Conselho de Inovação da UFSCar aprova projeto de P&D de novos sensores e biossensores para a detecção de agentes químicos

No último dia 30 de setembro, a partir das 8h, o Conselho de Inovação Tecnológica da UFSCar se reuniu na sala grande do anexo da reitoria da UFSCar para a realização de sua 5ª Reunião Extraordinária, presidida pela reitora da universidade, Wanda Aparecida Machado Hoffmann, e secretariada pelo diretor executivo da Agência de Inovação, Rafael Vidal Aroca. O Conselho de Inovação foi criado em janeiro de 2008, por meio da portaria n. 823/08, que também instituiu a Agência de Inovação da UFSCar, vinculada à Reitoria. O Conselho é composto pelo Reitor da UFSCar (presidente), todos os Pró-Reitores, um representante de cada Centro Acadêmico, o Diretor do campus Sorocaba, a Diretoria da FAI•UFSCar e a Diretoria Executiva da Agência de Inovação da UFSCar.

A reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann, iniciou a reunião com os informes da presidência e dos membros, e apreciação da ata da 4ª Reunião Extraordinária realizada em junho de 2019. Ela apresentou algumas atividades em andamento, tais como a participação da Agência de Inovação na construção da política nacional de inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) conduzida pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), as palestras de divulgação externa que apresentam as possibilidades de relacionamento com a UFSCar, além de visitas de empresas e outras parcerias recentes, tais como a FIESP, Onovolab e Embraer.

De acordo com Wanda Hoffmann, assim como a metodologia para a criação de uma política nacional de inovação conta com o apoio da UFSCar, “todas as demais ações da Agência buscam o fortalecimento de parcerias e oportunidades dentro de nosso ecossistema e a divulgação e disseminação dos cases de sucesso de nossa universidade”.

Entre os itens da Ordem do Dia, foi apresentado e aprovado o projeto de inovação intitulado “Research and development of novel sensors and biosensors based on nanocarbons for the detection of chemical agents used as weapons, by using pulsed laser deposition technique”, sob coordenação do pesquisador Fernando Manuel Araújo Moreira do Departamento de Física da UFSCar.

Reprodução: Agência de Inovação da UFSCar 

Wanda Hoffmann durante a 5ª Reunião Extraordinária do Conselho de Inovação Tecnológica (Foto: Tatiane Liberato/ Agência de Inovação da UFSCar)

Deixe um comentário

Arquivado em Conselhos, Inovar