Revitalização da área do Palquinho

Foto: Stela Martins (AECR/UFSCar)

Foi iniciado no dia 9, o corte do bambual em frente ao Ginásio de Esportes, no Palquinho, área sul do Campus São Carlos da UFSCar.
Com touceiras que já tomavam quase toda a área e plantas já muito velhas que caiam sobre os prédios, o bambual tornou-se ninhal de garças em 2017, gerando riscos à saúde e desconforto para quem trabalha, estuda ou frequenta o espaço, por conta dos resíduos produzidos pelos pássaros. Prova dessa insatisfação são as solicitações recebidas pela Prefeitura do Campus São Carlos e a Secretaria Geral de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (SGAS) através de ofícios do Departamento de Artes e Comunicação (nº47/2018), do Centro de Educação e Ciências Humanas (nº044/2018) e do Diretório Central dos Estudantes (7 de maio de 2018) para o corte das touceiras do bambual como forma de evitar nova formação de ninhal.
Seguindo orientação da Secretaria Geral de Gestão Ambiental e Sustentabilidade (SGAS) em respeito à legislação, aguardou-se o fim do período de reprodução e a saída das aves para só então iniciar a limpeza do lugar.
Foi solicitada autorização para o corte ao órgão responsável, a Coordenadoria do Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia. E, tratando-se de planta exótica, a UFSCar foi liberada para o corte.
Ao final do trabalho, que está sendo realizado pela equipe da Prefeitura do Campus São Carlos, serão plantadas árvores nativas e frutíferas produzidas pela SGAS.

Deixe um comentário

Arquivado em Espaço físico, Gestão, Gestão ambiental