª Reunião Extraordinária do Conselho de Inovação Tecnológica (Foto: Tatiane Liberato/ Agência de Inovação da UFSCar)

Arquivado em Conselhos, Inovar

Plano Diretor Físico-Ambiental do campus Lagoa do Sino: expansão física e preservação ambiental

Atendendo a demandas acadêmicas e de maneira sustentável, Plano Diretor do campus Lagoa do Sino foi apresentado à comunidade na última terça-feira, 1° de outubro 

Instalado em uma fazenda produtiva de 643 hectares, o campus Lagoa do Sino tem sua estrutura aprimorada: Junto a servidores e estudantes do campus, o Plano Diretor Físico-Ambiental de Lagoa do Sino vem sendo desenvolvido há cerca de 2 anos pelo Escritório de Desenvolvimente Físico (EDF/ UFSCar) e pela Secretaria Geral de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (SGAS/ UFSCar). Na manhã desta terça-feira (1° de outubro de 2019) o Plano foi apresentado à comunidade do campus. A reunião contou com o Prof. Dr. Walter Libardi, Vice-Reitor da UFSCar.

O Plano Diretor buscou atender às demandas acadêmicas e ambientais do campus. As aulas no campus Lagoa do Sino iniciaram-se em 2014 e, atualmente, conta com 5 cursos: Administração, Ciências Biológicas, Engenharia Agronômica, Engenharia Ambiental e Engenharia de Alimentos. Neste contexto de ensino, pesquisa e extensão, Lagoa do Sino possui particularidades: Necessita de ambientes para experimentação e cultivo; possui patrimônio histórico relativo ao período anterior à criação da Universidade; dispõe de zonas de preservação ambiental permanente, dentre outras peculiaridades.

Para conhecer o Plano Diretor do campus, a comunidade foi convidada a participar de reunião aberta na última terça-feira (1° de outubro). A arquiteta do EDF, Patrícia Gaion, realizou a apresentação geral do Plano Diretor. Ao final foram feitas perguntas sobre o Plano, as quais foram em grande parte respondidas pelos representantes do EDF e da SGAS.

A reunião ocorreu no Auditório do Ciclo 2, no campus Lagoa do Sino da UFSCar, e também contou com a presença do Pró-Reitor Adjunto de Administração, Aparecido Júnior de Menezes; com o Diretor do Campus, Edenis Cesar de Oliveira; com a Diretora do Centro de Ciências da Natureza, Giulianna Rondineli Carmassi; com o Vice-Diretor do Centro de Ciências da Natureza, Henrique Carmona Duval; com o Diretor do Escritório de Desenvolvimento Físico (EDF) da UFSCar, José da Costa Marques Neto; com as representantes da Secretaria Geral de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, Gabriela Strozzi e Roberta Sanches; com o Diretor Institucional da FAI-UFSCar, Ednaldo Pizzolato.

Apresentação do Plano Diretor Físico-Ambiental do campus Lagoa do Sino (Foto: Tiago Santi)

Apresentação do Plano Diretor Físico-Ambiental do campus Lagoa do Sino

Reunião para apresentação do Plano Diretor Físico-Ambiental do campus Lagoa do Sino (Foto: Laíze Vilela)

 

Arquivado em Espaço físico, Eventos, Gestão

No Congresso Nacional, Reitora da UFSCar reivindica recursos para a Educação

Em busca de emendas parlamentares para a Educação Superior, Reitora da UFSCar participa de Sessão junto à Bancada Paulista. O evento ocorreu na tarde de terça-feira, 1° de outubro de 2019, em Brasília

Em defesa ao papel estratégico das Universidades para o desenvolvimento do país, a Reitora Wanda Hoffmann esteve na Câmara dos Deputados para reivindicar recursos junto aos Deputados Federais da bancada paulista. A sessão também contou com os Reitores da UNIFESP, UFABC e IFSP.

Inicialmente, os Reitores apresentaram vídeo com informações conjuntas sobre as atividades realizadas pelas 4 Instituições Federais de ensino do Estado de São Paulo. O vídeo também expôs a aplicação das emendas parlamentares 2019 e dirigiu aos Deputados necessidades destas Instituições para o ano de 2020. Em seguida os Reitores responderam a questionamentos feitos pelos Deputados, resultando em bom acolhimento de suas solicitações pela Bancada Paulista.

O resultado da aplicação de emendas parlamentares da bancada paulista será divulgado até o dia 24 de outubro. A expectativa é que a UFSCar, UFABC, UNIFESP e IFSP obtenham recursos para manutenção e fortalecimento das Insituições, bem como avanço da ciência e tecnologia no Brasil.

Integrando a Mesa Diretora estiveram os Deputados Federais Herculano Passos (MDB) e Vinícius Poit (NOVO); as Reitoras Wanda Hoffmann (UFSCar) e Soraya Ismaili (UNIFESP); os Reitores Eduardo Modena (IFSP) e Dácio Matheus (UFABC).

Da esquerda p/ a direita: Eduardo Modena (Reitor do IFSP); Soraya Smaili (Reitora da UNIFESP), Vinícius Poit (Deputado Federal), Herculano Passos (Deputado Federal); Dácio  Matheus (Reitor da UFABC); Wanda Hoffmann (Reitora da UFSCar)

 

Arquivado em Eventos, Gestão